Efeito do tratamento térmico sobre a resistência ao cisalhamento da linha de cola em painéis OSB.

Airton Mauro de Lára Santos, Frederico de Souza, Mirian de Almeida Costa, Ricardo Faustino Teles, Valéria Maria Figueiredo Pazetto, Cláudio Henrique Soares Del Menezzi

Resumo


As pesquisas sobre o tratamento térmico em painéis OSB (oriented strandboard) vêm buscando reduzir a higroscopicidade dos painéis, bem como aliviar as tensões geradas durante o processo de prensagem. Entretanto, o tratamento térmico acima de 160ºC pode causar inativação da superfície da madeira, tornando-a mais lisa, diminuindo a penetração do adesivo e por conseqüência, reduzindo a qualidade da adesão. O lixamento da superfície de painéis OSB pode tornar a superfície mais rugosa aumentando a qualidade da adesão e a resistência na linha de cola. O presente estudo teve como objetivo avaliar a resistência na linha de cola de painéis OSB tratados termicamente, assim como a influência do lixamento na qualidade da colagem dos painéis. Foram obtidos, aleatoriamente painéis comerciais de OSB que foram tratados termicamente em prensa laboratorial segundo dois níveis temperaturas (190 e 220ºC), três tempos de duração (12, 16 e 20 minutos). Foram cortados 84 corpos-de-prova (CP) sendo que a metade foi lixada. O ensaio de resistência ao cisalhamento da linha de cola foi conduzido segundo ASTM D1037, sendo avaliado o adesivo resorcinol-formaldeído na gramatura de 360 g/m². Os resultados mostraram que o tratamento térmico teve influência na resistência, diminuindo-a levemente em comparação ao material não-tratado. Foi identificado efeito interativo entre a temperatura e o tempo de tratamento. Entretanto, com a operação de lixamento esse efeito foi removido e as diferenças com a testemunha foram diminuídas. Observou-se que os ganhos na resistência com o lixamento foram de até 15%.  Sendo assim, o tratamento térmico apresentou pouca influência na resistência da linha de cola e o efeito do lixamento apresentou-se como um processo benéfico, melhorando a qualidade da adesão dos painéis OSB.


Palavras-chave


Painel OSB; tratamento térmico; lixamento; resistência da linha de cola.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM D 1037-Standard test methods of evaluating properties of wood-based fiber and particle panel materials. Philadelphia: PA, 1999.

BELFAS, J. GROVES, K. W, EVANS, P. D. Bonding surface-modified karri and jarrah with resorcinol formaldehyde. I .The effect of sanding on wettability and shear strength. Holz-als-Roh-und-Werkstoff; Berlin, v. 51, n. 4, p. 253-259. Apr. 1993.

CHRISTIANSEN, A.W. How overdrying wood reduces its bonding to phenol-formaldehyde adhesives: a critical review of the literature. Part I. physical responses. Wood and Fiber Science, Madison, v. 22, p.441-459, 1990.

DEL MENEZZI, C. H. S. Estabilização dimensional por meio do tratamento térmico e seus efeitos sobre as propriedades de painéis de partículas orientadas (OSB). 2004. 226 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal). Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná.

DEL MENEZZI, C. H. S., TOMASELLI, I. Technological and economic feasibility to produce OSB with enhanced properties in Brazil In: INTERNATIONAL PANEL PRODUCTS SYMPOSIUM, 2007, Cardiff. Proceedings… Bangor: BioComposites Centre, 2007. p. 35 - 45. v.1

DEL MENEZZI, C. H. S., TOMASELLI, I. Contact thermal post-treatment of oriented strandboard: a preliminary study. Holz Als Roh Und Werkstoff, Berlin, v. 64, n. 3, p. 212 - 217, Mar. 2006.

FOLLRICH, J., MULLER, U., GINDL, W. Effects of thermal modification on the adhesion between spruce wood (Picea abies Karst.) and a thermoplastic polymer. Holz-als-Roh-und-Werkstoff; Berlin, v. 64, n. 5 p.373-376. May 2006.

FRIHART, C. R. Wood Adhesion and Adhesives. In: ROWEL, R. Wood Chemistry and Wood Composites. New York: CRC Press, 2005.

FOREST PRODUCTS LABORATORY. Wood Handbook: wood as an engineering material. Madison: Department of Agriculture, 1999. 463 p.

KANDEM, D. P; PIZZI, A..; JERMANNAUD, A. Durability of heat-treated wood. Holz als Roh-und Werkstoff. Springer-Verlag. 2002. 6 p.

MOSLEMI, A. A. Particleboard: Materials. Carbondale: Southern Illinois University Press, 1974. 244 p. v.1.

NORTHCOTT, P.L et al. Undercure: casehardening in plywood. Forest Products Journal, Madison, v. 9, n. 12, p. 442-451, Sept. 1959.

OKINO, E. Y.A., TEIXEIRA, D. E., DEL MENEZZI, C. H. S. Post-thermal treatment of oriented strandboard (OSB) made from cypress (Cupressus glauca Lam.). Maderas. Ciencia y Tecnología ,Concepcion, v. 9, n. 3, p.199 - 210, mar. 2007.

PINCELLI, A. L. P. S. M.; BRITO, J. O., CORRENTE, J. E. Avaliação da termorretificação sobre a colagem de Eucalyptus saligna e Pinus caribaea var. hondurensis. Scientia Forestalis, n. 61, p. 122-132, jun. 2002.

PRION, H. G. L. Engineering wood products for structural purpose. In: THELANDERSSON, S.; LARSEN, H. J. Timber Engineering. London: Jonh Wiley and Sons, 2003

RIBEIRO, R. B. Avaliação da resistência de ligação e da qualidade da superfície de painéis OSB tratados termicamente. 2006. 28 f. Trabalho de conclusão de curso. Departamento de Engenharia Florestal, Universidade de Brasília.

RIVER, B. R; VICK, C.B.; GILLISPIE, R. H. Wood as an Adherent. New York : Marcel Dekker, 1991. 238 p.

SELLERS, T. Wood adhesive: innovations and applications in North America. Forest Products Journal, Madison, v. 51, n. 6, Jun. p. 12-22, 2001.

TSOUMIS, G. Science and technology of wood: structure, properties, utilization. New York: Chapman & Hall, 1991. p. 309-339.

WALKER, J. C .F. Primary wood processing: principles and practice. Amsterdam: Springer-Verlag, 2006. 602 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098417