A cadeia produtiva do tabaco na região Sul do Brasil: aspectos quantitativos e qualitativos

Éder Jardel Dutra, Roni Hilsinger

Resumo


A partir de referenciais como Delgado (1985), Etges (1991), aborda-se a produção fumageira em seus aspectos quantitativos e qualitativos nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Com a utilização da abordagem qualitativa, procura-se identificar as consequências para a cadeia produtiva a partir da adoção das políticas restritivas, geradas pela adesão do Brasil as normativas da Convenção Quadro, política setorial que visa restringir o cultivo do tabaco. Destacam-se os interesses que envolvem a fumicultura, representados pelos defensores da atividade e por setores contrários à produção fumageira, evidenciando as distintas concepções que envolvem a discussão.

 

Palavras chave: Cadeia produtiva; Produção de fumo; Região Sul do Brasil.

 

DOI: 10.5902/2236499412490


Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, Ricardo. Paradigmas do Capitalismo Agrário em Questão. 2ª ed. Campinas: Hucitec, 1998.

AFUBRA (Associação dos Fumicultores do Brasil). Disponível em: http://www.afubra.com.br. Acesso em: 15 jan. 2012.

ALVES, Adilson Francelino; et.al. Espaço e território: interpretações e oerspectivas do desenvolvimento. Francisco Beltrão; Unioeste, 2005.

BECKER, Bertha K. O Uso político do território: questões a partir de uma visão do terceiro mundo. In: BECKER, Bertha K; COSTA, Rogério H.; SILVEIRA, Carmem B. (orgs). Abordagens Políticas da espacialidade. Rio de Janeiro: UFRJ, 1986. p.1-8.

CHIZZOTTI, Antônio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 2° ed. São Paulo: Cortez, 1995.

DELGADO, Guilherme da Costa. Capital financeiro e agricultura no Brasil (1965- 1985). São Paulo: Ícone, 1985.

DESER (Departamento de Estudos Sócio- Econômico Rurais). Disponível em: http://www.deser.org.br/. Vários acessos em: nov. 2011.

DUTRA, E. J. S. O predomínio da fumicultura no Passo dos Oliveiras - Canguçu/RS - e as suas consequências. 2010. 127 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande.

ETGES, Virginia Elisabeta. Sujeição e Resistência: Os Camponeses Gaúchos e a Indústria do Fumo. Santa Cruz do Sul: Editora da FISC, 1991.

FIORI, José Luis. Globalização econômica e descentralização política: um primeiro balanço. Ensaios da FEE, Porto Alegre, v.15, n.2, 1994, p. 295-311.

INCA (Instituto Nacional do Câncer) Disponível em: http://www.inca.gov.br/. Vários acessos em: nov. 2011.

MARAFON, Gláucio. J. Permanências e mudanças no campo: uma leitura sobre as transformações recentes no espaço rural fluminense In: MENDONÇA, Francisco de Assis; LÖWEN-SAHR, Cicilian Luiza; SILVA, Márcia da (orgs). Espaço e tempo: complexidades do desafio e do pensar geográfico. Curitiba: Associação de Defesa do Meio Ambiente e Desenvolvimento de Antonina (ADEMADAN), 2009.

RAFFESTIN, C. et.all Escala e Ação, contribuições para uma interpretação do mecanismo de escala na prática da Geografia. Revista Brasileira de Geografia, v.45, n 1, p.123-135, jan.-mar. 1983.

SindiTabaco (Sindicato da Indústria do tabaco). Disponível em: http://www.sindifumo.com.br. Vários acessos em: 2012.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236499412490

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas