Ações realizadas pelo acompanhante durante os cuidados imediatos com o recém-nascido em maternidades públicas

Mayara Carminatti Sabino, Roberta Costa, Manuela Beatriz Velho, Odaléa Maria Brüggemann, Carolina Frescura Junges, Iris Elizabete Messa Gomes

Resumo


Objetivo: descrever as ações realizadas pelo acompanhante da mulher durante os cuidados imediatos com o recém-nascido. Método: estudo quantitativo descritivo realizado em três maternidades públicas da Grande Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, com 1.075 entrevistados entre março de 2015 e maio de 2016; e aplicou-se análise estatística descritiva. Resultados: nas ações realizadas destacaram-se: conversar com o recém-nascido (94,8%); acariciar (93,0%); acalmar (78,3%); pegar no colo (81,4%); auxiliar na primeira mamada (67,6%); e, conduzi-lo até a mãe (58,4%). Foram menos frequentes: dar o primeiro banho (7,9%); cortar o cordão umbilical (20,4%); e, colocar a fralda (26,7%). Conclusão: a participação do acompanhante nos cuidados com o recém-nascido demonstra ações de caráter sentimental, afetivo e de cuidado, bem como facilita o estabelecimento dos vínculos familiares. Conhecer as ações realizadas pelo acompanhante contribui para a prática assistencial, com a possibilidade de ampliar sua participação e proporcionar um maior significado para a mulher e à família.


Palavras-chave


Acompanhantes de pacientes; Apoio Social; Enfermagem obstétrica; Parto Humanizado; Recém-nascido

Referências


Ministério da Saúde (BR). Diretriz nacional de assistência ao parto normal: relatório de recomendação [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016 [acesso em 2016 jul 24]. Disponível em: http://conitec.gov.br/images/Consultas/2016/Relatorio_Diretriz-PartoNormal_CP.pdf

World Health Organization (WHO). WHO recommendations: intrapartum care for a positive childbirth experience [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2018 [cited 2018 Jul 24]. Available from: https://www.who.int/publications-detail/9789241550215

Tunçalp Ӧ, Were WM, MacLennan C, Oladapo OT, Gülmezoglu AM, Bahl R, et al. Quality of care for pregnant women and newborns-the WHO vision. BJOG. 2015;122(8):1045-9. doi: https://doi.org/10.1111/1471-0528.13451

BRASIL. Lei nº 11.108, de 07 de abril de 2005. Altera a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para garantir às parturientes o direito à presença de acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, no âmbito do Sistema Único de Saúde SUS. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 142, n. 67, p. 1, 08 abr. 2005.

Monguilhott JJC, Brüggemann OM, Freitas PF, d'Orsi E. Nascer no Brasil: the presence of a companion favors the use of best practices in delivery care in the South region of Brazil. Rev Saúde Pública. 2018;52:1. doi: https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2018052006258

Carvalho CFS, Carvalho IS, Brito RS, Vitor AF, Lira ALBC. O companheiro como acompanhante no processo de parturição. Rev Rene. 2015;16(4):613-21. doi: https://doi.org/10.15253/2175-6783.2015000400019

Francisco BS, Souza BS, Vitório ML, Zampieri MFM, Gregório VRP. Fathers’ perceptions about their experiences as birth companions. REME Rev Min Enferm. 2015;19(3):576-83. doi: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20150044

Brüggemann OM, Koettker JG, Velho MB, Monguilhott JJC, Monticelli M. Satisfação dos acompanhantes com a experiência de apoiar a parturiente em um hospital universitário. Texto Contexto Enferm. 2015;24(3):686-96. doi: https://doi.org/10.1590/0104-07072015004220014

Dodou HD, Sousa AAS, Barbosa EMG, Rodrigues DP. Sala de parto: condições de trabalho e humanização da assistência. Cad Saúde Colet (Rio J). 2017;25(3):332-8. doi: https://doi.org/10.1590/1414-462X201700030082

Van der Gucht N, Lewis K. Women's experiences of coping with pain during childbirth: a critical review of qualitative research. Midwifery. 2015;31(3):349-58. doi: https://doi.org/10.1016/j.midw.2014.12.005

Bohren MA, Hofmeyr GJ, Sakala C, Fukuzawa RK, Cuthbert A. Continuous support for women during childbirth. Cochrane Libr. 2017. 7:CD003766. doi: https://doi.org/10.1002/14651858.CD003766.pub6

Ministério da Saúde (BR). Guia do pré-natal do parceiro para profissionais de saúde [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016 [acesso em 2020 out 27]. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2016/agosto/11/guia_PreNatal.pdf

Nassar SM, Wronscki VR. SEstatNet - Sistema Especialista para o Ensino de Estatística na Web [Internet]. 2015 [acesso em 2016 jul 24]. Disponível em: http://sestatnet.ufsc.br

Anjos AM, Gouveia HG. Presença do acompanhante durante o processo de parturição e nascimento: análise da prática. Rev Enferm UERJ. 2019;27:e38686. doi: https://doi.org/10.12957/reuerj.2019.38686

Rodrigues DP, Alves VH, Penna LHG, Pereira AV, Branco MBLR, Souza RMP. O descumprimento da lei do acompanhante como agravo à saúde obstétrica. Texto Contexto Enferm. 2017;26(3):e5570015. doi: https://doi.org/10.1590/0104-07072017005570015

Nascimento SL, Pires VMMM, Santos NA, Machado JC, Meira LS, Palmarella VPR. Conhecimentos e experiências de violência obstétrica em mulheres que vivenciaram a experiência do parto. Revenf [Internet]. 2019 [acesso em 2020 nov 11];(37):66-79. Disponível em: https://www.scielo.sa.cr/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1409-45682019000200066

Silva CS, Carneiro MNF. Pais pela primeira vez: aquisição de competências parentais. Acta Paul Enferm. 2018;31(4):366-73. doi: https://doi.org/10.1590/1982-0194201800052

Bohren MA, Berger BO, Munthe-Kaas H, Tunçalp Ö. Perceptions and experiences of labour companionship: a qualitative evidence synthesis. Cochrane Libr. 2019;3:CD012449. doi: https://doi.org/10.1002/14651858.CD012449.pub2

Holanda SM, Castro RCMB, Aquin PS, Pinheiro AKB, Lopes LG, Martins ES. Influência da participação do companheiro no pré-natal: satisfação de primíparas quanto ao apoio no parto. Texto Contexto Enferm. 2018;27(2):e3800016. doi: https://doi.org/10.1590/0104-070720180003800016

Gomes IEM, Padoin SMM, Langendorf TF, Paula CC, Gomes CA, Ribeiro AC. Benefícios da presença do acompanhante no processo de parto e nascimento: revisão integrativa. Rev Enferm UFSM. 2019;9(e61):1-18. doi: https://doi.org/10.5902/2179769234170

Gomes ALM, Rocha CR, Henrique DM, Santos MA, Silva LR. Conhecimentos de familiares sobre os cuidados com recém-nascidos. Rev Rene. 2015;16(2):258-65. doi: https://doi.org/10.15253/2175-6783.2015000200016

Souza SRRK, Gualda DMR. A experiência da mulher e de seu acompanhante no parto em uma maternidade pública. Texto Contexto Enferm. 2016;25(1):e4080014. doi: https://doi.org/10.1590/0104-0707201600004080014




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769246916

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.