Assistência pré-natal segundo registros profissionais presentes na caderneta da gestante

Lígia Laura de Sousa Castro, Isabelly Gomes de Oliveira, Raylla Araújo Bezerra, Leilane Barbosa de Sousa, Saiwori de Jesus Silva Bezerra dos Anjos, Lydia Vieira Freitas dos Santos

Resumo


Objetivo: descrever a assistência pré-natal segundo registros profissionais presentes na caderneta da gestante. Método: estudo quantitativo, realizado com puérperas de uma maternidade filantrópica, localizada em um município do interior do Estado do Ceará. Os dados sociodemográficos foram coletados em entrevista e as informações do pré-natal por meio da caderneta da gestante. Os dados foram analisados com base na estatística descritiva. Resultados: participaram 52 puérperas que possuíam de 15 a 40 anos. Observaram-se falhas no registro de informações do pré-natal, sendo as mais graves no que diz respeito aos exames laboratoriais e à avaliação nutricional da gestante. Considerações Finais: faz-se necessário uma mudança na conduta dos profissionais, por meio de qualificação acerca da assistência pré-natal e acompanhamento frequente por parte dos gestores de saúde do município, pois por meio do registro correto das informações obtidas durante a consulta é possível realizar acompanhamento adequado durante o parto e puerpério.

Palavras-chave


Cuidado pré-natal; Avaliação em enfermagem; Saúde materno-infantil; Enfermagem

Referências


Ministério da Saúde (BR). Cadernos de Atenção Básica: atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013.

Alibekova R, Huang J-P, Chen Y-H. Adequate prenatal care reduces the risk of adverse pregnancy outcomes in women with history of infertility: a nationwide population-based study. PLoS One [Internet]. 2013 [acesso em 2016 mar 10];8(12):e84237. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24358347

Silva EP, Lima RT, Costa MJC, Batista Filho M. Desenvolvimento e aplicação de um novo índice para avaliação do pré-natal. Rev Panam Salud Pública [Internet]. 2013 [acesso em 2019 mar 08];33(5):356-62. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/ssm/content/raw/?resource_ssm_path=/media/assets/rpsp/v33n5/a07v33n5.pdf

Barreto CN, Ressel LB, Santos CC, Wilhelm LA, Silva SC, Camila Alves CN. Atenção pré-natal na voz das gestantes. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2013 [acesso em 2019 mar 08];7(5):4354-63. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/11674/13851

Gennaro S, Melnyk BM, O´Connor C, Gibeau AM, Nadel E. Improving prenatal care for minority women. MCN Am J Matern Child Nurs [Internet]. 2016 [acesso em 2019 mar 08]; 41(3):147–53. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4851587/pdf/nihms744751.pdf

Santos TMMG, Abreu APSB, Campos TG. Avaliação dos registros no cartão de pré-natal da gestante. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2017 [acesso em 2019 mar 05];11(Supl 7):2939-45. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/8458/19206

Viellas EF, Domingues RMSM, Dias MAB, Gama SGN, Theme Filha MM, Costa JV, et al. Assistência pré-natal no Brasil. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [acesso em 2016 maio 12];30(Suppl 1):85-100. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2014001300016

Polgliane RBS, Leal MC, Amorim MHC, Zandonade E, Santos Neto ET. Adequação do processo de assistência pré-natal segundo critérios do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento e da Organização Mundial de Saúde. Ciênc Saúde Coletiva [Internet]. 2014 [acesso em 2016 maio 11];19(7):1999-2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232014000701999&script=sci_abstract&tlng=pt

Oliveira RLA, Fonseca CRB, Carvalhaes MABL, Parada CMGL. Avaliação da atenção pré-natal na perspectiva dos diferentes modelos na atenção primária. Rev Latinoam Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2016 maio 11];21(2):546-53. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlae/v21n2/pt_0104-1169-rlae-21-02-0546.pdf

Silva EP, Lima RT, Ferreira NLS, Costa MJC. Pré-natal na atenção primária do município de João Pessoa-PB: caracterização de serviços e usuárias. Rev Bras Saude Mater Infant [Internet]. 2013 [acesso em 2016 maio 12];13(1):29-37. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292013000100004

Marqui PA, Kuroyanagi FL, Foss MS, Dobre NR, Souza DN, Lima E. Principais fatores da baixa adesão ao uso do ácido fólico. UNOPAR Cient Ciênc Biol Saúde [Internet]. 2014 [acesso em 2019 mar 05];16(2):141-8. Disponível em: http://pgsskroton.com.br/seer/index.php/JHealthSci/article/download/516/486

Organização Mundial da Saúde (OMS). Diretriz: suplementação diária de ferro e ácido fólico em gestantes. Genebra: Organização Mundial da Saúde; 2013.

Costa CSC, Vila VSC, Rodrigues FM, Martins CA, Pinho LMO. Características do atendimento pré-natal na Rede Básica de Saúde. Rev Eletrônica Enferm [Internet]. 2013 [acesso em 2016 abr 10];15(2):516-22. Disponível em: https://www.fen.ufg.br/fen_revista/v15/n2/pdf/v15n2a26.pdf

Nogueira CMCS, Justino JMR, Tavares MIPL, Morais FRR. Caracterização da estrutura e do processo de trabalho na assistência ao pré-natal. Cogitare Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2019 mar 04];21(4):01-10. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/45886

Balsells MMD, Oliveira TMF, Bernardo EBR, Aquino PS, Damasceno AKC, Castro RCMB, et al. Avaliação do processo na assistência pré-natal de gestantes com risco habitual. Acta Paul Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2019 mar 04];31(3):247-54. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002018000300247&lng=en

Lansky S, Friche AA, Silva AA, Campos D, Bittencourt DA, Carvalho ML, et al. Pesquisa nascer no Brasil: perfil da mortalidade neonatal e avaliação da assistência à gestante e ao recém-nascido. Cad Saúde Pública [Internet]. 2014 [acesso em 2019 mar 04];39(1):192-207. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v30s1/0102-311X-csp-30-s1-0192.pdf

Fonseca MRCC, Laurenti R, Marin CR, Traldi MC. Ganho de peso gestacional e peso ao nascer do concepto: estudo transversal na região de Jundiaí, São Paulo, Brasil. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2014 [acesso em 2019 mar 04];19(5):1401-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v19n5/1413-8123-csc-19-05-01401.pdf

Vettore MV, Dias M, Vettore MV, Leal MC. Avaliação da qualidade da atenção pré-natal dentre gestantes com e sem história de prematuridade no Sistema Único de Saúde no Rio de Janeiro, Brasil. Rev Bras Saude Mater Infant [Internet]. 2013 [acesso em 2016 maio 12];13(2):89-100. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-38292013000200002&script=sci_abstract&tlng=pt

Lima LFC, Davim RMB, Silva RAR, et al. Importância do exame físico da gestante na consulta do enfermeiro. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2014 [acesso em 2019 maio 26];8(6):1502-9. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/9838/10039




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769231236

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.