Associação entre antecedentes ginecológico-obstétricos e sintomas do climatério

Estela Rodrigues Paiva Alves, Juliana Cristina Cruz Calazans, Almiranice Yara de Moura Ferreira, Gerlaine de Oliveira Leite, Khivia Kiss da Silva Barboza, Maria Djair Dias

Resumo


Objetivo: verificar a associação entre os antecedentes ginecológico-obstétricos e sintomas do climatério. Método: pesquisa exploratório-descritiva, transversal com abordagem quantitativa, envolvendo 260 mulheres no climatério. Foram excluídas as mulheres que faziam tratamento de reposição hormonal, uso de fitoestrógenos e contraceptivos hormonais até seis meses antes da coleta. Utilizou-se para a coleta dos dados dois questionários, um com dados ginecológicos e obstétricos e o Índice Menopausal de Blatt & Kupperman. Os dados foram analisados por meio das técnicas de estatística descritiva e inferencial. Resultados: os sintomas de grau leve foram os mais apontados pelas mulheres, os mesmos estiveram associados aquelas que referiram ainda apresentar fluxo menstrual regular. Conclusão: o histórico ginecológico-obstétrico pode ter relação com os possíveis sintomas do climatério.


Palavras-chave


Climatério; Saúde da Mulher; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769210567



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.