As Ideias podem ser entendidas como um "a priori"? Sobre o § 45 de "O mundo como vontade e representação"

Lucas Lazarini Valente

Resumo


No presente texto, abordamos a seção 45 de O mundo como vontade e representação com a intenção de reconstruir o contexto no qual Schopenhauer apresenta a antecipação da Ideia de humanidade como condição de seu reconhecimento na natureza e de sua reprodução nas obras de arte que com ela se ocupam. Pretendemos indicar que a concepção de tal antecipação surge apenas como consequência da dualidade do caráter humano, para então destacar que a possibilidade dessa antecipação se restringe a Ideia que corresponde ao mais alto grau de objetivação da vontade.


Palavras-chave


Ideia; Antecipação; a priori

Texto completo:

PDF

Referências


APOSTOLOPOULOU, G. Schopenhauer als Vermittler griechischer Kunst. In: 64. SchopenhauerJahrbuch. Frankfurt am Main: Waldemar Kramer, 1983, pp.39-50.

FOSTER, C. Ideas and Imagination - Schopenhauer on the Proper Foundation of Art. In: JANAWAY, C. (Ed.). The Cambridge Companion to Schopenhauer. Cambridge, UK ; New York, NY: Cambridge University Press, 1999, pp. 213-251.

KORFMACHER, W. Ideen und Ideenerkenntnis in der ästetischen Theorie Arthur Schopenhauers. Pfaffenweiler: Centaurus-Verlagsgesellschaft, 1992.

Saxer, A. Kritik der Einwände gegen die Grundprinzipien der Ästhetik Schopenhauers. In: 7. Jahrbuch der Schopenhauer-Gesellschaft. Kiel: Verlag der Schopenhauer-Gesellschaft, 1918, pp.

-155.

SCHOPENHAUER, A. Die Welt als Wille und Vorstellung. Erster Band. Zürich: Diogenes, 1977.

SCHOPENHAUER, A. Die Welt als Wille und Vorstellung. Zweiter Band. Zürich: Diogenes, 1977.

SCHOPENHAUER, A. O mundo como vontade e como representação. Tomo I. Tradução, apresentação, notas e índices de Jair Barboza. 2ª ed. São Paulo: Editora UNESP, 2015.

SCHOPENHAUER, A. O mundo como vontade e como representação. Tomo II. Tradução, apresentação, notas e índices de Jair Barboza. São Paulo: Editora Unesp, 2015.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179378633580

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Voluntas: Revista Internacional de Filosofia

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional.