SEGURANÇA ALIMENTAR NA AMÉRICA LATINA; ANÁLISE DA POLÍTICA AGRÍCOLA DO BANCO MUNDIAL

José Anselmo Curado Fleury, Rabah Belaidi

Resumo


A proposta deste artigo é realizar uma análise da política agrícola do Banco Mundial a partir de um enfoque sobre o modelo de desenvolvimento. Pretende-se, através da análise comparativa do discurso do Banco Mundial com as diretrizes expostas na Resolução 41/128 da Assembleia Geral da ONU sobre o Direito ao Desenvolvimento, apontar contradições que revela um conteúdo liberal não expressamente reconhecido no momento de formulação dessa política. A proposta do artigo é demonstrar que a segurança alimentar e a redução da pobreza, apesar de lastrearem todo o discurso a respeito da política agrícola do banco, não constituem o foco principal da mesma, sendo antes a dissimulação de uma política liberalizante que visa a transformação da terra em mercadoria, propiciando as bases para a livre circulação de capital na zona rural.


Palavras-chave


direito ambiental; sustentabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316305419420

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

REDESG - Revista Direitos Emergentes na Sociedade Global

Vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Maria - www.ufsm.br/ppgd

 

ISSN 2316-3054      Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/23163054

www.ufsm.br/redesg www.facebook.com/redesg

 

 

 

 

Indexações:


Início