Percepção de enfermeiros-líderes sobre o gerenciamento de conflitos no ambiente hospitalar

Simone Coelho Amestoy, Rejane Santos Peixoto, Raquel Pötter Garcia, Bianca Pozza dos Santos, Camila Neves da Silva, Diego Duro Braga

Resumo


Objetivo: conhecer a percepção de enfermeiros-líderes sobre o gerenciamento de conflitos no ambiente hospitalar. Método: pesquisa qualitativa e descritiva, em que participaram dez enfermeiros que trabalhavam em um hospital da região sul do Brasil. A coleta de dados foi realizada nos meses de outubro a novembro de 2014, por meio de entrevistas semiestruturadas e analisadas conforme Proposta Operativa. Resultados: os conflitos de relacionamento foram os mais relatados pelos participantes, sendo causados pela falta de continuidade das atividades desempenhadas pela equipe de enfermagem e excesso de trabalho. O diálogo e a realização de reuniões foram as principais estratégias adotadas para minimizá-los. Considerações finais: para ser resolutivo, o gerenciamento de conflitos carece de maiores investimentos no ensino, durante a graduação.

Palavras-chave


Enfermagem; Liderança; Serviços hospitalares

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769218167



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.