Bioeficácia de produtos à base de nim (<i>Azadirachta indica</i> A. Juss.) no manejo de <i>Oligonychus punicae</i> (Acari: Tetranychidae) em eucalipto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1980509855272

Palavras-chave:

Acaricida botânico, Toxicidade, Minijardim clonal, Ácaros fitófagos

Resumo

Produtos naturais têm apresentado potencial no controle de artrópodes-praga, bem como para ácaros do gênero Oligonychus. Este estudo teve como objetivo avaliar a toxicidade, repelência e efeito ovicida de diferentes formulações comerciais à base de nim (Azadirachta indica A. Juss.) no controle do Oligonychus punicae (Hirst, 1926) em minijardim clonal de eucalipto. Os produtos testados foram Natural Neem®, Off-Neem®, Nim-I-GO® e Azamax®. Para avaliar a toxicidade sobre fêmeas adultas de Oligonychus punicae, foram utilizados discos foliares de eucalipto, pulverizados com diferentes concentrações de cada produto, definidas a partir de testes preliminares. A mortalidade foi avaliada 48 h após aplicação dos produtos e calculadas as concentrações letais (CL50 e CL95) para cada um. O efeito repelente foi verificado através de teste com chance de escolha, utilizando-se discos foliares tratados com os produtos e água destilada. A concentração utilizada foi a CL50 dos produtos calculada no teste de toxicidade. O efeito ovicida foi determinado a partir da aplicação das soluções preparadas com as CL95 de cada produto sobre ovos de Oligonychus punicae em discos foliares de eucalipto. As CL50 variaram entre 0,10 a 0,56% para Off-Neem® e Azamax®, respectivamente, e as CL95 de 0,71 a 1,78% para Off-Neem® e Natural Neem®. Os inseticidas Off-Neem® e Natural Neem® reduziram significativamente o número de fêmeas de Oligonychus punicae, entretanto, Azamax® e Nim-I-GO® não apresentaram uma redução significativa, embora todos tenham sido classificados como repelentes. Os ovos de Oligonychus punicae tratados com as CL95 dos produtos foram inviabilizados, não havendo eclosão. Portanto, conclui-se que os produtos naturais testados apresentaram potencial para o controle de Oligonychus punicae em virtude da significativa toxicidade sobre ovos e fêmeas adultas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayara Fernandes dos Santos, Universidade Federal do Piauí, Teresina, PI

Engenheira Agrônoma, Bióloga, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Agronomia-Agricultura Tropical (PPGA-AT), Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, CEP 64049-550, Teresina (PI), Brasil.

Paulo Roberto Ramalho Silva, Universidade Federal do PiauíUniversidade Federal do Piauí, Teresina, PI

Engenheiro Agrônomo, Dr., Professor Titular do Centro de Ciências, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, CEP 64049-550, Teresina (PI), Brasil.

Matheus Pinheiro Amaranes, Universidade Federal do Piauí, Teresina, PI

Estudante de Agronomia, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, CEP 64049-550, Teresina (PI), Brasil.

José Cláudio Barros Ferraz, Instituto Federal do Piauí, José de Freitas, PI

Engenheiro Agrônomo, Dr., Professor do Instituto Federal do Piauí, Campus Avançado José de Freitas, Rua da Barragem do Bezerro, s/n, Bezerro, CEP 64110-000, José de Freitas (PI), Brasil.

Marcus Eugênio Oliveira Briozo, Universidade Federal do Piauí, Teresina, PI

Engenheiro Agrônomo, Biólogo, Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia-Agricultura Tropical (PPGA-AT), Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, CEP 64049-550, Teresina (PI), Brasil.

Solange Maria de França, Universidade Federal do Piauí, Teresina, PI

Engenheira Agrônoma, Licenciada em Ciências Agrárias, Dra., Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Agronomia-Agricultura Tropical (PPGA-AT), Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, CEP 64049-550, Teresina (PI), Brasil.

Referências

ALVES, L. F. A. et al. Azadirachtin on Oligonychus yothersi in yerba mate Ilex paraguariensis. Ciência Rural, Santa Maria, v. 46, n. 10, p. 1777-1782, out. 2016.

ASWIN, T.; BHASKAR, H.; SUBRAMANIAN, M. Efficacy of novel acaricide molecules and botanicals against rice leaf mite Oligonychus oryzae (Hirst, 1926) (Prostigmata: Tetranychidae). Journal of Tropical Agriculture, [s. l.], v. 53, n. 2, p. 187-190, 2015.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. AGROFIT: sistema de agrotóxicos fitossanitários. 2018. Disponível em: http://agrofit.agricultura.gov.br/agrofit_cons/principal_agrofit_cons. Acessado em: 05 mar. 2018.

BRITO, H. M. et al. Toxicidade de Natuneem Sobre Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) e ácaros predadores da família Phytoseiidae. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 4, p. 685-691, 2006.

CARVALHO, T. M. B. et al. Avaliação de extratos vegetais no controle de Oligonychus ilicis (McGregor, 1917) (Acari: Tetranychidae) em laboratório. Coffee Science, Lavras, v. 3, n. 2, p. 94-103, dez. 2008.

ESTEVES FILHO, A. B.; ASSIS, C. P. O. Manejo Integrado de ácaros utilizando inseticidas botânicos. In: FRANÇA, S. M.; SILVA, P. R. S. (org.). Inseticidas botânicos no manejo de pragas: um passo para a sustentabilidade agrícola. Teresina: EDUFPI, 2018. p. 63

ESTEVES FILHO, A. B. et al. Toxicidade de espiromesifeno e acaricidas naturais para Tetranychus urticae Koch e compatibilidade com Phytoseiulus macropilis (Banks). Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 34, n. 6, p. 2675-2686, dez. 2013.

FERRAZ, J. C. B. et al. Acaricidal activity of juazeiro leaf extract against red spider mite in cotton plants. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 52, p. 493-499, jul. 2017.

FERRAZ, J. C. B. et al. Oligonychus punicae as a pest of Eucalyptus urophylla in cultivation and potential new host species in Brazil. International Journal of Acarology, Oak Park, v. 44, p. 1-4, dec. 2019.

FERRAZ, J. C. B. et al. Host preference, population dynamics, distribution, and injuries of Oligonychus punicae (Acari: Tetranychidae) in an eucalyptus clonal minigarden. Systematic and Applied Acarology, London, v. 25, n. 6, p. 1649-1660, sept. 2020a.

FERRAZ, J. C. B. et al. Biology and fertility life table of Oligonychus punicae Hirst (Acari: Tetranychidae) associated with eucalyptus in a clonal minigarden, Systematic and Applied Acarology, London, v. 25, n. 1, p. 103-112, jan. 2020b.

HANDIQUE, G. et al. Use of some plant extracts for management of red spider mite, Oligonychus coffeae (Acarina: Tetranychidae) in tea plantations. International Journal of Tropical Insect Science, Switzerland, v. 9, n. 6, p. 1-9, dec. 2017.

ISMAN, M. B. Botanical insecticides, deterrents, and repellents in modern agriculture and an increasingly regulated world. Annual Review of Entomology, Stanford, v. 51, p. 45-66, jan. 2006.

LARCHER, W. Ecofisiologia vegetal. São Carlos: Rima, 2000. 519 p.

LIN, H.; KOGAN, M.; FISCHER, D. Induced resistance in soybean to the Mexican bean beetle (Coleoptera: Coccinellidae): comparisons of inducing factors. Environmental Entomology, Oxford v. 19, p. 1852-1857, dec. 1990.

MARCIC, D.; MEDO, I. Sublethal effects of azadirachtin-A (NeemAzal-T/S) on Tetranychus urticae (Acari: Tetranychidae). Systematic and Applied Acarology, London, v. 20, p. 25-38, jan. 2015.

MARTINEZ, S. S. O nim Azadirachta indica: natureza, usos múltiplos, produção. Londrina: Instituto Agronômico do Paraná, 2002. 142 p.

MEDJO. I.; MARCIC, D.; MILENKOVIC, S. Acaricidal and behavioral effects of azadirachtin on two-spotted spider mites (Acari: Tetranychidae). Plant Protection Society of Serbia, [s. l.], p. 181-186, nov. 2015.

MORAES, G. J.; FLECHTMANN, H. W. Manual de Acarologia: acarologia básica e ácaros de plantas cultivadas no brasil. Ribeirão Preto: Holos, 2008. 308 p.

MOURÃO, S. A. et al. Toxicidade de extratos de nim (Azadirachta indica) ao ácaro-vermelho-do-cafeeiro Oligonychus ilicis. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 39, n. 8, p. 827-830, ago. 2004.

OBENG-OFORI, D. Plant oils as grain protectants against infestations of Cryptolestes pusillus and Rhyzopertha dominica in stored grain. Entomologia Experimentalis et Applicata, Doidrecht, v. 77, p. 133-139, 1995.

PEREIRA, F. F. et al. First record of Oligonychus yothersi (McGregor) (Acari: Tetranychidae) on Eucalyptus grandis (Hill ex Maiden) in Brazil. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 29, n. 4, p. 657-659, jun. 2005.

PINTO, R. et al. New record and characteristics of damage caused by Oligonychus yothersi on Eucalyptus urophylla. Phytoparasitica, Switzerland, v. 40, p. 143-145, jul. 2012.

SANTOS, G. P. et al. Pragas do eucalipto. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, v. 29, n. 242, p. 43-64, 2008.

SANTOS, M. D. et al. Eficiência do óleo de nim e do extrato pironim sobre o ácaro vermelho do tomateiro Tetranychus evansi Baker & Pritchard (Acari: Tetranychidae). Ciência Agrícola, Rio Largo, v. 15, n. 2, p. 53-59, 2017.

SAS INSTITUTE. SAS/STAT User`s guide, version 8.2, TS level 2MO. Cary, N.C: SAS Institute Inc., 2001.

SCHLESENER, D. C. H. et al. Efeitos do nim sobre Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae) e os predadores Phytoseiulus macropilis (Banks) e Neoseiulus californicus (Mcgregor) (Acari: Phytoseiidae). Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 35, n. 1, p. 059-066, mar. 2013.

VERONEZ, B.; SATO, M. E.; NICASTRO, R. L. Toxicidade de compostos sintéticos e naturais sobre Tetranychus urticae e o predador Phytoseiulus macropilis. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 47, n. 4, p. 511-518, apr. 2012.

YU, S. J. The toxicology and biochemistry of insecticides. Boca Raton: CRC Press, 2008.

Downloads

Publicado

24-06-2022

Como Citar

Santos, M. F. dos, Silva, P. R. R., Amaranes, M. P., Ferraz, J. C. B., Briozo, M. E. O., & França, S. M. de. (2022). Bioeficácia de produtos à base de nim (<i>Azadirachta indica</i> A. Juss.) no manejo de <i>Oligonychus punicae</i> (Acari: Tetranychidae) em eucalipto. Ciência Florestal, 32(2), 1078–1094. https://doi.org/10.5902/1980509855272

Edição

Seção

Nota Técnica