Sobre a Revista

Foco e Escopo

O principal objetivo da Contemporânea - Revista do PPGART/UFSM (ISSN 2595-5233) é produzir conhecimento e gerar uma dinâmica de estudos e de propostas artísticas emergentes, frente à institucionalização das artes e com a finalidade de trazer ao debate contemporâneo práticas artísticas e conceituais produzidas nos espaços acadêmicos, científicos, formais e informais. 

Nesse sentido, a Contemporânea - Revista do PPGART/UFSM pretende ser um espaço de discussão e divulgação de experimentações e pesquisas em Poéticas Visuais ou em História, Teoria e Crítica da Arte, em diálogo com outras áreas de conhecimento como música, cinema, artes cênicas, design, literatura e ciências humanas, para pensar a arte de forma mais ampla no âmbito da cultura.

A revista está interessada em publicações resultantes tanto do pensamento de artistas, historiadoras/es, intelectuais, filósofas/os, antropólogas/os e/ou teóricas/os, como de revisões de literatura e traduções de obras relevantes, que contribuam para uma análise do campo e para a atualização das artes.

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos são analisados por consultores ad hoc e/ou pelos editores do número. Se existirem contradições nos pareceres, o artigo será avaliado por um terceiro parecerista. Não são aceitos artigos publicados em outras revistas, ou seja, a Contemporânea (ISSN 2595-5233) publica somente artigos originais.Os artigos devem contribuir para a pesquisa em artes visuais, com ênfase na arte contemporânea, abordando questões epistemológicas, metodológicas e/ou empíricas.

Os dossiês devem propor e/ou conter discussões que promovam o debate na cena artística, devendo ser coordenados por profissionais de reconhecida competência na temática proposta, e poderão ser submetidos ao Conselho Editorial. Os artigos do dossiê deverão ser avaliados ou selecionados e organizados pelos/as coordenadores/as. Poderão integrar o dossiê artigos, ensaios, manifestos, entrevistas, exposições, depoimentos e outros documentos que possam incorporar-se à proposta temática.

As entrevistas devem propor questões relevantes para a pesquisa em artes visuais, em arte contemporânea, tanto em Poéticas Visuais quanto em História, Teoria e Crítica e outras áreas que dialoguem com o campo. Também, são publicadas resenhas e resumos de dissertação e teses.

Periodicidade

A periodicidade de publicação é semestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Política de Conflito de Interesses

O(a) autor(a) ou parecerista está consciente eticamente da exigência da transparência de conflito de interesses na publicação de trabalhos científicos e/ou artísticos.

Histórico do periódico

Contemporânea - Revista do PPGART/UFSM,  anteriormente em formato impresso, ressurge online a partir do imperativo da transferência do conhecimento e ao objetivar a democratização da pesquisa artística e científica, otimiza a distribuição e atende as demandas de sustentabilidade ambiental e do sistema open access.

 

Foi em 2016 que o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Santa Maria visualizou a importância da produção do conhecimento eletrônico. Vários são os aspectos positivos que as revistas eletrônicas oferecem à comunidade acadêmica e científica, como o caráter imediato do seu acesso, sua disponibilidade ilimitada, entre outros não menos importantes e, fundamentalmente, o Open Access. Como se sabe, a iniciativa do Open Access encontra os seus princípios na concentração e partilha dos pontos em comum em uma comunidade científica, no aproveitamento dos custos não muito altos da publicação de investigações de todo tipo de pesquisadores e na sua configuração de uma diversidade de usuários, ou seja de autores(as) e leitores(as) de distintos contextos (MEHREZI, 2010).

 

Nesse sentido, a Revista Contemporânea compartilha o princípio de que o documento de conhecimento não é um objeto estável, o que quer dizer que é um objeto ativo, dentro de uma lógica de difusão múltipla e maleável no que se refere também a sua disponibilidade.Inserida no contexto da arte contemporânea, a Revista Contemporânea estará enfatizando as relações imagéticas e narrativas da pesquisa plástica, o que com certeza contribuirá para a pesquisa em artes visuais.

MEHREZI, Moncef. Lesrevuesélectroniquesscientifiques: stratégieséditoriales et médiation de l’information. Sciences de l’Homme et Société. Université Michel de Montaigne - Bordeaux III, 2010.