PRIMAVERAS, TRANSPLANTES, RIZOMA (SOBRE A NATUREZA TÉCNICA DA CULTURA)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179219454741

Palavras-chave:

Transplante, Rizoma, Técnica, Cultura

Resumo

Este artigo explora algumas leituras a respeito da natureza no “Novo Mundo” buscando articulá-las com o motivo do “transplante”, amplamente utilizado por intérpretes modernistas da nossa cultura, e seu pressuposto arborescente. Em contraste com essas leituras, salientamos a força crítica de propostas rizomáticas para o entendimento da história e da cultura, destacando para isso os trabalhos de artistas e escritores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Homo sacer. Tradução Henrique Burigo. Belo Horizonte: UFMG, 2007.

______. Tempo e história: crítica do instante e do contínuo. In: ____. Infância e história. Tradução Henrique Burigo. Belo Horizonte: UFMG, 2008, p. 109-128.

ALMEIDA, Guilherme de. Orquídea, flor de altura. Seleções do Reader´s Digest, Rio de Janeiro, vol. 22, n. 126, jul. 1952, contracapa.

ANDRADE, Carlos Drummond de. A rosa do povo. 21 ed. São Paulo: Record, 2000.

ANDRADE, Mário de. O turista aprendiz. Brasília, DF: Iphan, 2015.

ANTELO, Raúl. A aporia da leitura. Ipotesi: Revista de Estudos Literários, Juiz de Fora, v. 7, n.1, p. 31-45, 2003. Disponível em: <http://www.ufjf.br/revistaipotesi/files/2011/05/4-A-aporia-da-leitura.pdf>. Acesso em: 25 set. 2019.

______. Mas, onde fica a viagem? Confluenze. Rivista di Studi Iberoamericani. Bologna, vol. 4, n. 1, p. 1-14, 2012. Disponível em: <https://confluenze.unibo.it/article/view/3079>. Acesso em: 25 set. 2019.

______. O Museu é um espelho ustório. Remate de Males, v. 39, n. 1, p. 4-27, jul. 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.20396/remate.v39i1.8654438>. Acesso em: 25 set. 2019.

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

CAMPOS, Haroldo de. O sequestro do barroco na Formação da Literatura Brasileira: o caso Gregório de Matos. São Paulo: Iluminuras, 2011.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira. Momentos decisivos. 6 ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 2000.

CAPELA, Carlos Eduardo. Nos confins de Judas. São Paulo: Lumme, 2011.

CERA, Flávia Letícia Biff. Arte-vida-corpo-mundo, segundo Hélio Oiticica. Tese de Doutorado em Literatura. Programa de Pós-Graduação em Literatura, UFSC, Florianópolis, 2012.

COMPAGNON, Antoine. Os cinco paradoxos da modernidade. Tradução Cleonice P. Mourão, Consuelo F. Santiago e Eunice D. Galéry. Belo Horizonte: UFMG, 1996.

COUTINHO, Afrânio. A literatura no Brasil. 3 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1986.

CUZZANI, Agustín. Los indios estaban cabreros. Buenos Aires: Editorial Talía, 1958.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Felix. Mil Platôs. Capitalismo e esquizofrenia. Vol. 1, Tradução Aurélio Guerra Neto e Celia Pinto Costa, São Paulo, Ed. 34, 1995.

FINAZZI-AGRÒ, Ettore. Entretempos: mapeando a história da cultura brasileira. 1. ed. São Paulo: Editora Unesp, 2013.

FREYRE, Gilberto. Casa-grande & Senzala. 48 ed. São Paulo: Global, 2003.

FOUCAULT, Michel. O nascimento da biopolítica. Curso dado no Collège de France (1978-1979). Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GIORGI, Artur de Vargas. A primeira fundação de Buenos Aires, ainda. Pós: Belo Horizonte, v. 6, n. 12, p. 62-72, nov. 2016. Disponível em: <https://www.eba.ufmg.br/revistapos/index.php/pos/article/view/445>. Acesso em: 25 set. 2019.

GIUCCI, Guillermo. Viajantes do maravilhoso: o Novo Mundo. Tradução Josely Vianna Baptista. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

GREENBLATT, Stephen. Possessões maravilhosas: o deslumbramento do Novo Mundo. Tradução Gilson César Cardoso de Souza. São Paulo: EDUSP, 1996.

GULLAR, Ferreira. Vanguarda e subdesenvolvimento. In: Cultura posta em questão, Vanguarda e subdesenvolvimento. 2 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Raízes do Brasil. 26 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Visão do paraíso: os motivos edênicos no descobrimento e colonização do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

JUNIOR, Araripe. Literatura brasileira. In: ____. Obra crítica de Araripe Junior. Volume I (1868-1887). Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura; Casa de Rui Barbosa, 1958.

LÉRY, Jean de. Viagem à terra do Brasil. Tradução Sérgio Milliet. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1980.

LINK, Daniel. León Ferrari: la experiencia exterior. In: ____. León Ferrari – Brailles y relecturas de la Biblia. Curaduría: Florencia Battiti. Buenos Aires: MALBA, 2012.

MONTAIGNE, Michel de. Dos canibais. In: Ensaios. Volume I. Tradução Sérgio Milliet. São Paulo: Nova Cultural, 1996, p. 192-202.

NANCY, Jean-Luc. Lo excrito. In: ____. Un pensamiento finito. Traducción Juan Carlos Moreno Romo. Barcelona: Anthropos, 2002.

NOÉ, Luis Felipe. A Oriente por Occidente. Descubrimiento del llamado descubrimiento o (del origen) de lo que somos y no somos. Bogotá: Ediciones Arte Dos Gráfico, 1992.

OSKI. Vera historia de Indias. Buenos Aires: Colihue, 2006.

PEDROSA, Mário. Reflexões em torno da Nova Capital. In: ____. Acadêmicos e Modernos: textos escolhidos III. Otília Arantes (Org.). São Paulo: Edusp, 1998, p. 389-406.

REP, Miguel; VACCARI, Laura (Ed.). Oski: un monje enloquecido. Buenos Aires: Museo Nacional de Bellas Artes, 2013.

RIBEIRO, Darcy. As Américas e a civilização. São Paulo: Cia das Letras, 2007.

RICARDO, João; APOLINÁRIO, João. Primavera nos dentes. In: SECOS & MOLHADOS, Secos & Molhados. [S.I.]: Continental, 1973. 1 disco sonoro. LADO A, faixa 5.

SANTIAGO, Silviano. O entre-lugar do discurso latino-americano. In: ____. Uma literatura nos trópicos. São Paulo: Perspectiva, 1978, p. 11-28.

SCHMIDL, Ulrico. Crónica del viaje a las regiones del Plata, Paraguay y Brasil. Traducción Edmundo Wernicke. Buenos Aires: Ediciones de la Veleta, 1993 (Con ilustraciones; del manuscrito de Stuttgart, con anotaciones críticas, precedido de estudios; original y editio princeps de 1567).

SCHWARZ, Roberto. Nacional por subtração. In: ____. Que horas são? Ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1987, p. 29-48.

STADEN, Hans. Duas viagens ao Brasil. Tradução Guiomar de Carvalho Franco. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1974.

Downloads

Publicado

2021-06-09

Como Citar

GIORGI, A. de V. (2021). PRIMAVERAS, TRANSPLANTES, RIZOMA (SOBRE A NATUREZA TÉCNICA DA CULTURA). Fragmentum, (57). https://doi.org/10.5902/2179219454741