A CONSTRUÇÃO DA GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL DOS RECURSOS HÍDRICOS NA PECUÁRIA FAMILIAR DO ALTO CAMAQUÃ

Cibelle Machado Carvalho, Denise Silva Nunes, Nájila Souza da Rocha, Rafael Cabral Cruz

Resumo


Uma característica fundamental da pecuária familiar do Território do Alto Camaquã é sua dependência dos recursos naturais. O uso destes recursos, no entanto, ainda necessita de estratégias mais conscientes por partes dos atores locais. Este trabalho teve por objetivo o diagnóstico in loco de nascentes e determinação do seu estado de preservação, correlacionando com uma entrevista para melhor entendimento do processo cultural de utilização destes recursos hídricos e suas interligações com o ambiente. A partir da metodologia proposta, identificou-se que 32% das nascentes mapeadas estavam em nível de degradação, 58% eram nascentes perturbadas e 10% nascentes preservadas. Concluiu-se que a cultura de utilização das nascentes está arraigada na população e a falta de políticas públicas que solucionem os problemas de abastecimento hídrico tem causada uma má utilização destas e tornando necessária a gestão e educação hídrica territorial.


Palavras-chave


nascentes, gestão, pecuária familiar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130815163

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.