A dinâmica recente da região fumicultora gaúcha: a emergência dos serviços

Rita Inês Pauli Prieb

Resumo


O texto é construído na perspectiva de explicitar as transformações econômicas recentes na região fumicultora do Rio Grande do Sul. Consideram-se as linhas gerais do desenvolvimento gaúcho e nela a região fumicultora, como um caso em que o setor serviços e indústrias que produzem para o consumo local, passam a ocupar um espaço importante no contexto regional. O principal resultado deste processo sugere que o atual estágio de desenvolvimento econômico regional, deve incorporar a inclusão de novos elementos explicativos na sua dinâmica que incluam a perspectiva de diversificação das
atividades produtivas e de serviços.

Palavras-chave


Desenvolvimento Econômico; Fumicultura; Novas Atividades

Texto completo:

PDF PDF ()

Referências


ACCURSO, Cláudio F. Estratégias de desenvolvimento para o Rio Grande do Sul. In: Ensaios FEE. 2002. P. 337 – 371.

ALONSO, José A & BANDEIRA, Pedro S M.D. . BENEF, M. Crescimento econômico da Região Sul do Rio Grande do Sul: causas e perspectivas. Porto Alegre: FEE, 1994.

ALONSO, José A . F. A evolução das desigualdades inter-regionais da renda interna do Rio Grande do Sul: 1939 – 70. N.9, porto Alegre: FEE, 1986.

ANDREOLI, Dejalme. As desigualdades regionais do Rio Grande do Sul. Indicadores FEE, v.17, n.2, Porto Alegre, 1989.

CANO, Wilson. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil: 193-197. São Paulo: Campinas: Global; UNICAMP,1985.

CAMPOS , S.H. E PASSOS M. C. O Desempenho da Indústria em 1998. Indicadores Econômicos. FEE. 1999. 333p.

CUNHA, J. L. da. Os colonos Alemães e a Fumicultura. Santa Cruz do Sul. Editora da FISC. 1991. 184 p.

DELGADO, G C. Capital financeiro e agricultura no Brasil. São Paulo; Campinas: Ed. Ícone/Ed. da UNICAMP, 1985.

ETGES V. Sujeição e resistência: os camponeses gaúchos e a indústria do Fumo. FEE, 1989.

ETGES V. Tobaco growing and ecosystem effects. Project Number 98-8760-01/50386, Santa Cruz do Sul/ UNISC. 2002.

GAZETA DO SUL. Guia Sócio-Econômico do vale do Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, 26 e 27 de junho de 1999.

GRAZIANO DA SILVA, José. A Nova Dinâmica da Agricultura Brasileira. Campinas. Instituto de Economia – UNICAMP. 1996, 217p.

GRAZIANO DA SILVA, José. O Novo Rural Brasileiro. Campinas: Instituto de Economia – UNICAMP. 1999. 153p. in Revista de Economia Aplicada. FEA – USP. 1998. P.515- 551.

GUIMARÃES, A . P. A Crise agrária: Paz e Terra, 1979.

HERRLEIN, Ronaldo Jr. A Tragetória do desenvolvimento capitalista no Rio Grande do Sul. In Ensaios FEE . 2002. P. 645-668. IPEA 2.000

MÜLLER. Complexo agroindustrial e modernização agrária. São Paulo, HUCITEC, 1989.

OLIVEIRA, Franklin de. Rio Grande do Sul: um novo nordeste? Rio de Janeiro: civilização Brasileira, 1960.

PORTUGAL, Marcelo. Efeitos do Plano Real sobre o Rio Grande do Sul: As Exportações, o Nível de Atividade e as Finanças Públicas Gaúchas nos dois Primeiros Anos do Real. Revista Análise Econômica, Porto Alegre, Ano 15, março de 1997, p.91- 109.

PRADO Jr C. História Econômica do Brasil. São Paulo, Brasiliense, 1984.

PRIEB, Rita I. P. Fábrica de ilusões: o caso dos pequenos produtores de fumo de Santa Cruz do Sul – RS. Campina Grande: UFPB. 1995. Dissertação de Mestrado. 92p.

VARGAS, Marco A.; FILHO, N. S.; ALIEVI, R. M. Análise da dinâmica inovativa em arranjos produtivos locais no RS: complexo agroindustrial fumageiro. UNISC-CEPEIE/UFRJ, Mangaratiba-RJ, dezembro de 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/red.v0i14.3434



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.