Meninos e moleques: faces da infância em chove nos campos de cachoeira

Ivone dos Santos Veloso, Marlí Tereza Furtado

Resumo


O presente ensaio focaliza a figuração da infância e da criança no romance de estreia de Dalcidio Jurandir, Chove nos Campos de Cachoeira (1941). Assim, nossa análise se volta para os personagens mirins denominadas na narrativa de meninos e moleques, que a nosso ver encenam, dentro do universo infantil retratado nas passagens do livro, uma luta de classes entre os mais privilegiados socialmente e os desvalidos.


Palavras-chave


Infância; Luta de classes; Dalcídio Jurandir

Texto completo:

PDF 33-39

Referências


ARIÈS, Philippe. História Social da Criança e da Família. 2. ed. Rio de Janeiro: LCT, 2011

GOÉS, José Roberto de; FLORENTINO, Manolo. Crianças escravas, crianças dos escravos. In: DEL PRIORE, Mary (Org.). História das crianças no Brasil. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2000. p. 185-186.

JURANDIR, Dalcídio. Chove nos Campos de Cachoeira. Belém: CEJUP, 1997

JURANDIR, Dalcídio. Entrevista a Eneida de Moraes In: MORAES, Eneida. Romancistas também personagens. São Paulo: Cultrix, 1962.

SALLES, Vicente, Chão de Dalcídio. IN: Jurandir, Dalcídio. Marajó. 3ªed.Belém: CEJUP,1992.

VELOSO, Ivone dos Santos. Marajó: espaço, sujeito e escrita. 2007. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará.

LEITE, Miriam L. Moreira. A infância no século XIX segundo memórias e livros de viagem. In: FREITAS. Marcos Cezar. (Org.). História Social da Infância no Brasil. São Paulo: Cortez, 1997.

TOZONI-REIS, Marilia Freitas de Campos. Infância, escola e pobreza ficção e realidade. Campinas, SP: Autores associados, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X35156

 

CONTATO:

E-mail: revista.la.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Prédio 16 - Centro de Educação - PPG Letras
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8477

Link: https://periodicos.ufsm.br/LA


ISSN: 1679-849X

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X

Qualis/Capes: Linguística e Literatura B2


Periodicidade – Semestral

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

     

 

http://mjl.clarivate.com/cgi-bin/jrnlst/jlresults.cgi?PC=EX&Full=*Literatura%20e%20Autoritarismo

Resultado de imagem para DOAJ

https://doaj.org/toc/1679-849X

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=19485

http://diadorim.ibict.br/handle/1/1018

 

 

http://oaji.net/journal-detail.html?number=6577

http://ezb.uni-regensburg.de/searchres.phtml?bibid=AAAAA&colors=7&lang=de&jq_type1=QS&jq_term1=Literatura+e+Autoritarismo

 

https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=491293

BASE Logo

https://www.base-search.net/

http://journalseeker.researchbib.com/view/issn/1679-849X

https://www.worldcat.org/title/literatura-e-autoritarismo/oclc/1002237522&referer=brief_results

https://scholar.google.com.br/citations?user=cnXbenUAAAAJ&hl=pt-BR

 

https://www.tib.eu/en/search/id/TIBKAT%3A894744321/Literatura-e-autoritarismo/

https://thekeepers.org/journals/1679-849X?page=1&query=Literatura+e+Autoritarismo

 

http://www.i2or.com/8.html (Nr. 763)

https://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/2374

http://miar.ub.edu/issn/1679-849X

https://clasificacioncirc.es/resultados_busqueda?_pag=1&_busqueda2=Literatura%20e%20Autoritarismo

https://reseau-mirabel.info/revue/6394/Literatura_e_autoritarismo