Identidade e Incubação: Processos Coletivos De Trabalho e o Caso Da Incubadora Social da Universidade Federal de Santa Maria

Flavi Ferreira Lisboa Filho, Caroline Goerck, Fabio Gaviraghi, Schirlei Stock Ramos

Resumo


Este texto tem por objetivo apresentar e compartilhar o trabalho desenvolvido junto à Incubadora Social da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM, Rio Grande do Sul, Brasil, que vislumbrou por meio de um programa de ensino, pesquisa, extensão, o desenvolvimento sociotécnico (DAGNINO,2004) para Empreendimentos Econômicos Solidários – EES, em especial a partir de um conjunto sistematizado de ações de educação, de identidade e de cooperativismo e associativismo voltadas para os processos coletivos de trabalho.


Palavras-chave


identity; incubation; solidary economic enterprises; Social Incubator; share management

Texto completo:

PDF

Referências


ARGENTI, P. A. Comunicação empresarial. A construção da identidade, imagem e reputação. Trad. Adriana Riechi. Rio de Janeiro: Editora Campus, 2006.

ATLAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA NO BRASIL 2005. Brasília: MTE, SENAES, 2007.

BUENO, Wilson. Comunicação empresarial: teoria e pesquisa. São Paulo; Manole, 2003.

CASAGRANDE JR, Eloy Fassi. Inovação tecnológica e sustentabilidade: integrando as partes para proteger o todo. Programa de Pós-Graduação em Tecnologia – PPGTE. (2001) Disponível em: aplicweb. Feevale. br/site/files/documentos/pdf/23231.pdf. Acesso 06 jun.2011.

CATTANI, Antonio David (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz Editores, 2003.

DAGNINO, Renato; BRANDÃO, Flávio C.; NOVAES, Henrique Tahan. Sobre o Marco Analítico-Conceitual da Tecnologia Social. In: DE PAULO, A. et al. Tecnologia social: uma estratégia para o desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundação Banco do Brasil, 2004.

DAGNINO, Renato. Tecnologias Sociais In. CATTANI, Antônio David; LAVILLE, Jean-Louis; DIAS, Reinaldo. Cultura organizacional. Campinas, SP: Editora Alínea, 2003.

GAIGER, Luiz Inácio; HESPANHA, Pedro. Dicionário internacional da outra economia. São Paulo: Almedina, 2009.

ECONOMIA SOLIDÁRIA EM DESENVOLVIMENTO. – Brasília: MTE, SENAES, 2003.

EID, Farid, Análise sobre processos de formação de incubadoras universitárias da Unitrabalho e metodologia de incubação de EES. In: PICANÇO, Iraci; TIRIBA, Lia (Orgs). Trabalho e educação. Aparecida, SP: Idéias& Letras, 2004. p. 167-188.

FERNANDES, Rosa Maria Castilhos. MACIEL, Ana Lúcia Suárez. (org). Tecnologias sociais: experiências e contribuições para o desenvolvimento social e sustentável. Porto Alegre: Fundação Irmão José Otão, 2010.

FORPROEX. Política nacional de extensão universitária. Porto Alegre: FORPROEX, 2012.

FREITAS, Maria Ester de. Cultura organizacional: identidade, sedução e carisma? 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

GALVÃO, Antônio Carlos Figueira. Política de desenvolvimento regional e inovação: Lições da Experiência Européia. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

GAIGER, Luís Inácio. Os caminhos da economia solidária no Rio Grande do Sul. In: SINGER, P.; SOUZA, A. (Orgs.). A economia solidária no Brasil: a autogestão como resposta ao desemprego. São Paulo: Contexto, 2003, p. 267-286.

GOERCK, Caroline. Programa de economia solidária: sua contribuição para a viabilidade das experiências coletivas de geração de trabalho e renda no Rio Grande do Sul. Faculdade de Serviço Social. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. (Tese de Doutorado). Porto Alegre, 2009.

GUARESCHI, Neuza M.F.; REIS, Carolina D.; HUNING, Simone; BERTUZZI, Letícia D. Intervenção na condição de vulnerabilidade social: um estudo sobre a produção de sentidos com adolescentes do programa do trabalho educativo.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: Acesso em: 18 de fevereiro de 2013.

Instituto de Tecnologia Social - CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL. Tecnologia Social. Disponível em: www.itsbrasil.org.br. Acesso em: 16 de jun. de 2011.

INSTITUTO GÊNESIS. O que é a Incubadora Social? Disponível em: http://www.genesis.puc-rio.br> Acesso em: 23 de dezembro de 2008.

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. MTE. Disponível em:

http://portal.mte.gov.br/portal-mte/. Acesso em 18 de fevereiro de 2013.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. Trad. de Cecília Whitaker Bergamini e Roberto Coda. São Paulo: Atlas, 1996.

RAZETO, Luis. Economia de solidariedade e organização popular. In: GADOTTI, M.;GUTIÉRREZ, F. (Orgs.). Educação comunitária e economia popular. 3. ed.São Paulo: Cortez,2001.

SINGER, Paul; SOUZA, André Ricardo de (org.). A economia solidária no Brasil: a autogestão como resposta ao desemprego. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2003.

SIQUEIRA, Carlos Aquiles. Geração de emprego e renda no Brasil: experiências de sucesso. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043222417

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103