Práticas sustentáveis no âmbito hospitalar: percepção dos enfermeiros

Daniel Pinho Mendes, Edison Luiz Devos Barlem, Helena Heidtmann Vaghetti, Carolina Domingues Hirsch

Resumo


Objetivo: conhecer as percepções de enfermeiros acerca da sustentabilidade ambiental no âmbito hospitalar. Método: estudo exploratório-descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em quatro hospitais da 1ª; 4ª; 17ª e 18ª Coordenadorias Regionais de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul. Foi desenvolvido entre os meses de setembro de 2013 e fevereiro de 2014, tendo como participantes 26 Enfermeiros. Análise dos dados seguiu os preceitos da Análise Textual Discursiva. Resultados: os relatos emergentes dos entrevistados indicaram que as práticas de enfermagem na sustentabilidade hospitalar apresentam-se exclusivamente sob obediência de estruturas organizacionais dos hospitais, dependência da legislação e na construção de valores organizacionais. Considerações Finais: a construção de práticas sustentáveis está atrelada à herança do modelo administrativo burocrático, normativo e categórico no processo decisório da formação de crenças e valores sustentáveis.

Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável; Hospital Geral; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769231634

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.