Desvios em Porto Alegre: Duas ações artísticas que incidem em rotas habituais da cidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2595523345277

Palavras-chave:

arte contemporânea, cidade, ação urbana, desvios.

Resumo

Partindo do entendimento sobre avida regulamentada nas cidades globalizadas, o artigo trata de duas ações urbanas contemporâneas realizadas em períodos distintos, mas que trazem como denominador comum a presença das artistas propositoras no espaço público de Porto Alegre. Ambas ações têm como base o corpo e a cor e apontam novas formas de se relacionar e habitar a cidade, incidindo no cotidiano através da transfiguração do tempo e de pequenos desvios nos sistemas urbanos em que ocorrem. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Vicari Zanatta, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Artista. Professora do Departamento de Artes Visuais/IA/UFRGS, onde atua no Bacharelado e Licenciatura em Artes Visuais e no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais. Possui graduação em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000), graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994), mestrado em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003) e doutorado em Arte Público y Poéticas Visuais - Universidad Politénica de Valencia (Espanha) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (co-tutela).É líder do Grupo de Pesquisa CNPq Arte pública participativa: articulação entre poética e cidadania, onde desenvolve a pesquisa Poéticas da Participação. Membro do Conselho Deliberativo da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas, pelo Comitê de Poéticas Visuais.

Marina Costamilan Rombaldi, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestranda em Poéticas Visuais no Programa de Pós Graduação em Artes Visuais da UFRGS. Sua pesquisa tem como base a investigação das relações poéticas criadas no espaço da cidade através de diferentes elementos disparadores. Utiliza diversas plataformas, desde o lambe-lambe até pintura e performance. Realizou exposições individuais e coletivas e participou de projetos que envolvem o espaço da urbe; ministrou oficinas e debates sobre arte urbana e lambe-lambe.

E-mail: marinacrombaldi@gmail.com

Referências

ARGAN, Giulio Carlo. História da arte como história da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

BACHELARD, Gaston. A Poética do Espaço. São Paulo: M. Fontes, 2003.

Entrevista de Marina Rombaldi à Marta Leite Montagnana. Disponível em: Identificar, relatar e marcar: Contrastantes entre experiências artísticas em Campinas e Porto Alegre. Dissertação de Mestrado em Poéticas Visuais. PPGAV, UFRGS, 2019.

GREINER, Christine. O corpo: pistas para estudos indisciplinares. Annablume, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2012.

JACQUES, Paola Berenstein. Corpografias urbanas. Arquitextos. São Paulo: Vitruvius, ano 08, n. 093.07, fev. 2008. Disponível em: <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/08.093/165>. Acesso em 15 de maio de 2020.

------------------------------. Elogio aos errantes: breve histórico das errâncias urbanas. Arquitextos. São Paulo: Vitruvius, ano 05, n. 053.04, out. 2004. Disponível em: <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/05.053/536>. Acesso em 15 de maio de 2020.

BORJAS-VILLEL, Manuel J.; VELÁSQUEZ, Teresa. (curadoria). Lygia Pape: espaço imantado. Textos de Paulo Herkenhoff [et al.]. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 2012.

PECHMAN, Robert; KUSTER, Eliana. “Também sem a feli(z)cidade se vive: um panorama de encontros e desencontros pelas ruas das cidades contemporâneas”. In: JACQUES, Paola B. (org); BRITTO, F. D. Corpocidade: debates, ações e articulações. Salvador: EDUFBA, 2010. p. 80-105.

REIS, Paulo. Arranjos e Circuitos. Permanente, v. 2, n. 4, 2013. Disponível em:

http://www.forumpermanente.org/rede/numero/rev-numero4/pauloreispra4>. Acesso em 16 de maio de 2020.

SANTOS, Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

---------------------. O tempo nas cidades. In: O TEMPO NA FILOSOFIA E NA HISTÓRIA, 1989, São Paulo. (Texto extraído da transcrição da conferência). Coleção Documentos, série Estudos Sobre o tempo, fevereiro de 2001.

TELLES, Martha. Cildo Meireles: a poética do desvio. Poiésis, Niterói, v. 18, n. 29, p. 281-293, Jan-Jun. 2017.

ZANATTA, Cláudia Vicari. Habitar: lugares de ver e de intervir com a cidade. Dissertação de Mestrado em Poéticas Visuais. PPGAV, UFRGS. 2005. Disponível em: <https://lume.ufrgs.br/handle/10183/3933>. Acesso em 16 de maio de 2020.

Downloads

Publicado

2020-07-20 — Atualizado em 2022-03-04

Versões

Como Citar

Zanatta, C. V., & Rombaldi, M. C. (2022). Desvios em Porto Alegre: Duas ações artísticas que incidem em rotas habituais da cidade. Contemporânea - Revista Do PPGART/UFSM, 3(5), e10. https://doi.org/10.5902/2595523345277 (Original work published 20º de julho de 2020)

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)