O "Parmênides" e as doutrinas não-escritas de Platão: o Uno e o Outro

Dennys Garcia Xavier

Resumo


Diz Cornford (em seu Plato and Parmenides: Way of truth and Plato’s Parmenides) que o diálogo Parmênides inicia “a série das obras nas quais Platão pela primeira vez confronta a sua própria doutrina com os principais sistemas dos predecessores e a submete a um exame crítico” (p. 63). Sim, mas é ainda mais: a reconstrução do diálogo à luz do método hermenêutico de Tübingen-Milão nos leva a colher a estrutura na qual se entrecruzam as visões ontológicas em três níveis, do mundo físico às Ideias e das Ideias aos Princípios primeiros. O elemento-chave do desenvolvimento estrutural não apenas teorético, mas também dramático, é o vínculo que se interpõe entre as duas partes do diálogo. Apenas a unidade entre as duas partes torna plausível e justificável o percurso dialético registrado no texto, como tentar-se-á evidenciar. A primeira parte do Parmênides traz a teoria das Ideias, mas abre mão de uma protologia. Não obstante isso, uma visão completa do texto põe em jogo o Uno e o/s Outro/Outros, fundamentos dos Princípios supremos. Buscar-se-á trazer à luz aqui os nexos estruturais da argumentação que nos leva a uma visão totalizante da realidade em Platão.

Palavras-chave


Parmênides; Platão; Doutrinas não-escritas

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ARISTOTELE, La Metafisica. A cura di REALE, G. Milano: Rusconi, 1994.

ARISTOTELE, La Fisica. Bari: Laterza, 1968.

BERTI, E. Struttura e significato del Parmenide di Platone. Giornale di Metafisica 26, 1971, pp. 495-527.

COLLI, G. La Goliardica Pisa 1950 (aulas do curso de História da Filosofia Antiga do ano acadêmico 1949-1950).

CORNFORD, F. Plato and Parmenides. Way of truth and Platos’s “Parmenides”. London: K. Paul, Trench, Trubner & co. Ltd., 1964. Reprinted by Routledge & Kegan Paul, 1980.

HAPP, H. Studien zum aristotelischen Materie-Begriff, Berlim-New York, 1971.

KRÄMER, H. Platone e i fondamenti della metafisica. Milano: Vita e Pensiero, 2001.

MIGLIORI, M. Dialettica e Verità: Commentario filosofico al “Parmenide” di Platone. Milano: Vita e Pensiero, 2000.

MIGLIORI, M La scuola di Tubinga-Milano per una nuova immagine di Platone. Breve inquadramento storico dell’interpretazione platonica della scuola di Tubinga-Milano (Krämer, Gaiser, Reale, Szlezák). Il Cannocchiale Rivista di Studi Filosofici 1, 1992, pp. 121-142.

PLATO, Complete Works. Indianapolis/Cambridge: Hackett1997.

PLATO, Platonis Opera. BURNET, J. (ed.). Oxford: Clarendon, 1892-1906. (Várias edições)

PLATO, Tutti gli Scritti. REALE, G. (ed.). Milano: Bompiani, 2000.

REALE, G. Para uma nova interpretação de Platão. Trad. de Marcelo Perine. São Paulo: Loyola,1997.

SZLEZÁK, Th. A. La Repubblica di Platone: I libri centrali. Brescia: Morcelliana, 2003.

XAVIER, D.G. A República de Platão e as operações henológicas da Idéia de Bem. Síntese, Belo Horizonte, v. 34, 2007, pp. 247-260.

XAVIER, D.G. Como não ler Platão! Revista Archai: Revista de Estudos sobre as Origens do Pensamento Ocidental, v. 6, 2011-1, pp. 93-98.

XAVIER, D.G. Epékeina tês ousias: o Uno-Bem na República de Platão. In: XAVIER, D.G.; CORNELLI, G. (Orgs.). A República de Platão: Outros olhares. São Paulo: Loyola, v. 1, 2011-2, pp. 227-238.

XAVIER, D.G. Para uma leitura alternativa de Platão. Educação e Filosofia, Uberlândia, v. 19, 2005-2, pp. 145-157.

XAVIER, D.G. Para uma metafísica platônica à luz da "Tradição Indireta". Hypnos, São Paulo), v. 15, 2005-1, pp. 117-128.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179378643315

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Voluntas: Revista Internacional de Filosofia

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional.