Jornalista multimídia e multitarefa: o perfil contemporâneo do trabalho precário no jornalismo

Jeferson Bertolini

Resumo


Este artigo aborda o conceito de trabalho precário de Standing (2014) e busca dimensioná-lo entre os jornalistas brasileiros. Trata-se de uma categoria cuja função é oferecer informações de qualidade para que as pessoas sejam livres e se autogovernem (KOVACH; ROSENSTIEL, 2003). O texto indica que a precarização se agravou na última década, com as tecnologias digitais, que reconfiguraram o mercado de trabalho e reordenaram o modelo de negócio das empresas do setor. O manuscrito também sugere que o trabalho precário impacta na qualidade da informação que os jornalistas produzem e divulgam, tendo, assim, reflexos em toda a sociedade.


Palavras-chave


Trabalho. Trabalho precário. Jornalistas. Informação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2175497716897 ';



 

Apoio

Universidade Federal de Santa Maria

Programa de Pós-graduação em Comunicação

Animus recebe apoio financeiro do edital

PRÓ-REVISTAS 2017 nº 11/2017

 

ANIMUS - Revista Interamericana de Comunicação Midiática

e-mail: revistaanimus@ufsm.br

Classificação Qualis-CAPES 2015: B1

Temática classificada CNPQ: Comunicação: 6.09.00.00-8

DOI: 10.5902/21754977

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 


Indexada em:

Compartilhe Revista Animus