Análise do Discurso na nova Ecologia das Mídias: o caso da live stream de Jair Bolsonaro

The case of Jair Bolsonaro’s live stream

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2175497769622

Palavras-chave:

Análise do discurso, Ecologia das Mídias, gêneros midiáticos

Resumo

Ao estender a teoria dos gêneros midiáticos de Charaudeau (2018) para o novo contexto tecnológico que a sociedade contemporânea vive (STRATE, BRAGA, LEVINSON, 2019; POSTMAN, 1970, 1994), o objetivo deste artigo é observar o fenômeno comunicacional que é a live stream política, tomando como epítome a “live de quinta”, o programa oficial de Jair Bolsonaro em seus perfis nos sites de redes sociais. Deste modo, ao estabelecer esta convergência teórica, foi observado que, em razão de suas características, a live política se diferencia dos demais gêneros midiáticos ainda que possua semelhanças. Como principais atributos, esta nova categoria se caracteriza por ser centrada em uma figura, que atua como protagonista e fio-condutora de narrativas, consolidando, enfim, um cenário em que o meio é, cada vez mais, a mensagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Mafacioli Carvalho, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Graduada em Publicidade e Propaganda (1994, PUCRS), Mestre em Comunicação (1999, PPGCOM/UFRJ), Doutora em Ciências da Comunicação (2004, PPGCOM/Unisinos). Foi decana da Escola de Comunicação Artes e Design (2017-2022, Famecos/PUCRS), é professora dos cursos de graduação e pós-graduação da Famecos e, desde 2022, coordenadora do Programa de Stricto Sensu da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da universidade.

Referências

ALMEIDA, Ronaldo de. BOLSONARO PRESIDENTE: CONSERVADORISMO, EVANGELISMO E A CRISE BRASILEIRA. Novos estudos CEBRAP, São Paulo, v. 38, n. 1, p. 185-213, abr. 2019. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002019000100010&lng=en&nrm=iso>. access on 29 abr. 2021. Epub May 06, 2019. http://dx.doi.org/10.25091/s01013300201900010010.

ALVES DOS SANTOS, Marcelo. Desarranjo da visibilidade, desordem informacional e da polarização do brasil entre 2013 e 2018. Prof. Orientador: Afonso de Alburquerque. Tese (Doutorado) — Universidade Fedeal Fluminense, Niterói, 2019.

ARRUDA, Robson Lima. O negacionismo como artefato da pós-verdade: Bolsonaro, a pandemia e a educação. Boletim da Conjuntura (BOCA), vol. 5, n. 15, Boa Vista, 2021.

ART, Henry W. Dicionário de Ecologia e Ciências Ambientais. São Paulo: Editora UNESP, 2001.

AVRELLA, Bárbara; CARVALHO, Cristiane Mafacioli. Ricardo Boechat: uma análise de discurso do jornalismo no rádio e na televisão. Estudos em Jornalismo e Mídia (UFSC), v. 15, n. 1. Jan./jun. 2018.

BASTOS, Pedro Paulo Zahluth. Ascensão e crise do governo Dilma Rousseff e o golpe de 2016: poder estrutural, contradição e ideologia. Revista de Economia Contemporânea., Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, e172129, ago. 2017. Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-98482017000200209&lng=en&nrm=iso>. access on 13 Apr. 2021. Epub Dec 21, 2017. https://doi.org/10.1590/198055272129.

CARVALHO, Laura. Valsa brasileira: do boom ao caos econômico, São Paulo, Editora Todavia AS, 2018.

CEPÊDA, Vera. A nova direita no Brasil: contexto e matrizes conceituais. Mediações 23 (2): 75-122, 2018.

CHARAUDEAU, Patrick. Visadas discursivas, gêneros situacionais e construção textual. In: MACHADO, Ida Lucia; MELLO, Renato de. Gêneros reflexões em análise do discurso. Belo Horizonte, Nad/Fale-UFMG, 2004. Disponível em .

CHARAUDEAU, Patrick. Linguagem e Discurso: modos de organização. São Paulo: Contexto, 2010.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo: Editora Contexto, 2018.

DEUZE, Mark. Media life. Cambridge: Polity, 2012.

ECO, Umberto. Os limites da interpretação. São Paulo: Perspectiva, 2015.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis: Vozes, 2014.

GOMES, Wilson da Silva; DOURADO, Tatiana. Fake news, um fenômeno de comunicação política entre jornalismo, política e democracia. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 16, n. 2, 2019

LEVINSON, Paul. McLuhan na era das mídias sociais. In: STRATE, Lance; BRAGA, Adriana; LEVINSON, Paul. Introdução à Ecologia das Mídias. São Paulo/Rio de Janeiro: Edições Loyola/PUC-Rio, 2019

MACHADO, Janaína Marissol dos Santos. O protesto social contemporâneo: o engajamento político via redes sociais no Brasil a partir de 2013. Prof. Orientador: Ricardo Mayer. Dissertação (Mestrado) — Universidade Federal de Santa Maria, 2016.

MARTINO, Luís Mauro Sá. Teoria das Mídias Digitais: linguagens, ambientes, redes. Petrópolis: Vozes, 2014.

MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. Cultrix: São Paulo, 1993.

POSTMAN, Neil. What is Media Ecology? Media Ecology Association, 1970. Disponível em <https://media-ecology.org/What-Is-Media-Ecology>.

POSTMAN, Neil. The Humanism of Media Ecology. Proceedings of the Media Ecology Association, Volume 1, 2000. Disponível em: <https://www.media-ecology.org/resources/Documents/Proceedings/v1/v1-02-Postman.pdf>.

POSTMAN, Neil. Tecnopólio: a rendição da cultura à tecnologia. São Paulo: Nobel, 1994.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

SHIRKY, Clay. A cultura da participação: criatividade e generosidade no ambiente conectado. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

SOLANO, Esther. La bolsonarización de Brasil. DOCUMENTOS DE TRABAJO IELAT, v. 1, p. 1-40, 2019.

STRATE, Lance; BRAGA, Adriana; LEVINSON, Paul. Introdução à Ecologia das Mídias. São Paulo/Rio de Janeiro: Edições Loyola/PUC-Rio, 2019.

VISCARDI, Janaisa Martins. Fake news, verdade e mentira sob a ótica de Jair Bolsonaro no Twitter. Trab. linguist. apl. 59 (2) • May-Aug 2020. Disponível em <https://www.scielo.br/j/tla/a/HWYM3LcW7yVtMY9ZbK8CWzs/?lang=pt >.

Downloads

Publicado

26-09-2022

Como Citar

Simões Pires, A. F., & Carvalho, C. M. (2022). Análise do Discurso na nova Ecologia das Mídias: o caso da live stream de Jair Bolsonaro: The case of Jair Bolsonaro’s live stream. Animus. Revista Interamericana De Comunicação Midiática, 21(46). https://doi.org/10.5902/2175497769622

Edição

Seção

Artigos Livres