Música e Educação Ambiental em uma Escola do Campo localizada no município de São Gabriel - RS: Uma forma interdisciplinar de significar a realidade complexa

Cibele Ambrozzi Corrêa, Sônia Conceição Assis de Oliveira, Rafael Cabral Cruz

Resumo


O antropocentrismo (ser humano como centro do universo), fixado pelo paradigma cartesiano, carrega uma boa parcela de responsabilidade pela crise de percepção quanto ao meio ambiente, visto como objeto de uso, bem como, ao termo Educação Ambiental, entendida tão somente como educação ecológica. A educação possui suas bases apoiadas neste paradigma, o que acarreta na fragmentação das inter-relações de diversos campos do conhecimento. A interdisciplinaridade pode auxiliar na transformação de tal representação isolacionista, por provocar um intenso diálogo entre as áreas, com ações coletivas que visam o todo, entretanto, ainda há resistência em colocá-la em prática nas escolas, devido à complexidade de ser e trabalhar desta forma, tornando-se um desafio aos atores envolvidos por gerar mudanças de comportamentos, paradigmas e, consequentemente, no processo de ensino-aprendizagem. Diante do exposto, buscou-se utilizar a música e a Educação Ambiental, áreas interdisciplinares, em atividades do Macrocampo Acompanhamento Pedagógico do Programa Mais Educação, perpassando os conteúdos curriculares dos anos iniciais do ensino fundamental de uma Escola Rural chamada Escola Municipal de Ensino Fundamental Mascarenhas de Moraes – Polo de São Gabriel/RS, e posteriormente verificar os possíveis efeitos alcançados, através da utilização de uma abordagem qualitativa. Segundo os resultados, ficou evidente a mudança de comportamento e o aumento de interesse dos educandos. Este estudo reúne subsídios que dão embasamento à atuação de  novas estratégias educacionais interdisciplinares que podem contribuir para o processo de ensino aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino-aprendizagem; Interdisciplinaridade; Educação ambiental; Escola rural; Música

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BRASIL.. Parâmetros curriculares nacionais: meio ambiente/saúde. Brasília: Secretaria de Educação Ambiental, 1998.

GRUN, M. Ética e educação ambiental: A conexão necessária/ Mauro Grun. – Campinas, SP: Papirus, 1996.

GUIMARÃES, M. A dimensão Ambiental na Educação. 2 ed. São Paulo: Papirus, 2007.

JODELET, D. (org.), As Representações Sociais. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2001.

LEFF, E. Educação ambiental e desenvolvimento sustentável. In: REIGOTA, M. (org.). Verde cotidiano: o meio ambiente em discussão. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LEFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Trad. Lúcia Mathilde Endlich Orth. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

LEFF, Enrique. Complexidade, interdisciplinaridade e saber ambiental. Olhar de professor, Ponta Grossa, v.14, n. 2, 2011.

MAIA, W. M. Percepção e inteligência artificial - Conceitos, considerações e arquitetura. São Paulo: Biblioteca24horas, 2012.

MALHOTRA, N. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

MARTIN, A. S. K. Introdução à Psicologia. São Paulo: Pioneira Thomson, 1999.

MUSZKAT, M.; CORREIA, C.M.F.; CAMPOS, S.M. Música e Neurociências. Revista de Neurociências, v. 8, n. 2, 2000.

PORCHAT, P. Freud e o teste de realidade. São Paulo: Casa do Psicólogo, FAPESP, 2005.

PORCHER, L. Educação artística – luxo ou necessidade? São Paulo: Summus Editorial, 1982.

SANTOS, M. de F. de S.; ALMEIDA, L. M. de (Orgs.), L. M. Diálogo com a Teoria das Representações Sociais. Recife: Editora Edufal, 2005.

SCHAFER, R.M. O ouvido pensante. Trad. Marisa Trench de O. Fonterrada, Magda R. Gomes da Silva, Maria Lucia Pascoal. São Paulo: Fundação Editora da UNESP, 1991.

SÊGA, R. A, O conceito de representação social nas obras de Denise Jodelet e Serge Moscovici. Revista anos 90 – Revista do Programa de Pós-Graduação de História, v. 8, n. 13, 2000.

SEKEFF, M. de L. Da música: seus usos e recursos. São Paulo: Editora: UNESP, 2002; 2007.

TITTON, M.B.P.; XAVIER, M.L.M.F.; PACHECO, S.M. (orgs.). Caderno Pedagógico do Macrocampo Acompanhamento Pedagógico. Brasília: Ministério da Educação, 2011. 117 p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=8206&Itemid=. Acesso em: 20 ago. 2015.

TRISTÃO, R. M.; PEDERIVA, P. L. M. Música e Cognição. Ciências & Cognição; ano 3, v. 09, 2006. Disponível em http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/issue/view/24. Acesso em: 15 ago. 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130820633

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.