Estratégias de enfrentamento usadas por enfermeiros ao cuidar de pacientes oncológicos

Anna Maria de Oliveira Salimena, Simone de Rezende Teixeira, Thaís Vasconselos Amorim, Andyara do Carmo Pinto Coelho Paiva, Maria Carmen Simões Cardoso de Melo

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/217976926638

Objetivo: conhecer as estratégias que os enfermeiros utilizam para lidar com os abalos psicoemocionais advindos do processo de cuidado de pacientes oncológicos. Método: abordagem qualitativa, descritiva. Realizou-se entrevista aberta, com depoimento de nove enfermeiros, de um hospital oncológico da Zona da Mata Mineira, em Janeiro e Fevereiro de 2012. Da análise compreensiva com aproximação à fenomenologia emergiu que: os enfermeiros se comportam de maneiras distintas frente ao sofrimento e perspectiva da morte, ao enfrentar os abalos psicoemocionais no cuidar/assistir pessoas com câncer. Resultados: o enfrentamento dos desafios é feito através do distanciamento ou da aproximação, da busca espiritual, da presença da equipe interdisciplinar e da oferta assistencial qualificada. Considerações Finais: frente às peculiaridades de cada profissional e às diversas estratégias de enfrentamento adotadas, torna-se fundamental ouvir e dar voz ao enfermeiro em seu local de trabalho, para que este possa lidar melhor com as demandas da sua trajetória ocupacional.


Palavras-chave


Cuidados de enfermagem; Oncologia; Serviço hospitalar de oncologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/217976926638



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.