O sujeito volitivo de Schopenhauer como limite do mundo no Tractatus de Wittgenstein

Maygon André Molinari

Resumo


Neste artigo, o sujeito volitivo, vislumbrado em O mundo como vontade e como representação, de Schopenhauer, é relacionado ao sujeito enquanto limite do mundo, no Tractatus Logico-Philosophicus, de Wittgenstein. A partir desta relação, notamos que, não somente a abordagem do sujeito se assemelha, nestes dois filósofos, mas também a abordagem sobre a essência do mundo.

Palavras-chave


Schopenhauer, Wittgenstein, sujeito

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOZA, Jair. Schopenhauer: A decifração do enigma do mundo. São Paulo: Moderna, 1997.

BARRETT, Cyril. Ética y creencia religiosa en Wittgenstein. Trad. Humberto M. González. Madrid: Alianza Editorial, 1994.

DEBONA, Vilmar. Schopenhauer e as formas da razão: o teórico, o prático e o ético-místico. São Paulo: Annablume, 2010.

KANT, Immanuel. Crítica da Razão Pura. Trad. de Valério Rohden e Udo Baldur Moosburger. São Paulo: Abril Cultural, 1980. (Os Pensadores)

MARGUTTI PINTO, Paulo Roberto. Iniciação ao Silêncio. Análise do Tractatus de Wittgenstein. São Paulo: Edições Loyola, 1998.

MONK, Ray. Wittgenstein: o dever do gênio. Trad. de Carlos Afonso Malferrari. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

SCHOPENHAUER, Arthur. O mundo como vontade e como representação. Tomo I; tradução, apresentação, notas e índices de Jair Barboza. São Paulo: Editora UNESP, 2005.

SPICA, Marciano Adilio. A religião para além do silêncio. Curitiba: CRV, 2011.

VALLE, Bortolo. Wittgenstein: A forma do silêncio e a forma da palavra. Curitiba: Champagnat, 2003.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Tractatus Logico-Philosophicus. Trad. Luiz Henrique Lopes dos Santos. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2001.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Culture and Value. Oxford: B. Blackwell, 1984.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179378634086

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 Voluntas: Revista Internacional de Filosofia

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional.