Reaprendendo a ser chinês: o “processo civilizador” de um país em transformação

Rosana Pinheiro-Machado

Resumo


Neste artigo, discutem-se as transformações recentes da sociedade chinesa acarretadas pela abertura econômica da era pós-Mao. Argumenta-se, a la Nobert Elias, que a China vive o seu “processo civilizador” no momento em que novos valores e práticas são introduzidos a partir da sua inserção nos fluxos da globalização e em uma economia de mercado capitalista. Inúmeras esferas da vida social são afetadas, trazendo profundas conseqüências na subjetividade dos indivíduos, o que vai provocar uma ressignificação das concepções culturais acerca do corpo e do comportamento, bem como um processo de fiscalização interna e externa sobre os mesmos. A análise está baseada em trabalho de campo realizado na China, Província de Guangdong, entre 2006-2007.

Palavras-chave: China. Processo civilizador. Corpo. Consumo.

Palavras-chave


China; Civilization process; Body; Consumption.

Texto completo:

PDF


CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

      

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar