THE CONTEXT OF THE INSTITUTIONAL FOOD SUPPLYING IN THE HEALTH OF THE BRAZILIAN WORKER

Virgílio José Strasburg, Carla Redin

Abstract


The assurance and access to food is a basic right internationally recognized by human rights. The Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) is a Brazilian program created in order to ensure an adequate food intake for workers. For these communities, the provision of food through meals is done by Food and Nutrition Units (FNU). This study reviews the existing literature addressing the analysis of menus offered by companies to employees and their health evaluation. The results of the studies investigated show qualitative aspects of the menu composition and quantitative inadequacies in relation to energy and macronutrient values available in meals. On the analysis of the aspects of the workers’ nutritional conditions, it was identified a higher prevalence of overweight in those who were served by companies linked to the PAT. The findings highlight the importance of reassessing the standard quality of the meals served so it can contribute to an adequate health state of these workers.

Keywords


Meal; restaurants; workers; overweight; chronic diseases.

References


ABERC. Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas. O mercado da Alimentação. 2014. Disponível em . Acesso em: 20 de fev. 2014.

ABREU, E.S.; SPINELLI, M.G.N.; ZANARDI, A.M.P. Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição: um modo de fazer. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Metha, 342p, 2009.

AMORIM, M. M. A.;JUNQUEIRA, R. G.; JOKL, L. Adequação nutricional do almoço self-service de uma empresa de Santa Luzia, MG. Revista de Nutrição, Campinas, 18(1):145-156, jan./fev., 2005. Disponível em .

ARAÚJO, M. S., et al. Factors associated with overweight and central adiposity in urban workers covered by the Workers´ Food Program of the Brazilian Amazon Region. Rev. Bras.Epidemiol., 13(3): 425-33, 2010. Disponível em .

BANDONI, D. H.; JAIME, P. C. A qualidade das refeições de empresas cadastradas no Programa de Alimentação do Trabalhador na cidade de São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, 21(2):177-184, mar./abr., 2008. Disponível em .

BRASIL. Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho – DSST. Secretaria de Inspeção do Trabalho. Ministério do Trabalho e Emprego. Orientação da Educação Alimentar. Brasília, 1999.

BRASIL. Ministério da Saúde. A vigilância, o controle e a prevenção das doenças crônicas não-transmissíveis : DCNT no contexto do Sistema Único de Saúde brasileiro / Brasil. Ministério da Saúde – Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2005.

BRASIL. Portaria N° 193, de 5 de dezembro de 2006. Publicada no D.O.U de 07 de Dezembro de 2006 Altera os parâmetros nutricionais do Programa de Alimentação do Trabalhador – PAT, 2006.

BRASIL, Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Diretoria de Pesquisas. Coordenação de Trabalho e Rendimento. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009: Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro, 2010.

BRASIL. Ministério Da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Coordenação Nacional De Hipertensão E Diabetes. Brasil. Ministério da Saúde – Brasília, janeiro/2011.

BRASIL. Mais de 15 milhões de trabalhadores são beneficiados por programa de alimentação. Portal Brasil, 9 de out. 2012. Disponível em < http://www.brasil.gov.br/governo/2012/10/mais-de-15-milhoes-de-trabalhadores-sao-beneficiados-por-programa-de-alimentacao>. Acesso em: 20 de fev. 2014.

BEAGLEHOLE, R.; BONITA, R.; KJELLSTRÖM, T. Medindo Saúde e Doença. In: Epidemiologia Básica. São Paulo: Livraria Santos, 1. ed. 1996.

CANELLA, D. S.; BANDONI, D. H.; JAIME, P. C. Densidade energética de refeições oferecidas em empresas inscritas no Programa de Alimentação do Trabalhador no município de São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, 24(5):715-724, set./out., 2011. Disponível em .

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS. Resolução CFN N° 380/2005. Dispõe Sobre a Definição das Áreas de Atuação do Nutricionista e suas Atribuições, Estabelece Parâmetros Numéricos de Referência, por Área de Atuação, e dá Outras Providências. Brasília, 2005.

FRANTZ, C. B., et al. Developmentof a method for controllingsaltandsodium use duringmealpreparation for foodservices. Revista de Nutrição, Campinas, 26(1):75-87, jan./fev., 2013. Disponível em .

GERALDO, A. P. G.; BANDONI, D. H.; JAIME, P. C. Aspectos dietéticos das refeições oferecidas por empresas participantes do Programa de Alimentação do Trabalhador na Cidade de São Paulo, Brasil. Rev. Panam Salud Publica, 23(1):19-25, 2008. Disponível em .

GORGULHO, B. M.; LIPI, M.; MARCHIONI, D. M. L. Qualidade nutricional das refeições servidas em uma unidade de alimentação e nutrição de uma indústria da região metropolitana de São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, 24(3):463-472, maio/jun., 2011. Disponível em .

HOLMAN, H.; LORIG, K. Patients as partners in managing chronic disease. Br. Med. J., 320: 526-7, 2000. Disponível em .

MACHADO, F. M. T.; SIMÕES, A.N. Análise custo-efetividade e índice de qualidade da refeição aplicados à Estratégia Global da OMS. Rev. Saúde Pública, 42(1): 64-72, 2008. Disponível em .

MALTA, D. C.; NETO, O. L. M.; SILVA JUNIOR, J. B. Apresentação do plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis no Brasil, 2011 a 2022. Rev. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, 20 (4): 425-438, out-dez 2011. Disponível em .

MARTINEZ, M. C.; LATORRE, M. R. D. O. Fatores de risco para Hipertensão Arterial e Diabete melito em trabalhadores de Empresa metalúrgica e Siderúrgica. ArqBrasCardiol, 87: 471-479, 2006. Disponível em .

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Cuidados inovadores para condições crônicas: componentes estruturais de ação: relatório mundial. Brasília: Organização Mundial da Saúde, 2003.

PELUFFO, D. R. Programa de Alimentação do Trabalhador - PAT. 2012. Disponível em: . Acesso em: 20 de fev. 2014.

PROENÇA, R. P. C.; SOUSA, A. A.; VEIROS, M. B.; HERING, B. Qualidade nutricional e sensorial na produção de refeições. Nutrição em Pauta. Nov/dez de 2005. Disponível em: < http://www.nuppre.ufsc.br/wp-content/uploads/2/PROEN%C3%87A-et-al-Qualidade-Nutricional-e-Sensorial-2005.pdf>. Acesso em: 20 de fev. 2014.

RADIS, Programa Radis de Comunicação e Saúde. Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Má nutrição custa ao mundo R$ 7 trilhões. Radis. Nº 130, pag 6, jul. de 2013. disponível em: < http://www6.ensp.fiocruz.br/radis/sites/default/files/radis130web_0.pdf>. Acesso em 20 de fev. de 2014.

SALAS, C. K. T. S., et al. Teores de sódio e lipídios em refeições almoço consumidas por trabalhadores de uma empresa do município de Suzano, SP. Revista de Nutrição, Campinas, 22(3):331-339, maio/jun., 2009. Disponível em .

SANTOS, L. M. P. et al., Avaliação de políticas públicas de segurança alimentar e combate à fome no período 1995-2002. 2 – Programa de Alimentação do Trabalhador. Cad. Saúde Pública, vol.23 nº.8. Rio de Janeiro, Aug. 2007.

SARNO, F.; BANDONI, D. H.; JAIME, P. C. Excesso de peso e hipertensão arterial em trabalhadores de empresas beneficiadas pelo Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT). Rev. Bras.Epidemiol., 11(3):453-62, 2008. Disponível em .

SAVIO, K. E. O.,et al. Avaliação do almoço servido a participantes do programa de alimentação do trabalhador. Rev. Saúde Pública, 39 (2): 148-55, 2005. Disponível em .

SCHMIDT, M. I. et al,. Doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: carga e desafios atuais. Saúde no Brasil, vol 4, 9 de maio de 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 de fev. 2014.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. Sociedade Brasileira de Hipertensão. Sociedade Brasileira de Nefrologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arq Bras Cardiol; 95 (1 supl.1): 1-51, 2010.

STOLTE, D.; HENNINGTON, E. A.; BERNARDES, J. S. Sentidos da alimentação e da saúde: contribuições para a análise do Programa de Alimentação do Trabalhador. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 22(9):1915-1924, set, 2006. Disponível em .

VELOSO, I. S.; SANTANA, V. S.; OLIVEIRA, N. F. Programas de alimentação para o trabalhador e seu impacto sobre ganho de peso e sobrepeso. Rev. Saúde Pública, 41(5):769-76, 2007. Disponível em .




DOI: https://doi.org/10.5902/2236117013028



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: