Associação entre aptidão cardiorrespiratória e hábitos sedentários em escolares do Sul do Brasil

Andresa Fernanda Senha, Letícia de Borba Schneiders, Letícia Borfe, João Francisco de Castro Silveira, Dulciane Nunes Paiva, Cézane Priscila Reuter

Resumo


Este estudo transversal teve como objetivo verificar associação entre aptidão cardiorrespiratória (APCR) e hábitos sedentários em escolares de Santa Cruz do Sul – RS. A amostra foi constituída por 1.407 escolares, de 10 a 16 anos, de ambos os sexos, escolares da rede pública. Foi utilizado para avaliar os hábitos sedentários um questionário adaptado. Os níveis de APCR foram avaliados por meio do teste de corrida/caminhada de seis minutos, preconizado pelo Projeto Esporte Brasil. A regressão de Poisson foi aplicada para testar a associação entre a variável desfecho (APCR) com as variáveis independentes (hábitos sedentários). Os dados foram expressos em razão de prevalência (RP) e intervalo de confiança (IC) para 95%. Os adolescentes apresentaram prevalência elevada de baixos níveis de APCR (60,1%), deslocamento sedentário para a escola (66,5%) e alta frequência de tempo de tela igual ou superior de duas horas diárias (61,1%). Meninas que não praticam atividade física apresentam maior prevalência de baixos níveis de APCR (RP: 1,25; IC: 1,03-1,53; p=0,026). Pode-se concluir que baixos níveis de APCR estão associados a hábitos sedentários em escolares, o que pode resultar em complicações futuras em sua qualidade de vida.


Palavras-chave


Adolescente; Aptidão cardiorrespiratória; Hábitos sedentários

Texto completo:

PDF

Referências


Pelegrini A, Minatto G, Claumanna G, Silva D, Gritgolloc L, Schwinnb F, et al. Aptitud cardiorrespiratoria en adolescentes. Rev Andal Med Deporte 2016;10(3):152-157. https://doi.org/10.1016/j.ramd.2015.11.006

Minatto G, Silva DAS. Aptidão cardiorrespiratória, indicadores sociodemográficos e estado nutricional em adolescentes. Rev Bras de Med do Esporte 2015;21(1):12-16. https://doi.org/10.1590/1517-86922015210101385

Lessiani G, Santilli F, Boccatonda A, Iodice P, Liani R, Tripaldi R, et al. Arterial stiffness and sedentary lifestyle: Role of oxidative stress. Vascul Pharmacol 2016;79:1-5. https://doi.org/10.1016/j.vph.2015.05.017

Després JP. Physical activity, sedentary behaviours, and cardiovascular health: when will cardiorespiratory fitness become a vital sign? Can J Cardiol 2016;32(4):505-13. https://doi.org/10.1016/j.cjca.2015.12.006

Marani F, Oliceira AR, Omori MK. A atividade física em adolescentes de diferentes níveis sócio-econômicos. Rev Educ Fís 2005;16(1):67-71.

WHO. World Health Organization. Global recommendations on physical activity for health. Geneva: WHO, 2010.

Ribeiro AJP, Fachineto S, Pedrozo SC, Trenrin AP; Zapoani C. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares com idade de 7 a 17 anos, residentes nos municípios pertencentes à secretaria de desenvolvimento regional de São Miguel do Oeste/SC. Conexões 2013;11(1):57-73. https://doi.org/10.20396/conex.v11i1.8637631

Todendi PF, Valima ARM, Reuter CP, Mello ED, Gaya AR, Burgos MS. Metabolic risk in schoolchildren is associated with low levels of cardiorespiratory fitness, obesity, and parents' nutritional profile. J Pediatr 2016;92(4):388-393. http://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2015.10.007

Farias ES, Carvalho WRG, Gonçalves EM, Guerra-Junior G. Efeito da atividade física programada sobre a aptidão física em escolares brasileiros. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum 2010;12(2):98-105.

Pitanga FJG, Epidemiologia da atividade física, do exercício e da saúde. 3. ed. São Paulo: Phorte; 2010.

Barros MG, Nahas M. Medidas da atividade física: teoria e aplicação em diversos grupos populacionais. Londrina: Midiograf, 2003.

Burgos MS. Saúde dos escolares - Fase III. Avaliação de indicadores bioquímicos, genéticos, hematológicos, imunológicos, posturais, somatomotores, saúde bucal, fatores de risco às doenças cardiovasculares e estilo de vida de escolares: estudo em Santa Cruz do Sul-RS (Projeto de Pesquisa). Santa Cruz do Sul: UNISC, 2015.

American Academy of Pediatrics. Subcommittee on Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder. Clinical Practice Guideline: Treatment of the school-aged child with Attention-Deficit/Hyperactitvity Disorder. Pediatrics, 2001; 108:1033-1044.

PROESP-BR. Projeto Esporte Brasil. Manual 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2017.

Vasques GD, Silva KS, Lopes AS. Aptidão cardiorrespiratória de adolescentes de Florianópolis, SC. Rev Bras Med Esporte 2007;13(6):376-80. http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922007000600004

Hsieh PL, Chen ML, Huang CH, Chen WC, Li Ch, Chang LC. Physical Activity, Body Mass Index, and Cardiorespiratory Fitness among School Children in Taiwan: A Cross-Sectional Study. Int. J. Environ. Res. Public Health 2014;11(7):7275-7285. https://doi.org/10.3390/ijerph110707275

Schaefer L, Plotnikoff RC, Majumdar SR, Mollard R, Woo M, Sadman R et al. Outdoor Time Is Associated with Physical Activity, Sedentary Time, and Cardiorespiratory Fitness in Youth. The Jour Pediatr 2014; 165(3):516-521. https://doi.org/10.1016/j.jpeds.2014.05.029

Kantomaa MT, Tammelin T, Ebeling H, Stamatakis E, Taanila A. High Levels of Physical Activity and Cardiorespiratory Fitness are Associated With Good Self-Rated Health in Adolescents. Hum Kinetics Journ 2015; 12(2):266-272. https://doi.org/10.1123/jpah.2013-0062

Lucena JMS, Cheng LA, Cavalcante TLM, Silva VA, Júnior JCF. Prevalência de tempo excessivo de tela e fatores associados em adolescentes. Rev Paul Pediatr 2015;33(4):407-414. https://doi.org/10.1016/j.rpped.2015.04.001

Vasconcellos MB, Anjos LA, Vasconcellos MTL. Estado nutricional e tempo de tela de escolares da Rede Pública de Ensino Fundamental de Niterói, Rio de Janeiro, Brasil. Cad Saúde Púb, Rio de Jan 2013; 29(4):713-722.

Pereira TA, Bergmann MLA, Bergmann GG. Fatores associados à baixa aptidão física de adolescentes. Rev Bras Med Esporte 2016;22(3):176-181. http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220162203144162.

Babey SH, Hastert TA, Wolstein J. Adolescent sedentary behaviors: correlates differ for television viewing and computer use. J Adoles Health 2013;52(1):70-76. https://doi.org/10.1016/j.jadohealth.2012.05.001

Al-hazzaa HM, Al-Hazzaa HM, Abahussain NA, Sobayel HI, Qahwaji DM, Musaiger AO. Lifestyle factors associated with overweight and obesity among Saudi adolescents. BMC Pub Hlth 2012;12(354):1-11. https://doi.org/10.1186/1471-2458-12-354

Boulos R, Vikre EK, Oppenheimer S, Chang H, Kanarek RB. Obesity: how television is influencing the obesity epidemic. Physiol Behav. 2012;107(1):146-53. https://doi.org/10.1016/j.physbeh.2012.05.022

Vasques DG, Lopes AS. Fatores associados à atividade física e aos comportamentos sedentários em adolescentes. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum 2009;11(1):59-66.

Sousa TF. Deslocamento passivo à escola em estudantes de um colégio particular da cidade de Itabuna, Bahia. Rev Dig EFDeportes 2010;15(146):1.

Silva KS, Lopes AS, Silva FM. Atividade física no deslocamento à escola e no tempo livre em crianças e adolescentes da cidade de João Pessoa, PB, Brasil. Ver Bras Ci e Mov 2007;15(3):61-70.

Hume C, Timperio A, Salmon J, Carver A, Giles-Corti B, Crawford D. Walking and cycling to school: predictors of increases among children and adolescents. Am J Prev Med 2009;36(3):195-200. https://doi.org/10.1016/j.amepre.2008.10.011

Oehlschlaeger MH, Pinheiro RT, Horta B, Gelatti C, San’Tana P. Prevalência e fatores associados ao sedentarismo em adolescentes de área urbana. Rev de Sau Púb 2004;38(2):157-63.

Moura MF, Freitas JFF, Souza VM, Levandoski G. Aderência da atividade física e lazer em adolescentes. Rev. Interdisciplin. Promoç. Saúde – RIPS 2018;1(1):46-53. http://dx.doi.org/10.17058/rips.v1i1.11973




DOI: https://doi.org/10.5902/2236583435278

Direitos autorais 2019 Saúde (Santa Maria)

______________________________________________________________

Peridiocidade: Fluxo Contínuo.


Qualis:


Interdisciplinar e Educação Física - B3

Ciências Ambientais, Enfermagem, Odontologia e Saúde Coletiva - B4

Medicina Veterinária - B5

Biotecnologia e Ciências Biológias II - C

  

 Licença Creative Commons 

Saúde (Santa Maria) ∴ revistasaude.ufsm@gmail.com

eISSN 2236-5834 ∴ DOI 10592/22365834

 

Acessos desde 08/08/2013.