Efeito do <i>seed priming</i> com NaCl na indução de tolerância à salinidade em <i>Myracrodruon urundeuva</i> Allemão <i>in vitro<i/>

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1980509867600

Palavras-chave:

Caatinga, Árvore, Salinização do solo, Enzimas antioxidantes

Resumo

A salinização do solo é um fator ambiental que ocorre frequentemente em regiões semi-áridas ao redor do mundo e a técnica de seed priming é uma das alternativas para se obter o maior estabelecimento de mudas no campo, através da indução de tolerância aos estresses ambientais. Este trabalho objetivou avaliar o efeito do seed priming com NaCl na indução da tolerância à salinidade em Myracrodruon urundeuva Allemão in vitro. A pesquisa foi realizada no Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, em Recife / PE-Brasil. Sementes de M. urundeuva foram desinfestadas e submetidas a dois tratamentos: água (controle) ou NaCl (2mM), e inoculadas em meio WPM em três concentrações salinas (0.0; 25.0 and 50.0 mM NaCl) por 45 dias. Foi avaliada a altura, número de folhas, biomassa fresca (total, parte aérea e raiz), razão parte aérea / raiz, sódio, potássio, razão Na / K, atividade de enzimas antioxidantes, teores de peróxido de hidrogênio e malondialdeído. Os dados foram submetidos à análise de variância e os resultados comparados pelo teste Student-Newman-Keuls a 5% de probabilidade, utilizando o software R. O priming com NaCl promoveu efeito benéfico na altura de mudas expostas à salinidade. Todavia, a altura foi inversamente proporcional às concentrações salinas, independentemente do priming. A razão parte aérea / raiz foi menor nas mudas cultivadas sob NaCl 25 e 50 mM. Apesar de ser favorável para a maioria das variáveis de crescimento, o seed priming com NaCl induziu aumento na peroxidação lipídica em mudas não expostas à salinidade, o que está relacionado à diminuição da atividade de enzimas antioxidantes. A resposta antagônica à estimulação do NaCl entre parâmetros de crescimento e defesa das plantas na presente pesquisa levanta a necessidade de novos estudos complementares que possibilitem delinear as alterações metabólicas de M. urundeuva frente a um estímulo químico para induzir tolerância a um determinado estresse.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lindomar Maria de Souza, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE

Bióloga, Dra., Pesquisadora, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE, Brazil .

Emanuella Maria da Conceição, Escola de Referência em Ensino Médio Silva Jardim, Recife, PE

Bióloga, Dra., Professora, Pesquisadora, Escola de Referência em Ensino Médio Silva Jardim, Recife, PE, Brazil.

Marta Ribeiro Barbosa, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE

Engenheira Florestal, Dra., Pesquisadora, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste - CETENE, Biofábrica Governador Miguel Arraes, Laboratório de Pesquisas Aplicadas à Biofábrica, Avenida Professor Luiz Freire - lado par, Cidade Universitária, CEP: 50740545, Recife, PE, Brasil.

Luiz Palhares Neto, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, BA

Biólogo, Dr., Pesquisador, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Jequié, BA, Brazil.

Ana Maria Maciel dos Santos, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE

Engenheira Agrônoma, Dra., Pesquisadora, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste - CETENE, Av. Prof. Luís Freire, 1 - Cidade Universitária, CEP: 50740-545, Recife, PE, Brasil.

Robson Antonio de Souza, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE

Biólogo, Pesquisador, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE, Brasil.

Laureen Michelle Houllou, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Recife, PE

Bióloga, Dra., Pesquisadora, Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, Biofábrica Governador Miguel Arraes. Av. Luis Freire n.1, Cidade Universitária, CEP: 50740-540, Recife, PE, Brasil.

Referências

ABOL-HASAN, F. S.; ROSHANDEL, P. Induced changes by NaCl-Seed priming in Dracocephalum moldavica plants upon salinity. Journal of Horticulture and Postharvest Research, Birjand, v. 3 (Special issue: Abiotic and biotic stresses in horticultural crops), p. 29-42, 2020.

ABOGADALLAH, G. M. Insights into the significance of antioxidative defense under salt stress. Plant Signaling & Behavior, Texas, v. 4, n. 5, p. 369-374, 2020.

AQUINO, D. N.; ANDRADE, E. M.; SOUZA FILHO, E. T.; CAMPOS, D. A. Impacto de Secas e Antropização na Dinâmica da Cobertura Florestal em Fragmento do Domínio Fitogeográfico da Caatinga. Revista Brasileira de Geografia Física, Pernambuco, v. 3, n.14, p.1675-1689, 2021.

ACHARYA, P.; JAYAPRAKASHA, G. K.; CROSBY, K. M.; JIFON, J. L.; PATIL, B. S. Nanoparticle-Mediated Seed Priming Improves Germination, Growth, Yield, and Quality of Watermelons (Citrullus lanatus) at multi-locations in Texas. Scientific Reports, Londres, n. 10, p. 1-16, doi:10.1038/s41598-020-61696-7, 2020.

AMANIFAR, S.; TOGHRANEGAR, Z. The efficiency of arbuscular mycorrhiza for improving tolerance of Valeriana officinalis L. and enhancing valerenic acid accumulation under salinity stress. Industrial Crops and Products, v.147, p. 1-13, doi:10.1016/j.indcrop.2020.112234, 2020.

BARROS, A. V.; MELO, B. K. C.; COSTA, T. N. B. G.; CAMPOS, D. M. O.; OLIVEIRA, C. B. S.; OLIVEIRA, J. I. N. As riquezas da Caatinga e seu potencial farmacológico: uma revisão sistemática. SAJEBTT, Rio Branco, v.8, n. 1, p. 771-791, 2021.

BERRS, L. S. J. R.; SIZER, I. W. A espectrophotometric method for measuring the breakdown of hydrogen peroxide by catalase. J. B. C. v. 195, n. 1, p. 133-140, 1952.

CAPO, L. F. M.; MORAES, M. L. T.; ZULIAN, D. F.; WREGE, M. S.; PORTELA, R. M.; CAMBUIM, J.; SILVA, A. M.; SOARES, M. T. A. S.; SOUSA, V. A.; AGUIAR, A. V. Natural distribution of Myracrodruon urundeuva Fr. All. in Brazil at current and future climate scenarios due to global climate change. Revista Árvore, v. 46, p. 1-11, 2022.

DRUMOND, M. A.; KILL, L. H. P.; RIBASKI, J.; AIDAR, S. T. Caracterização e usos das espécies da Caatinga subsídio para programas de restauração florestal nas unidades de conservação da Caatinga (UCCAs). Embrapa Semiárido, Pernambuco, p. 37, 2016.

Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes / editor técnico, Fábio Cesar da Silva. 2. ed. rev. ampl. - Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, p. 627, 2009.

GIANNOPOLITIS, C. N.; RIES, S. K. Superoxide dismutases I. Occurrence in higher plants. Plant Physiol. v. 59, n. 2, p. 309-314, 1977.

GONÇALVES, M. P. M.; FELICIANO, A. L. P.; SILVA, A. P.; SILVA, L. B.; SILVA, K. M.; SILVA JÚNIOR, F. S.; GRUGIKI, M. A.; SILVA, M. I. O. Influência de diferentes tipos de solos da Caatinga na germinação de espécies nativas. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 1, p.1216-1226, 2020.

KOSOVÁ, K.; VÍTÁMVÁS, P.; URBAN, M. O.; PRÁŠIL, I. T.; RENAUT, J. Plant Abiotic Stress Proteomics: The Major Factors Determining Alterations in Cellular Proteome. Frontiers in Plant Science, v. 9, n. 122, p. 1-22. doi:10.3389/fpls.2018.00122, 2018.

KHAN, A.; SHAFI, M.; BAKHT, J.; ANWAR, S.; KHAN, M. O. Effect of salinity (NaCl) and seed priming (CaCl2) on biochemical parameters and biological yield of Wheat. Pakistan Journal of Botany, v. 53, n. 3, p. 779-789, doi:10.30848/pjb2021-3, 2021.

HEATH, R. L.; PACKER, L. Photoperoxidation in isolated chloroplast. Kinetics and stoichiometry of fatty acid peroxidation. Arch. Biochem. Biophys. v. 125, p. 189-198, 1968.

HERNÁNDEZ, J. A. Salinity Tolerance in Plants: Trends and Perspectives. International Journal of Molecular Sciences, v. 20, n. 2408, p. 1-8. doi:10.3390/ijms20102408, 2019.

ISAYENKOV, S. V.; MAATHUIS, F. J. M. Plant Salinity Stress: Many Unanswered Questions Remain. Frontiers in Plant Science, v.10, n. 80, p. 1-21. doi:10.3389/fpls.2019.00080, 2019.

LORETO, F.; VELIKOVA, V. Isoprene produced by leaves protects the photosynthetic apparatus against ozone damage, quences ozone products, and reduces lipid peroxidation of cellular membranes. Plant Physiol. v. 127, p. 1781 - 1787, 2001.

LLOYD, G.; MCCOWN, B. H. Commercially-feasible micropropagation of Mountain Laurel, Kalmia latifolia, by shoot tip culture. Proc. Int. Plant Prop. Soc. v. 30, p. 421-427, 1981.

MELO, G. M.; BARBOSA, M. R.; DIAS, A. L. F.; WILLADINO, L.; CAMARA, T. R. Pré-condicionamento in vitro de plantas de cana-de-açúcar (Saccharum spp.) para tolerância ao estresse salino. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.18, p. S27–S33, 2014.

MORAIS, M. B.; BARBOSA-NETO, A. G.; WILLADINO, L.; ULISSES, C.; CALSA JUNIOR, T. Salt Stress Induces Increase in Starch Accumulation in Duckweed (Lemna aequinoctialis, Lemnaceae): Biochemical and Physiological Aspects. Journal of Plant Growth Regulation, n. 38, p. 683-700, 2019.

NAKANO, Y.; ASADA, K. Hydrogen peroxide is scavenged by ascorbate-specific peroxidase in spinach chloroplasts. Plant Cell Physiol. v. 22, p. 867-880, 1981.

NOBRE, P. Mudanças climáticas e desertificação: os desafios para o Estado Brasileiro. In: LIMA, R. C. C.; CAVALCANTE, A. M. B.; MARIN, A. M. P. Desertificação e mudanças climáticas no semiárido brasileiro. Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Campina Grande, p. 25 – 35, 2011.

NÓBREGA, J. S.; NASCIMENTO, R. G. S.; SILVA, R. T.; FIGUEIREDO, F. R. A.; BEZERRA, A. C.; LOPES, M. F. Q.; ALVES, E. U.; BRUNO, R. L. A. Ácido salicílico atenua o efeito do estresse hídrico na germinação e crescimento inicial de plântulas de Cereus jamacaru DC. Scientia Plena, Sergipe, v.17, n. 4, p.1-8, 2021.

OLIVEIRA, G. M.; SILVA, F. F. S. D.; ARAUJO, M. D. N.; COSTA, D. C. C. D.; GOMES, S. E. V.; MATIAS, J. R. DANTAS, B. F. Environmental stress, future climate, and germination of Myracrodruon urundeuva seeds. Journal of Seed Science,v. 41, n. 1, p. 32 - 43. http://dx.doi.org/10.1590/2317-1545v41n1191945, 2019.

OLIVEIRA, C. S.; GOMES, I. S.; PACHECO, J. S.; RIBEIRO, D.; MATOS, F. S. Disponibilidade de cálcio e crescimento de mudas de eucalipto sob estresse salino. Revista Agrarian, Mato Grosso do Sul, v. 11, n. 42, p. 299-306, 2018.

OLIVEIRA, L. S.; DIAS, P. C.; BRONDANI, G. E. Micropropagação de espécies florestais brasileiras. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 33, n. 76, p. 439 – 453, 2013.

PETROV, V. D.; BREUSEGEM, F. V. Hydrogen peroxide - a central hub for information flow in plant cells. AoB Plants, pls, n.14, p.1-13, 2012.

REHMAN, H. U.; NAWAZ, Q.; BASRA, S.M.A.; AFZAL, I.; YASMEEN, A.; HASSAN, F. U. Seed Priming Influence on Early Crop Growth, Phenological Development and Yield Performance of Linola (Linum usitatissimum L.). Journal of Integrative Agriculture, v.13, n. 5, p.990–996, 2014.

RIBEIRO, R. C.; DANTAS, B. F.; MATIAS, J. R.; PELACANI, C. R. Efeito do estresse salino na germinação e crescimento inicial de plântulas de Erythrina velutina Willd. (Fabaceae). Gaia Scientia, v. 11, n. 4, p. 65-78, 2017.

RODRIGUES, M. H. B. S.; SILVA, J. N.; ALVES, E. U.; ALCANTARA, B. R. L. Hydrogen peroxide as a mitigation of salt stress on the germination of Myracroduon urundeuva (Allemão) Engl. Seeds. Scientia Forestalis, v. 49, n.130, p.1-11, 2020.

SILVA, M. I. G.; MELO, C. T. V.; VASCONCELOS, L. F.; CARVALHO, A. M. R.; SOUSA, F. C. F. Bioactivity and potential therapeutic benefits of some medicinal plants from the Caatinga (semi-arid) vegetation of Northeast Brazil: a review of the literature. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 22, n. 1, p. 193 – 207, 2012.

SOUZA, L. M.; BARBOSA, M. R.; MORAIS, M. B.; PALHARES NETO, L.; ULISSES, C.; CAMARA, T. R. Biochemical and morphophysiological strategies of Myracrodruon urundeuva plants under water deficit. Biologia Plantarum, v. 64, p. 20-31, 2020.

SILVEIRA, N. M.; MARCOS, F. C. C.; FRUNGILLO, L.; MOURA, B. B.; SEABRA, A. B.; SALGADO, I.; MACHADO, E. C.; HANCOCK, J. T.; RIBEIRO, R. V. S-nitrosoglutathione spraying improves stomatal conductance, rubisco activity, and antioxidant defense in both leaves and roots of sugarcane plants under water déficit. Physiol Plant, v.160, n.4, p.383-395, 2017.

STASSINOS, P. M.; ROSSI, M.; BORROMEO, I.; CAPO, C.; BENINATI, S.; FORNI, C. Enhancement of Brassica napus Tolerance to High Saline Conditions by Seed Priming. Plants, v.10, n.403, p. 01-16, 2021.

PAREYN, F. G. C.; ARAÚJO, E. L.; DRUMMOND, M. A.; MIRANDA, M. J. A. C.; SOUZA, C. A.; SILVA, A. P. S.; BRAZOLIN, S.; MARQUES, K. K. M. Plantas para o futuro - Região Nordeste: Myracrodruon urundeuva aroeira. In: Espécies Nativas da Flora Brasileira de Valor Econômico Atual ou Potencial Plantas para o Futuro: Região Nordeste, p.766 - 772. 2018.

THOMAS, R.L.; SHEARRD, R.W.; MOYER, J.R. Comparison of conventional and automated procedures for N, P and K analysis of plant material using a single digestion. Agronomy Journal, Madison, v.59, p.240-243, 1967.

Downloads

Publicado

23-11-2022

Como Citar

Souza, L. M. de, Conceição, E. M. da, Barbosa, M. R., Palhares Neto, L., Santos, A. M. M. dos, Souza, R. A. de, & Houllou, L. M. (2022). Efeito do <i>seed priming</i> com NaCl na indução de tolerância à salinidade em <i>Myracrodruon urundeuva</i> Allemão <i>in vitro<i/>. Ciência Florestal, 32(4), 2199–2218. https://doi.org/10.5902/1980509867600

Edição

Seção

Artigos