A família frente ao adoecimento por câncer de mama

Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Jane Maria Hoffmann, Danusa Begnini, Claudelí Mistura, Bruna Stamm

Resumo


Objetivo: compreender a participação da família no decorrer da trajetória do adoecimento por câncer de mama. Método: estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado com sete pessoas integrantes de duas famílias que vivenciaram o adoecimento por câncer de mama. O instrumento de coleta de dados foi uma entrevista semiestruturada. A análise de conteúdo temática foi utilizada para o tratamento e análise de dados, tendo como referencial teórico o Modelo de Constelação da Doença. Resultados: os dados foram organizados em quatro categorias: estágio da incerteza, estágio da ruptura, esforçando-se para recuperar o self e recuperando o bem estar. Considerações finais: o estudo possibilitou ampliar o conhecimento e a compreensão acerca da participação da família diante do adoecimento por câncer de mama com base em um modelo teórico específico.


Palavras-chave


Família; Neoplasias; Doença crônica; Enfermagem; Neoplasias da mama

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769220893



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.