INTERFERÊNCIA NA COMPRA PUBLICITÁRIA EM TV ABERTA: ESTUDO DE CASO TV DIÁRIO

Lucinda Maria Martins Tavares

Resumo


A TV aberta é um dos meios mais comercializados no Brasil com relação a compra de espaços publicitários, entretanto a TV aberta TV Diário tem dificuldades na venda desses espaços. Este estudo tem como tema a compra de mídia em TV Aberta em Fortaleza tendo como foco do estudo a TV Diário e na perspectiva do cliente anunciante identificar e analisar, a partir do modelo de Tamanaha (2011), quais fatores interferem na compra de espaços publicitários na TV Diário. Para realizar o desenvolvimento estudou-se os aspectos econômicos da propaganda comercial, as características dos meios de comunicação, o processo de compra de mídia na TV aberta, mídia regional e convergência digital. Foram utilizadas abordagens quantitativas e qualitativas. Os resultados encontrados mostram a força da TV Aberta para os anunciantes de TV em Fortaleza e a necessidade da TV Diário de aumentar sua capilaridade de atendimento, criar práticas de mídia técnica, aumentar seu relacionamento com agências de propaganda e melhorar sua programação e proposta regional.


Palavras-chave


Mídia. TV aberta. Compra de mídia. TV Diário

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2175497736565 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Apoio

Universidade Federal de Santa Maria

Programa de Pós-graduação em Comunicação

Animus recebe apoio financeiro do edital

PRÓ-REVISTAS 2019 nº 046/2019

 

ANIMUS - Revista Interamericana de Comunicação Midiática

e-mail: revistaanimus@ufsm.br

Classificação Qualis-CAPES: A3

Temática classificada CNPQ: Comunicação: 6.09.00.00-8

DOI: 10.5902/21754977

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Indexada em:

Compartilhe Revista Animus