Violência doméstica: caracterização e atitude da equipe de saúde da família frente à problemática

Maria Eunice Ferreira Quadros, Michele Mandagará de Oliveira, Roberta Zaffalon Ferreira, Poliana Farias Alves

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/217976928359

Objetivo: conhecer a caracterização e atitude da equipe de saúde da família frente a violência doméstica. Método: trata-se de um estudo qualitativo, descritivo e exploratório, os dados foram coletados por meio de questionário semi-estruturado aplicado a 11 profissionais da Estratégia Saúde da Família localizada no Distrito Sanitário do Subúrbio Ferroviário do município de Salvador- Bahia/Brasil, no primeiro bimestre de 2010. Os dados foram analisados através da análise temática. Resultados: observou-se que os profissionais caracterizam a violência doméstica contra a mulher como um problema sério, grave e importante na sociedade; no entanto, alguns se sentem impotentes para prestar assistência às mulheres nessa situação. Conclusão: mostrou-se necessário tornar manifesto a problemática de violência doméstica contra a mulher, para que esta situação passe a ser compreendida como um problema que é social e também de saúde pública.


Palavras-chave


Violência doméstica; Programa saúde da família; Enfermagem; Assistência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/217976928359



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.