Sociedade civil, transnacionalização e projetos políticos na América Latina contemporânea no contexto da disputa por hegemonia

Autores

  • Sandro Pereira Silva Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)

Palavras-chave:

Sociedade civil, movimentos sociais, projeto político, hegemonia, democracia.

Resumo

O conceito de sociedade civil vem recebendo nos últimos anos um grande destaque enquanto categoria analítica sobre diversos fenômenos que marcaram as transformações tanto na organização social propriamente dita quanto na geopolítica global. Neste trabalho, a proposta foi analisar as diferentes abordagens sobre sociedade civil e sua importância no processo recente de mudança social e redemocratização nos países latinoamericanos. Buscou-se enfatizar como a democracia, ao mesmo tempo em que permitiu novas reconfigurações na sociedade e suas organizações, também explicitou a disputa por hegemonia presente na diversidade de atores políticos na região. Nesse sentido, o processo de democratização na América Latina, que permitiu uma reativação do associativismo civil e das lutas sociais na região, pode ser examinado em função da mudança de atitudes no comportamento dos atores e movimentos sociais que vão além das relações institucionalizadas entre Estado e sistema político. Em síntese, esse processo pode ser caracterizado por uma disputa por diferentes projetos e concepções em torno da consolidação da democracia e da própria noção de Estado democrático.

Biografia do Autor

Sandro Pereira Silva, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)

Economista. Doutor em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Técnico em Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA)

Referências

ACANDA, Jorge L. Movimentos sociales y ciudadanía democrática. In: PEREIRA, Potyara A. P. (Org.). Política social, trabalho e democracia em questão. Brasília: Ed. UnB, 2009.

ANHEIER, Helmut; THEMUDO, Nuno. Organizational forms of global civil society. In: GLASIUS, Marlies; KALDOR, Mary; ANHEIER, Helmut K. (Eds.) Global civil society. Oxford University Press, Oxford, UK, 2002.

ARATO, Andrew. Ascensão, declínio e reconstrução do conceito de sociedade civil. Conferência. Anais do XVIII Encontro Anual da ANPOCS, Caxambu, 1994.

ARATO, Andrew; Cohen, Jean L. Teoria social e sociedade civil. In: AVRITZER, Leonardo. Sociedade civil e democratização. Livraria Del Rey Editora, Belo Horizonte, 1994.

AVRITZER, Leonardo. Além da dicotomia Estado/mercado: Habermas, Cohen e Arato. Revista Novos Estudos, nº 36, 1994.

AVRITZER, Leonardo. A moralidade da democracia. São Paulo: Perspectiva, 1996.

AVRITZER, Leonardo; COSTA, Sergio. Teoria crítica, democracia e esfera pública: concepções e usos na América Latina. Revista Dados, v. 47, nº 4, 2004.

BARROS, Flávia L. Redes e participação social em campos políticos da cooperação internacional – a experiência brasileira. Revista Sociedade e Estado, v. 26, nº 2, 2011.

BARROS, Flávia L. Ambientalismo, globalização e novos atores sociais. Revista Sociedade e Estado, v. 11, nº 1, 1996.

BOBBIO, Norberto. Gramsci e o conceito de sociedade civil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2002.

BORÓN, Atilio. No hay democracy posible bajo el capitalismo. In: PEREIRA, Potyara A. P. (Org.). Política social, trabalho e democracia em questão. Brasília: UnB, 2009.

BRESSER-PEREIRA, Luiz C.; GRAU, Nuria C. O público não-estatal na Reforma do Estado. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1999.

COUTINHO, Carlos N. Gramsci, um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.

COUTINHO, Carlos N. Gramsci. Porto Alegre: L&PM, 1981.

DAGNINO, Evelina. Construção democrática, neoliberalismo e participação: os dilemas da confluência perversa. Revista Política e Sociedade, v. 3, nº 5, 2004.

DAGNINO, Evelina; OLVERA, Alberto J.; PANFICHI, Aldo. Introdución. In: DAGNINO, Evelina; OLVERA, Alberto J.; PANFICHI, Aldo (Coords.). La disputa por la construción democrática en la América Latina. México: Fondo de Cultura Económica, 2006.

DEMO, Pedro. Participação é conquista. São Paulo: Editora Cortez, 1996.

FRASER, Nancy. Rethinking the public sphere. In: CALHOUN, Craig. Habermas and the public sphere. The MIT Press, Cambridge, Massachusets, and London, England, 1999.

GARRETÓN, Manuel A. La transformación de la acción colectiva en América Latina. Revista de la CEPAL, n° 76, Santiago de Chile, Abril, 2002.

GOHN, Maria G. Teoria dos movimentos sociais. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. (v.2). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

HABERMAS, Jurgen. Mudança estrutural da esfera pública: investigações quanto a uma categoria da sociedade burguesa. Rio de janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HABERMAS, Jurgen. Uma conversa sobre questões da teoria política. Revista Novos Estudos, nº 47. São Paulo, 1997.

LAVALLE, Adrián G. Crítica ao modelo da sociedade civil. Lua Nova, nº 47, 1999.

LAVALLE, Adrián G. Sem pena nem glória: o debate sobre a sociedade civil nos anos 1990. Novos Estudos Cebrap, nº 66, 2003.

LAVALLE, Adrián G; VERA, Ernesto I. Posiciones conceptuales para el debate contemporâneo sobre la inovación democrática: participación, controles sociales y representación. In: VERA, Ernesto I; LAVALLE, Adrián G. (Coords.). La innovación democrática em América Latina. Tramas e nudos de la representación y el control social. México: Ciesas; Universidade Veracruziana, 2010.

LOSEKANN, Cristiana. A esfera pública habermasiana e as possibilidades do uso deste conceito no contexto brasileiro. Revista Pensamento Plural, nº 4, 2009.

LUCHMANN, Lígia H. H. Democracia deliberativa: sociedade civil, esfera pública e institucionalidade. Cadernos de Pesquisa PPGSC/UFSC, 2002.

MATO, Daniel (Coord.) Políticas de ciudadania y sociedad civil em tiempos de globalización. Caracas: Universidad Central del Venezuela, 2004.

RIBEIRO, Gustavo L. Poder, redes e ideologia no campo do desenvolvimento. Revista Novos Estudos, nº 80, 2008.

SANTOS, Boaventura S. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. São Paulo: Boitempo, 2007.

SASSEN, Saskia. Towards post-national and denationalized citizenship. In: ISIN, Engin; TURNER, Bryan. Handbook of citizenship studies. Sage, 2002.

SERBIN, Andrés. Globalización y sociedad civil en los procesos de integración. Nueva Sociedad, nº 147, 1997.

SHERER-WARREN, Ilse. Para uma abordagem pós-colonial e emancipatória dos movimentos sociais. In: SHERER-WARREN, Ilse; LÜCHMANN, Lígia H. (Orgs.). Movimentos sociais e participação. Florianópolis: Ed. UFSC, 2011.

SILVA, Sandro P. Accountability e democracia: aproximações conceituais, estratégias e limites para o contexto latinoamericano. Mimeo, 2017.

______. Democracia, políticas públicas e instituições de deliberação participativa. Brasília: Ipea, 2018. (Texto para Discussão, n. 2358).

TARROW, Sidney. The new transnational activism. Cambridge University Press, 2005.

Downloads

Publicado

2021-12-20

Como Citar

Silva, S. P. (2021). Sociedade civil, transnacionalização e projetos políticos na América Latina contemporânea no contexto da disputa por hegemonia. Século XXI: Revista De Ciências Sociais, 10(2), 106–138. Recuperado de https://periodicos.ufsm.br/seculoxxi/article/view/38185

Edição

Seção

Artigos