Eventos adversos decorrentes de falhas de comunicação: reflexões sobre um modelo para transição do cuidado

Mileide Morais Pena, Marta Maria Melleiro

Resumo


Objetivo: analisar a relação entre processo de comunicação e ocorrência de eventos adversos e refletir acerca de um modelo para as transições do cuidado em instituições hospitalares. Método: estudo teórico-reflexivo. Resultados: as análises de referenciais teóricos, publicações de organizações órgãos, certificadores e artigos científicos demonstraram a relação entre as falhas de comunicação e a ocorrência de eventos adversos. Observou-se que muitos problemas de comunicação entre os profissionais de saúde ocorrem durante a transição do cuidado, entretanto, quando há padronização das informações, resultados positivos são evidenciados. Conclusões: a utilização de ferramentas para a padronização do processo de transição do cuidado deve ser incentivada, visto que a comunicação é essencial nas relações humanas que envolvem os pacientes, seus familiares e os profissionais, contribuindo para a transformação do cenário nas instituições de saúde e aperfeiçoamento da cultura de segurança.

Palavras-chave


Qualidade da assistência à saúde; Segurança do paciente; Gerenciamento de segurança; Comunicação; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769225432



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.