Tecnologias avançadas de tratamento visando à remoção de cor e fenol de efluente de indústria de celulose e papel

Ana Flávia Bender, Jeanette Beber de Souza, Carlos Magno de Sousa Vidal

Resumo


Na produção de celulose e de papel são utilizados elevados volumes de água, madeira e ampla variedade de produtos químicos, gerando efluentes com características diversas em termos quantitativos e qualitativos, a depender do processo produtivo empregado. Trata-se de um efluente parcialmente biodegradável, entretanto, parte considerável dos componentes presentes nesses efluentes são dificilmente removidos em processos biológicos convencionais de tratamento de águas residuárias. Assim, estudar formas de melhoria da qualidade final desses efluentes, a partir de tecnologias mais avançadas de tratamento, vai de encontro à inovação tão almejada por esse setor altamente competitivo e globalizado, que é o mercado da celulose e papel. O presente artigo teve como enfoque a remoção de cor e fenol a partir do emprego da coagulação/floculação/sedimentação empregando tanino vegetal como agente coagulante, em detrimento ao uso de coagulantes sintéticos convencionais e filtração em carvão ativado granular (CAG). Os principais resultados obtidos foram remoções de: 89% da cor e 60% do fenol no tratamento por coagulação, floculação e sedimentação; 45% da cor e 47% do fenol no tratamento por filtração em carvão ativado e 99% da cor e acima de 93% de fenol ao tratar o efluente por ciclo completo (coagulação, floculação, sedimentação seguido de filtração). Com esse último tratamento foi possível obter efluente final com elevada qualidade e atender à legislação ambiental sob diversos aspectos.


Palavras-chave


Efluentes industriais; Tratamento terciário; Carvão ativado

Texto completo:

PDF

Referências


ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS. NBR 9898: Preservação e técnicas de amostragem de efluentes líquidos e corpos receptores. Rio de Janeiro, 1987.

APHA-AWWA-WEF. Standart Methods for Examination of Water and Wastewater. 19ed. Washington: American Public Health Association, 2012.

BAETTKER, E. C. Avaliação do desempenho de filtros anaeróbios preenchidos com diferentes meios suportes no tratamento de água residuária sintética. 2015. 132 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

BARRADAS, J. L. D. Tanino - Uma solução ecologicamente correta: agente floculante biodegradável de origem vegetal no tratamento de água. Novo Hamburgo: Publicação Técnica, 2004.

BELTRÁN-HEREDIA, J.; SÁNCHEZ-MARTÍN, J.; MARTÍN- SÁNCHEZ, C. Remediation of dye-polluted solutions by a new tannin-based coagulant. Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 50, p. 686–693, 2011.

BEN, Y.; DORRIS, G.M.; HILL, G.; ALLEN, J. Contaminant removal from deinking process water, Part I: mill benchmarking. Pulp Pap. Can. 104, 42. 2003.

BONFIM, L. T.; SILVA, D. F.; SOUZA, J. B.; CAVALLINI, G. S.; LESS, F. R. Análise da eficiência do conjunto coagulação/precipitação no pós-tratamento de efluente de uma indústria de papel e celulose. Revista de Engenharia e Tecnologia, Ponta Grossa, v. 5, n. 3, p. 15-24, 2012.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional do Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA n° 430/11, de 13 de maio de 2011 – In: Resoluções, 2005. Disponível em: < http://www.mma.gov. br > Acesso em: 26 jan .2018.

CETESB - Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental. Guia técnico ambiental da indústria de papel e celulose, Série P+L, 49 p. São Paulo, 2008.

CLETO, E. P.; GUIMARÃES L. G.; BUZZINI, A. P. A remoção de cor em efluente da indústria de papel e celulose por processo eletrolítico. Biblioteca virtual de desenvolvimento sustentável e saúde ambiental. São Carlos, SP, 2007. Disponível em: http://www.bvsde.paho.org/bvsaidis/aresidua/mexico/01232p04.pdf. Acesso em: Jan/2018.

CUNHA, F. S.; AGUIAR, A. P.. Métodos para Remoção de Derivados Fenólicos de Efluentes Aquosos. Revista Virtual de Química, Rio de Janeiro, v. 6, n. 4, p.844-865, mar. 2014.

DA SILVA, T. S. S. Estudo de tratabilidade físico-química com uso de taninos vegetais em água de abastecimento e de esgoto. 1999, 88f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, São Paulo, 1999.

DI BERNARDO, L.; DANTAS, A. D. B.; Métodos e técnicas de tratamento de água. v.1, 2 ed. São Carlos: Rima, 2005.

DI BERNARDO, L.; DANTAS, A. D. B; VOLTAN, P.E.N. Tratabilidade de água e dos resíduos gerados em estações de tratamento de água. São Carlos: LDiBe. 454p. 2011.

FOLLMANN, H. V. D. M. Avaliação da ultrafiltração e da adsorção em carvão ativado no tratamento avançado de efluente de uma indústria de papel e celulose. 2017. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Irati, 2017.

GAVINO, G. R. W. Tratamento avançado de efluente de indústria de papel e celulose por processos de coagulação e ultrafiltração. 2016. 89 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Irati, 2016.

GRENS, B. K; WERTHC. J. Durability of Wood-Based Versus Coal-Based GAC. AWWA Journal, v. 93, n. 4, p. 175-181, 2001.

IBÁ - Indústria Brasileira de Árvores. Relatório anual 2017. Brasília: IBÁ, 2017. 80p. Disponível em: http://iba.org/images/shared/Biblioteca/IBA_RelatorioAnual2017.pdf. Acesso em: 26 jan. 2018.

KURITZA, J. C. Aplicação da coagulação, floculação, sedimentação como pós-tratamento de efluente de uma indústria de papel e celulose. 2012. 127 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade Estadual do Centro-Oeste, Irati, 2012.

LACORTE, S.; LATORRE, A.; BARCELÓ, D.; RIGOL, A.; MALMQVIST, A.; WELANDER, T. Organic compounds in paper-mill process water and effluents. Trends in Analytical Chemistry, v. 22, n.10. 2003.

LIBÂNIO, M. Fundamentos de Qualidade e Tratamento de Água. 3 ed. Campinas: Editora Átomo, 2010.

MANCUSO, P. C. S.; DOS SANTOS, H. F. Reuso de água – Universidade de São Paulo, Faculdade de Saúde Pública, Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. 1 ed. São Paulo: Editora Manole LTDA, 2003.

METCALF, L.; EDDY, H. P. Tratamento de efluentes e recuperação de recursos. 5 ed., Brasil: McGraw Hill, 2016.

METCALF, L.; EDDY, H. P. Wastewater engineering: treatment and reuse. 4a ed., Editores: Tchobanoglous, G.; Burton, F. L.; Stensel, H. D. Metcalf e Eddy, Inc., McGraw Hill, 2003.

MIERZWA, J. C., HESPANHOL, I. Água na Indústria - Uso Racional e Reúso. 1ª ed. São Paulo: Oficina de Textos, p. 144, 2005.

MONTIBELLER, M. M.; Remoção de fenol de águas residuárias utilizando método de polimerização e precipitação com enzima horseradish peroxidase (HRP). 2012. 141 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

ÖZACAR, M.; SENGIL, I. A. The use of tannins from Turkish Acorns (Valonia) in water treatment as a coagulant and coagulant aid. Turkish Journal of Engineering Environment Science, v. 26, p. 255-263, 2002.

PEDROSO, K.; TAVARES, C. R. G.; SILVA, T. L.; DIAS, P. Z. Avaliação do tratamento do lixiviado do aterro sanitário de Maringá-PR por processo de coagulação/floculação com Tanfloc SG. Engenharia e Tecnologia, v. 4, n. 2 p. 87 – 98, Ago. 2012.

PIOTTO, Z. C. Eco-eficiência na indústria de celulose e papel - estudo de caso. Tese (Doutorado) Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária. São Paulo, 2003.

PIVELI, R.P.; KATO, M.T. Qualidade das Águas e Poluição: Aspectos Físico-Químicos. 1 ed. São Paulo: Editora ABES, 2005.

SKORONSKI, E.; NIERO, B.; FERNANDES, M.; ALVES, M. V.; TREVISAN, V. Estudo da aplicação de tanino no tratamento de água para abastecimento captada no rio Tubarão, na cidade de Tubarão-SC. Ambiente & Água, Taubaté, v. 9. n. 4, p. 679 – 687, 2014.

SILVA FILHO, A. Tratamento terciário de efluente de uma indústria de refrigerantes visando ao reuso – um estudo de caso. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, Escola de Química, 2009.

THOMPSON, G.; SWAIN, J.; KAY, M.; FORSTER, C. F. The treatment of pulp and paper mill effluent: a review. Bioresource Tecnology. v. 77, p. 275 – 286, 2001.

VACLAVIK, F. D. Avaliação e otimização do uso de zeólitas no tratamento terciário de efluentes líquidos industriais. Trabalho de conclusão de curso (Química Industrial) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2010.

VAZ, L. G. L.; KLEN, M. R. F.; VEIT, M. T.; SILVA, E. A.; BARBIERO, T. A.; BERGAMASCO, R. Avaliação da eficiência de diferentes agentes coagulantes na remoção de cor e turbidez em efluente de galvanoplastia. Eclética Química, v. 35, n. 4, p. 45 – 54, 2010.

VON SPERLING, M. Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. Belo Horizonte: Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, UFMG, 1995. 240 p. (Princípios do tratamento biológico de águas residuárias, v. 1).

ZIMPEL, F. Desempenho de coagulantes combinados para tratamento de efluentes de curtume. 2013. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Engenharia Química) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509832503