Cidade e violência no cerrado goiano: uma leitura de Herança de Sangue, de Ivan Sant'anna

Leonardo José Rodrigues, Ewerton de Freitas Ignácio

Resumo


Este trabalho tem por finalidade realizar uma leitura do romance Herança de sangue: um faroeste brasileiro (2012), de Ivan Sant’Anna, e divide-se em duas seções principais: na primeira, discorremos sobre o espaço urbano enquanto texto cujos significados são complexos e intricados, e sobre como esse espaço é configurado no romance, já que se emaranha com a violência que plasma interações humanas e sociais; na segunda, empreendemos uma leitura dos modos pelos quais essas interações são trabalhadas  no contexto narrativo da obra. Para tanto, recorremos ao aporte teórico e crítico de estudiosos cujas obras versam tanto sobre o urbano (BARTHES, 1987; CALVINO, 1990; GOMES, 1994), quanto sobre violência (CAMPOS, 1987; OLIVEIRA, 2012; SILVA, 2014). Baseando-nos na categoria da violência, elemento constituinte da narrativa enfocada, procuramos investigar como esta se instaura como elemento intrínseco, afetando o texto ao mesmo tempo em lhe plasma o conteúdo e a forma, buscando, ainda, evidenciar que se tem, no romance em tela, a cristalização de episódios violentos, pautados sob a égide da crueldade e da intolerância, associados à crônica histórica da cidade goiana de Catalão.

Palavras-chave


Cidade; Violência; Literatura goiana; História Urbana.

Texto completo:

PDF p. 59-70

Referências


BARTHES, Roland. Semiologia e urbanismo. In: BARTHES, Roland. A aventura semiológica. Trad. Maria de Santa Cruz. Lisboa: Edições 70, 1987. p. 110-157.

CALVINO, Ítalo. As cidades invisíveis. Trad. Diogo Mainardi. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

GOMES, Renato Cordeiro. Todas as cidades, a cidade: literatura e experiência urbana. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

IGNÁCIO, Ewerton de Freitas. Do campo abandonado para a cidade suportada: campo e cidade na literatura brasileira. Anápolis: Universidade Estadual de Goiás, 2010.

MUMFORD, Lewis. A cidade na história. 4. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

ODALIA, Nilo. O que é violência. 2. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1983.

OLIVEIRA, Eliézer Cardoso. Chacinas, combates e massacres: medo e violência em Goiás. Goiânia: PUC-GO; Kelps, 2012.

PALACÍN, Luis. História política de Catalão. Goiânia: Ed. UFG, 1994. (Coleção Documentos Goianos)

RIBEIRO, Raphael Martins. FAR-CENTRO-OESTE: fronteiras e figurações do faroeste em Herança de sangue e Cidade livre. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais e Humanidades). Anápolis: Universidade Estadual de Goiás, 2017. Disponível em: < https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5016911>. Último acesso: 19 de agosto de 2019.

SANT’ANNA, Ivan. Herança de sangue: um faroeste brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

SILVA, Jaciely Soares da. Violência e Religiosidade Popular em Catalão-GO: a construção da santidade de Antero 1932-2012. Dissertação (Mestrado em História) Universidade Federal de Uberlândia: Uberlândia, 2014. Disponível em: < https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/16478/1/ViolenciaReligiosidadePopular.pdf>. Último acesso: 19 de agosto de 2019.

TOMACHEVSKI, Boris. Temática. In: Formalistas russos. Porto Alegre: Globo, 1978.




DOI: https://doi.org/10.5902/1679849X39623

 

CONTATO:

E-mail: revista.la.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Prédio 16 - Centro de Educação - PPG Letras
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8477

Link: https://periodicos.ufsm.br/LA


ISSN: 1679-849X

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X

Qualis/Capes: Linguística e Literatura B2


Periodicidade – Semestral

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

     

 

http://mjl.clarivate.com/cgi-bin/jrnlst/jlresults.cgi?PC=EX&Full=*Literatura%20e%20Autoritarismo

Resultado de imagem para DOAJ

https://doaj.org/toc/1679-849X

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=19485

http://diadorim.ibict.br/handle/1/1018

 

 

http://oaji.net/journal-detail.html?number=6577

http://ezb.uni-regensburg.de/searchres.phtml?bibid=AAAAA&colors=7&lang=de&jq_type1=QS&jq_term1=Literatura+e+Autoritarismo

 

https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=491293

BASE Logo

https://www.base-search.net/

http://journalseeker.researchbib.com/view/issn/1679-849X

https://www.worldcat.org/title/literatura-e-autoritarismo/oclc/1002237522&referer=brief_results

https://scholar.google.com.br/citations?user=cnXbenUAAAAJ&hl=pt-BR

 

https://www.tib.eu/en/search/id/TIBKAT%3A894744321/Literatura-e-autoritarismo/

https://thekeepers.org/journals/1679-849X?page=1&query=Literatura+e+Autoritarismo

 

http://www.i2or.com/8.html (Nr. 763)

https://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/2374

http://miar.ub.edu/issn/1679-849X

https://clasificacioncirc.es/resultados_busqueda?_pag=1&_busqueda2=Literatura%20e%20Autoritarismo

https://reseau-mirabel.info/revue/6394/Literatura_e_autoritarismo