Programa de Excelência em Gestão: o caso da Frísia Cooperativa Agroindustrial

Sandra de Souza Schmidt, Rodrigo Gandara Donini, Alfredo Benedito Kugeratski Souza, Matheus Felipe da Silva, Ana Lucia Soares Gonçalves

Resumo


Este estudo de caso aborda a aplicação do Programa de Excelência em Gestão na Frísia Cooperativa Agroindustrial, utilizando a ferramenta do Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas (PDGC), que faz um diagnóstico da governança e da gestão da cooperativa, visando à melhoria contínua a cada ciclo de planejamento, execução, controle e aprendizado. Foram disponibilizados dados pelo SESCOOP-PR, com anuência da cooperativa, referente aos ciclos do PDGC dos anos de 2017 e 2018. Verificou-se que o Índice SESCOOP de Governança Cooperativista (ISGC) passou de 63,3% em 2017 para 87,0% em 2018. E o Índice SESCOOP de Gestão (ISG) passou de 50,3% em 2017 para 69,4% em 2018. Para complementar as informações, foi realizada uma entrevista semiestruturada com os agentes de governança da Frísia. A análise dos resultados indica que uma estrutura de governança capaz de integrar as diferentes partes interessadas tem efeitos práticos na efetividade da gestão da cooperativa. 

Palavras-chave


Governança cooperativa; Modelos de gestão; Excelência em gestão; Cooperativismo

Texto completo:

PDF

Referências


ACI. ALIANÇA COOPERATIVA INTERNACIONAL. Plano de ação para uma década cooperativa. Janeiro de 2013, p. 12.

BOAS, G.A.R.V.; COSTA, H.G. Análise comparativa de prêmios de excelência em gestão. VII Encontro Nacional de Excelência em Gestão, Rio de Janeiro, 2011.

BRASIL. Lei n. 5.764, de 16 de dezembro de 1971. Define a Política Nacional de Cooperativismo, institui o regime jurídico das sociedades cooperativas, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 1971.

COASE, R. H. The nature of the firm. Economica, v. 4, n. 16, p. 386-405, 1937.

FRÍSIA. História. Disponível em: http://www.frisia.coop.br/pt-BR/Paginas/historia.aspx. Acesso em 27 mai 2019.

FRÍSIA. Relatório Anual 2018. Disponível em:http://www.frisia.coop.br/pt-BR/cooperativa/Paginas/relatorio-anual.aspx. Acesso em 13 nov. 2019.

IBGC. INSTITUTO BRASILEIRO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA. Código das melhores práticas de governança corporativa. 5.ed. / Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. - São Paulo, SP, 2015, 108p.

JENSEN, M. C.; MECKLING, W. H. Theory of the firm: Managerial behavior, agency costs and ownership structure. Journal of financial economics, 3(4), 305-360, 1976.

MARQUES, M. C. C. Aplicação dos princípios da governança corporativa ao sector público. Rev. Adm. Contemp., Curitiba, v. 11, n. 2, p. 11-26, 2007. Disponível em http://ref.scielo.org/4hfsc8. Acesso em 06 Jun 2019.

NORTH, D. C. Institutions, transaction costs and economic growth. Economic inquiry, v. 25, n. 3, p. 419-428, 1987.

PAGLIUSO, A. T.; CARDOSO, R.; SPIEGEL, T. Gestão organizacional: o desafio da construção do modelo de gestão. Instituto Chiavenato (org.). São Paulo: Saraiva, 2010.

PDGC. PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTODA GESTÃO DAS COOPERATIVAS. Disponível em: http://www.pdgc.somoscooperativismo.coop.br/. Acesso em 06 jun 2019

SESCOOP. SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO. Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas. Disponível em:http://pdgc.somoscooperativismo.coop.br.Acesso em 06 jun 2019a.

SESCOOP. SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM DO COOPERATIVISMO. Compêndio de Boas Práticas de Gestão e Governança: ciclo 2017-2018. Disponível em: https://www.ocb.org.br/publicacao/17/compendio-de-boas-praticas-de-gestao-e-governanca. Acesso em 06 jun 2019b.

SOUZA, J. R. M. Análise da Validade do Programa de Desenvolvimento da Gestão das Cooperativas – PDGC. (Dissertação de Mestrado) Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Programa de Pós-Graduação em Gestão de Cooperativas. Curitiba, 2019.

VALOR ECONÔMICO. Valor1000 - 1000 Maiores Empresas, Edição 2019. Disponível em https://www.valor.com.br/valor1000/2019. Acesso em 18 nov 2019.

WILLIAMSON, O. E. The economic institutions of capitalism. New York: Free Press, 1985.

ZANELLA, T. (Coord.). Manual de boas práticas de governança cooperativa. Brasília: Sistema OCB, 2015, 44 p.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043241182

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103