Children’s influence on family consumption decisions in supermarket shopping

Dayana Espinosa Reis, Andressa Hennig Silva, Filipe Mello Dorneles, Mikaela Daiane Prestes Floriano

Abstract


The changes that have taken place in recent years in Brazil have affected the structure of families, allowing children to play an important role in the purchasing decisions of the family group. Thus, the children's public has become a significant influence on the acquisition of goods and products, as well as the brands and models acquired by the families. Faced with this reality, the present study sought to identify the influence of the child on the family consumption decision in shopping at supermarkets in the city of Sant'Ana do Livramento / RS. For that, a quantitative approach was carried out, with descriptive character and Survey method. The data were collected with 115 parents of children aged between two and twelve years, with the collection of supermarkets and state schools in the city of Sant'Ana do Livramento. The results show that the children accompany their parents in shopping at the supermarket and participate in them, influencing the acquisition of certain products. In the same way, one can perceive the influence of the media in deciding what the children want to consume.


Full Text:

PDF

References


Andrade, M. A. D. (2011). Práticas de comunicação de marketing para crianças em websites. 190f. Dissertation (Master of Business Administration) – Universidade Nove de Julho, São Paulo.

Ariès, P. (1981). História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Guanabara.

Barbosa, O. T., & Veloso, A. R. (2017). Vulnerabilidade da Criança no Varejo: Um Estudo Sob a Perspectiva da Pesquisa Transformativa do Consumidor. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, 15(1), 1-10.

Barros, D. F., Merabet, D. D. O. B., & Gouveia, T. M. D. O. A. (2016). A representação de crianças na comunicação de marketing: uma discussão sob a perspectiva do macromarketing. Revista ADM. MADE, 20(1), 57-78.

Beulke, C. (2005). A influência do consumidor infantil sobre os pais na tomada de decisão de compra de produtos alimentícios. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação-Intercom. Anais..., Rio de Janeiro.

Blackwell, R. D., Miniard, P. W., & Engel, J. F. (2008). Comportamento do consumidor. São Paulo: Cengage Learning.

BRASIL – Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA. RESOLUÇÃO CONANDA Nº 163 DE 13 DE MARÇO DE 2014. Disposição sobre sobre a abusividade do direcionamento de publicidade e de comunicação mercadológica à criança e ao adolescente, Brasília, apr 2014. Available in: Accessed on: July 25, 2017.

Brehm, S. S., & Brehm, J. W. (2013). Psychological reactance: A theory of freedom and control. Academic Press.

Cairns, G., Angus, K., Hastings, G., & Caraher, M. (2013). Systematic reviews of the evidence on the nature, extent and effects of food marketing to children. A retrospective summary. Appetite, 62, 209-215.

Cardoso, T. P. (2011). A influência da publicidade no consumo da moda infantil. Trabalho de Conclusão de Curso–Programa em Licenciatura em Pedagogia, Universidade Estadual de Maringá. Maringá.

Carmona, B. (1999). A participação da criança na televisão brasileira. In: Feilitzen, C. V. & Carlsson, U. A criança e a mídia. Imagem, Educação, Participação. São Paulo: Cortez.

Castro, F. Pais com crianças gastam mais no shopping, diz estudo. Disponível em: . Accessed on:Apr, 28, 2017.

Chechelaky, Q. O Consumismo infantil e suas consequências. 2013. Disponível em: . Accessed on: June 11, 2017.

Colzani, G. (2009). Entrevista com Ruth Rocha. Revista Contrapontos, 6(2), 389-392.

Curtale, R. (2018). Analyzing children’s impact on parents’ tourist choices. Young Consumers, 19(2), 172-184.

Dexheimer, C., & Bacha, M. D. L. (2011). O consumismo infantil: a influencia das crianças na decisão de compra dos pais. Universidade Presbiteriana Mackenzie. VII Jornada de Iniciação Científica. São Paulo.

Ferreira, R. (2013). Educação Financeira das Crianças e Adolescentes:... educação financeira em função da idade. Escolar editora.

Fragoso, P. A. D. (2009). A experiência da regulamentação das campanhas publicitárias de cigarro como subsídio para a comunicação de alimentos direcionados ao público infantil no Brasil. Obesidade, 4571, 47.

Freitas, M. C.,Lima, R. F, & Santos, P. J. (2012). Comportamento do consumidor infantil: um estudo do consumo dos pais em supermercados através da influência dos filhos no momento da compra. Revista Administração em Diálogo, 14(2), 1-25.

Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E., & Tatham, R. L. (2009). Análise multivariada de dados. Bookman Editora.

Hair, J., Babin, B., Money, A., & Samouel, P. (2005). Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Bookman Companhia Ed.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica. Classificação estatística. 2011. Available in: < http:// www.ibge.gov.br/> Accessed on: 25 May 2017.

Instituto Alana. (2007) Criança e Consumo. Available in: Access on July 3, 2017.

Karsaklian, E. (2012). Comportamento do consumidor. Editora Atlas SA.

Kotler, P., & Keller, K. L. (2012). Administração de Marketing. São Paulo: Pearson Education do Brasil.

Limeira, T. M. V. (2008). Comportamento do consumidor brasileiro. Editora Saraiva.

Linn, S. (2006). Crianças do consumo: a infância roubada. Instituto Alana.

Maciel, W. R. E., Lima Filho, D. D. O., Silva, F. Q., & Sauer, L. (2018). A Influência dos filhos no Processo de Decisão de Compra e Consumo alimentar das Famílias. Revista Brasileira de Marketing, 17(4), 545-560.

Malhotra, N. K. (2019). Pesquisa de Marketing: Uma Orientação Aplicada. Bookman Editora.

Marshall, D. (2014). Co-operation in the supermarket aisle: young children’s accounts of family food shopping. International Journal of Retail & Distribution Management, 42(11/12), 990-1003.

Montigneaux, N. (2003). Público-alvo: crianças, a força dos personagens e do marketing para falar com o consumidor infantil. Rio de Janeiro: Campus.

Moreira, A. G., Pedroso, B. G., Rocha, C. M., & Vieira, R. D. H. (2013). Marketing e sua relação com o público infantil. Revista Científica on-line-Tecnologia, Gestão e Humanismo, 2(1).

Moura, T. L., Silva, A. L., & Batalha, M. O. (2006). Perfil dos consumidores que freqüentam os formatos de varejo de alimentos no Brasil. In: ENANPAD. Anais... 2006.

Nascimento. B. Marketing e o mercado infantil. 2015. Available in: . Accessed on: May 15, 2017.

Nørgaard, M K.., Bruns, K., Christensen, P. H., & Mikkelsen, M. R. (2007). Children's influence on and participation in the family decision process during food buying. Young Consumers, 8(3), 197-216.

Patton, G. (2014). Taking children shopping can boost early development. The Telegraph, 7. Available in: . Accessed on: June 5, 2019.

Piedras, E. R. (2013). Vulnerabilidade ou resistência? Um panorama da questão do consumo infantil de alimentos permeado pelo marketing e a mídia. Comunicação Mídia e Consumo, 10(29), 143-159.

Rabelo, A., & Cardoso, A. (2007). Marketing Infantil–como conquistar a criança como consumidora. São Paulo: Espaço Palavra Editora e Arte.

Rodrigues, I. C. (2007). Marketing e Universo Infantil: Análise das estratégias utilizadas pelo suplemento infantil “Programinha”, do jornal Hoje em Dia. Belo Horizonte: ICentro Universitário de Belo Horizonte/UNI-BH.

Rossi, R. R. (2006). La obesidad infantil y los efectos de los medios electrónicos de comunicación. Investigación en salud, 8(2), 95-98.

Sampaio, I. S. V. (2009). Publicidade e infância: uma relação perigosa. Obesidade, 4571, 9.

Sarres, C. Crianças participam de 80% das decisões de compra da família. 2013. Available in: . Accessed July 9, 2017.

Schiffman, L. G., & Kanuk, L. L. (2000). Consumer behavior, 7th. NY: Prentice Hall, 15-36.

Silva, A. B. B. (2014). Mentes consumistas: do consumismo à compulsão por compras. Globo Livros.

Solomon, M. R. (2016). O Comportamento do consumidor-: comprando, possuindo e sendo. Bookman Editora.

Urdan, A. T., & Urdan, F. T. (2010). Marketing estratégico no Brasil: teoria e aplicações.

Veiga Neto, A. R., & Melo, L. G. N. S. D. (2013). Fatores de influência no comportamento de compra de alimentos por crianças. Saúde e Sociedade, 22, 441-455.

Veloso, A. R., Hildebrand, D. F. N., & Campomar, M. C. (2012). Marketing e o mercado infantil. São Paulo: Cengage Learning.

Ventura, R. (2010). Mudanças no perfil do consumo no Brasil: principais tendências nos próximos 20 anos. Rio de Janeiro, RJ: Macropla.

Villagelim, A. S. B., & Prado, S. D. (2008). Algumas reflexões sobre marketing televisivo: o olhar de nutricionistas sobre um filme de alimento industrializado. CERES: Nutrição & Saúde, 3(1), 29-41.

Zagury, T. (2011). Filhos: manual de instruções. Editora Record.




DOI: https://doi.org/10.5902/1983465934883


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

  

   

       

 

------

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659