A SAUDADE ECOLOGICAMENTE CORRETA:A EDUCAÇÃO AMBIENTAL E OS PROBLEMAS AMBIENTAIS EM CEMITÉRIOS

Djalma Dias da Silveira, Salate Retamoso Palma

Resumo


Dificilmente alguém sabe ou imagina que os cemitérios possam causar grandes impactos ambientais e danos à saúde pública. A decomposição da matéria orgânica gera um líquido viscoso, de cor acinzentada-acastanhada e com odor acre e fétido, o necrochorume. Portanto, os cemitérios são depósitos de cadáveres humanos que necessitam de uma destinação correta, pois a degradação dos mesmos pode constituir inúmeros focos de contaminação. Através de uma revisão bibliográfica objetivou-se levantar dados sobre os impactos ambientais ocasionados pela construção de cemitérios, bem como avaliar as inter-relações deste assunto com os riscos à saúde pública à luz da educação ambiental. Analisando a literatura especializada, constata-se que o processo de decomposição dos corpos pode comprometer a qualidade do solo e águas subterrâneas causando alterações físicas, químicas e biológicas, além de tornar o ambiente propício a disseminação de doenças infecto-contagiosas. Será que não se pode lidar com a morte de uma forma ecologicamente correta?

 


Palavras-chave


Environmental Education; Cemetery; Necroleachate

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223613082766

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.