Práticas de cuidado no puerpério desenvolvidas por enfermeiras em Estratégias de Saúde da Família

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179769237087

Palavras-chave:

Período Pós-Parto, Estratégia Saúde da Família, Cuidado Pós-Natal, Enfermagem

Resumo

Objetivo: conhecer as práticas de cuidado desenvolvidas por enfermeiras de Estratégias de Saúde da Família para mulheres no puerpério. Método: pesquisa qualitativa realizada entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017 por meio de entrevista semiestruturada com nove enfermeiras. Os dados foram analisados conforme a proposta operativa. Resultados: as consultas puerperais acontecem em torno de uma a duas vezes dentro de 30 dias e são realizadas, majoritariamente, pelas enfermeiras por meio do exame físico obstétrico, cuidados com a incisão da cesariana ou episiotomia, avaliação de aspectos emocionais e orientações sobre sexualidade, planejamento reprodutivo, amamentação, cuidados com o recém-nascido e vínculo entre mãe e bebê. Conclusão: as enfermeiras percebem a relevância das práticas do cuidado e suas principais características, pois reconhecem as alterações hormonais, emocionais e sociais do período e a importância da atuação de profissionais nessa fase cercada por transformações, adaptações e vulnerabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Críslen Malavolta Castiglioni, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira graduada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mestra em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf/UFSM). Especialista em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Franciscana (UFN)

Luiza Cremonese, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira graduada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mestra e Doutoranda do pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf/UFSM). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem na ULBRA Cachoeira do Sul. Especialista em saúde pública com ênfase em saúde da família. Especialista em saúde do adolescente.

Lisie Alende Prates, Universidade Federal do Pampa

Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA). Especialista em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Franciscana (UFN). Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf/UFSM). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da UNIPAMPA.

Maria Denise Schimith, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira. Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp/SP).Docente do Curso de Graduação em Enfermagem e da Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria PPGEnf/UFSM.

Graciela Dutra Sehnem, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Laís Antunes Wilhelm, Universidade Federal de Santa Maria

Enfermeira graduada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Especialista em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Franciscana (UFN). Doutora e Pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf/UFSM). Pesquisadora do Grupo de Pesquisa CRIANDO/UFSM.

Referências

Dassoler MF, Ceretta LB, Soratto MT. Desafios enfrentados pelo enfermeiro na consulta puerperal. Rev Interdiscip Estud Saúde [Internet]. 2017 [acesso em 2020 abr 21];6(2):162-76. Disponível em: http://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/ries/article/view/840

Mazzo MHSN, Brito RS. Nursing instrument to attend mothers who recently gave birth in primary health care. Rev Bras Enferm. 2016 Mar-Apr;69(2):294-303. doi: https://doi.org/10.1590/0034-7167.2016690215I

Corrêa MSM, Feliciano KVO, Pedrosa EM, Souza AI. Acolhimento no cuidado à saúde da mulher no puerpério. Cad Saúde Pública. 2017 Apr;33(3):e00136215. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00136215

Strefling ISS, Borba CB, Soares MCSC, Demori CC, Vaz CHGJ, Santos CP. Percepções de puérperas sobre o cuidado de enfermagem no alojamento conjunto. Rev Pesq Cuid Fundam. 2017 Apr-Jun;9(2):333-9. doi: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2017.v9i2.333-339

Andrade RD, Santos JS, Maia MAC, Mello DF. Factors related to women's health in puerperium and repercussions on child health. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2015 Jan-Mar [cited 2019 Feb 15];19(1):181-6. Available from: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452015000100181&lng=es&nrm=1&tlng=en

Baratieri T, Natal S. Ações do programa de puerpério na atenção primária: uma revisão integrativa. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2019 [cited 2020 Apr 21];24(11):4227-38. Available from: http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/acoes-do-programa-de-puerperio-na-atencao-primaria-uma-revisao-integrativa/16743?id=16743

Mori E, Iwata H, Sakajo A, Maehara K, Tamakoshi K. Association between physical and depressive symptoms duringthe first 6 months postpartum. Int J Nurs Pract. 2017 Jun;23(1):12545. doi: https://doi.org/10.1111/ijn.12545

Vargas GS, Alves VH, Rodrigues DP, Branco MBLR, Souza RMP, Guerra JVV. Atuação dos profissionais de saúde da estratégia saúde da família: promoção da prática do aleitamento materno. Rev Baiana Enferm. 2016;30(2):1-9. doi: http://dx.doi.org/10.18471/rbe.v30i2.14848

Ministério da Saúde (BR). Protocolos da Atenção Básica: saúde das mulheres. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2016.

Collaço VS, Santos EKA, Souza KV, Alves HV, Zampieri MF, Gregório VRP. O significado atribuído pelo casal ao parto domiciliar planejado, assistido pelas enfermeiras obstétricas da equipe HANAMI. Texto & Contexto Enferm. 2017 Jun;26(2):e6030015. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017006030015

Medeiros LS, Costa ACM. Período puerperal: a importância da visita domiciliar para enfermeiros da Atenção Primária à Saúde. Rev Rene (Online). 2016 Jan-Fev;17(1):112-9. doi: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2016000100015

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo (SP): Hucitec-Abrasco; 2014.

Luz VLES, Sales JCS, Siqueira MLS, Vieira, TS, Coêlho DM, Barbosa MG. Assistência do enfermeiro da Estratégia Saúde da Família na visita domiciliar à puérpera. Rev Interdiscip [Internet]. 2016 Fev-Mar [acesso em 2019 Fev 18];9(1):13-23. Disponível em: http://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/viewFile/552/pdf_280

Cassiano AN, Araújo MG, Holanda CSM, Costa RKS. Perception of nurses on humanization in nursing care in immediate puerperium. Rev Pesq Cuid Fundam. 2015 Jan-Mar;7(1):2051-60. doi: https://doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.2051-2060

Santos KSS, Paixão GPN, Brito PMC, Jerônimo AS, Oliveira EHSA. A experiência de mulheres no pós-parto sobre o planejamento familiar. Saude Pesqui (Online). 2019 Jan-Apr [acesso em 2020 Mar 01];12(1):177-85. doi: https://doi.org/10.17765/2176-9206.2019v12n1p177-185

Figueiredo JV, Fialho AVM, Mendonça GMM, Rodrigues DP, Silva LF. A dor no puerpério imediato: contribuição do cuidado de enfermagem. Rev Bras Enferm. 2018 Sept;71(Suppl 3):1424-31. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0345

Prigol AP, Baruffi LM. O papel do enfermeiro no cuidado à puérpera. Rev Enferm UFSM. 2017 Jan-Feb;7(1):1-8. doi: http://dx.doi.org/10.5902/2179769222286

Dantas SLC, Rodrigues DP, Fialho AVM, Barbosa EMG, Pereira AMM, Mesquita NS. Representações sociais de enfermeiros da atenção primária à saúde sobre cuidado de enfermagem no pós-parto. Cogitare Enferm. 2018 Apr;(23)3:e53250. doi: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v23i3.53250

Correia TIG, Pereira MLI. Os cuidados de enfermagem e a satisfação dos consumidores no puerpério. Rev Eletrônica Enferm. 2015 Jan-Mar;17(1):21-9. doi: http://dx.doi.org/10.5216/ree.v17i1.28695

Hashin, T. H. et al. Predictors of appropriate breastfeeding knowledge among pregnant women in Moshi Urban, Tanzania: a cross-sectional study. Int Breastfeeding J. 2016 Feb;12(11). doi: https://doi.org/10.1186/s13006-017-0102-4

Romagnolo AN, Costa AO, Souza NL, Somera VCO, Gomes MB. A família como fator de risco e de proteção na gestação, parto e pós-parto. Semin Ciênc Soc Hum. 2017 Jul-Dez;38(2):133-46. doi: https://doi.org/10.5433/1679-0383.2017v38n2p133

Schlagintweit HE, Bailey K, Rosen NO. A new baby in the bedroom: frequency and severity of postpartum sexual concerns and their associations with relationship satisfaction in new parent couples. J Sex Med. 2016;13(10):1455-65. doi: https://doi.org/10.1016/j.jsxm.2016.08.006

Mazzo MHSN, Brito RS, Silva ICG, Feitosa MM, Lima MSE, Silva ECP. Percepção das puérperas sobre seu período pós-parto. Investig Enferm. 2018;20(2):1-9. doi: https://doi.org/10.11144/Javeriana.ie20-2.ppsp

Rossen L, Mattick RP, Wilson J, Clare PJ, Burns L, Allsop S, et al. Mother-infant bonding and emotional availability at 12-months of age: the role of early postnatal bonding, maternal substance use and mental health. Matern Child Health J. 2019;23(12):1686-98. doi: https://doi.org/10.1007/s10995-019-02809-1

Andrade CJ, Bacceli MS, Benincasa M. O vínculo mãe-bebê no período de puerpério: uma análise Winnicottiana. Vínculo [Internet]. 2017 [acesso em 2019 fev 18];14(1):1-13. Disponível em: pepsic.bvsalud.org/pdf/vinculo/v14n1/v14n1a04.pdf

Publicado

2020-07-02

Como Citar

Castiglioni, C. M., Cremonese, L., Prates, L. A., Schimith, M. D., Sehnem, G. D., & Wilhelm, L. A. (2020). Práticas de cuidado no puerpério desenvolvidas por enfermeiras em Estratégias de Saúde da Família. Revista De Enfermagem Da UFSM, 10, e50. https://doi.org/10.5902/2179769237087

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4