Evolução bibliométrica: uma análise dos trabalhos publicados nos eventos da AnPAD

Mauri Leodir Löbler, Eliete dos Reis Lehnhart, Rafaela Dutra Tagliapietra, Julia Tontini

Resumo


Esta pesquisa investigou a produção de estudos bibliométricos publicados nos anais de todos os eventos da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (AnPAD), no período compreendido entre 2003 e 2019, os quais totalizaram 141 trabalhos examinados. Os resultados indicaram que embora tenha ocorrido um crescimento no número de estudos bibliométricos, este não foi linear e que há um equilíbrio no número de publicações que utilizou os estratos nacional e internacional como fonte base para os estudos bibliométricos investigados. Destaca-se o Encontro da ANPAD (EnANPAD) como o evento com o maior número de estudos bibliométricos publicados e como fonte de busca de dados para a elaboração dos estudos a Web of Science, os eventos realizados pela AnPAD e a Scopus. Observou-se também que os artigos são escritos na maioria das vezes por 2 ou 3 autores com ênfase para as instituições UNINOVE, USP e UNB. Ainda, os resultados evidenciaram o uso de ferramentas computacionais como por exemplo, Microsoft® Office Excel, SPSS, UCINET® e BibExcel. Sendo assim, a pesquisa possibilitou uma visão ampla da produção acadêmica nos principais eventos da área no Brasil com contribuições para o seu desenvolvimento, além de servir como guia para consulta de trabalhos deste campo específico.


Palavras-chave


Bibliometria; Análise bibliométrica; Bibliométrico; Produção científica

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARADO, R. U. A Bibliometria no Brasil. Revista Ciência da Informação, Brasília, p 91-105, Jul./Dez. 1984.

ARAÚJO, R. M. et al. Periódicos em ação: um estudo exploratório-bibliométrico na área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo, Perspectivas em Ciência da Informação, v.19, n.1, p.90-114, jan./mar. 2014.

ALBUQUERQUE, C. A. de; ANDRADE, A. S. C. G. de; JOIA L. A. Estudos de Caso em Administração da Informação: uma Década de História a partir dos Anais do EnANPAD. Anais do EnANPAD: Rio de Janeiro, 2010.

BOTELHO, L. L. R. et al. Revisão Bibliométrica sobre Mudança Organizacional e Aprendizagem Gerencial em uma Organização Intensiva em Conhecimento. Anais do EnANPAD: Rio de Janeiro, 2011.

CAFÉ, L. M. A.; BRÄSCHER, M. Organização da informação e bibliometria. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 13, n. 1, p. 54-75,

CASSUNDÉ, F. R. de S. A.; BARBOSA, M. A. C.; MENDONÇA, J. R. C. Entre revisões sistemáticas e bibliometrias: como tem sido mapeada a produção acadêmica em Administração no Brasil?. Informação & Informação, v. 23, n. 1, p. 311-334, 2018.

CHIARETO, J. et al. Avaliação Estratégica de Desempenho em Organizações de Saúde: Uma Bibliometria de dos últimos 25 anos. Anais do 3Es: Brasília, 2015.

FONSECA, E. N. Bibliografia estatística e bibliometria: uma reivindicação de prioridades. Ciência da Informação, Brasília, v. 2, n.1, p. 5-7, 1973.

FONSECA, P. H.; MATITZ, Q. R. S. Diversidade Humana em Estudos de Administração e Estratégia: Um Estudo Bibliométrico de Produção Qualificada de 2014 A 2017. Anais do EnANPAD. Curitiba, PR. 2018.

FREITAS, B. A. de; SILVA, D. A. da; PRADO, T. A. R. Análise da produção científica sobre contabilidade pública no Âmbito brasileiro: um estudo aplicando os conceitos das leis bibliométricas Lotka e Bradford nos principais periódicos da área de Administração e Contabilidade. Contabilidade, gestão e agronegócio, Uberlândia, 2017.

GUEDES, V. L.; BORSCHIVER, S. Bibliometria: Uma ferramenta estatística para a Gestão da Informação e do Conhecimento, em Sistemas de Informação, de Comunicação e de Avaliação Científica e Tecnológica. Encontro Nacional de Ciência da Informação, jun. 2005.

HEINZMANN, L. M.; JÚNIOR, V. M. V. Assédio Moral: Análise da (quase) Maioridade de um Tema por meio da Bibliometria. Anais do EnEO. Belo Horizonte, MG. 2016.

HOPPEN, N.; MEIRELLES, F. S. Sistemas de Informação: Um panorama da pesquisa científica entre 1990 e 2003. RAE, v.45, n.1, p.24-35, 2005.

JONKERS, K. DERRICK, G. E. The Bibliometric Bandwagon: Characteristics of Bibliometric Articles Outside the Field Literature. Journal of The American Society for Information Science and Technology, v.63, n.4, p.829–836, 2012.

LAWANI, S. M. Bibliometrics: its theoretical foundations, methods and applications. Libri, v. 31, n. 1, p. 294-315, 1981.

MENEGHINI, R.; PACKER, A. L. The extent of multidisciplinary authorship of articles on scientometrics and bibliometrics in Brazil. Interciência, v.35, n.7, p.510-514. 2010.

NASCIMENTO, R. L. et al. Poder na Administração, Administração Pública, Contabilidade e Turismo. Revista pensamento contemporâneo em administração, v. 11, n. 5, p. 153-166. 2017.

OLIVEIRA, A. S. F. Governança da educação básica no Brasil: da análise bibliométrica ao instrumento de medida. Anais do EnAPG. Salvador, BA. 2019.

OLIVEIRA, A. B. B. et al. Análise Bibliométrica da Produção Acadêmica Sobre Políticas Públicas na Bioeconomia e suas Potencialidades. Anais do EnAPG. Salvador, BA. 2019.

OTLET, P. Traité de documentation; le livre sur le livre; théorie et pratique. Bruxelles, Editiones Mundaneum, 1934.

PINTO, L. S. F.; MORI, S. S. O.; JUNIOR, C. D S. Inovação na contramão: uma bibliometria dos artigos relativos aos usuários que inventam. Anais do EnANPAD. Costa do Sauípe, BA. 2016.

PORTAL CAPES. Missão e Objetivos. Disponível em: . Acesso em: 01/07/2019.

PRITCHARD, A. Statistical bibliography or bibliometrics? Journal of Documentation, v. 25, n. 4, p. 348-349, Dec. 1969.

ROIG-TIERNO, N.; GONZALEZ-CRUZ, T. F.; LLOPIS-MARTINEZ, J. An overview of qualitative comparative analysis: A bibliometric analysis. Journal of Innovation & Knowledge, v. 2, n. 1, p. 15-23, 2017.

RUAS, T. L.; PEREIRA, L. Como construir indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação utilizando Web of Science, Derwent World Patent Index, Bibexcel e Pajek?. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 19, n. 3, p. 52-81, 2014.

SANTOS, R. N. M. dos; KOBASHI, N. Y. Bibliometria, Cientometria, Informetria: Conceitos e Aplicações. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, Brasília, v.2, n.1, p.155-172, Jan./Dez. 2009.

SENGUPTA, I. N. Bibliometrics, informetrics, scientometrics and librametrics: an overview. Libri, v. 42, n. 2, p. 99-135, 1992.

SORDI, J. O. de et al. A Abordagem Design Science no Brasil Segundo as Publicações em Administração da Informação. Anais do EnANPAD: Rio de Janeiro, 2013.

SPLITTER, K.; da ROSA, C. A.; BORBA, J. A. Uma Análise das Características dos Trabalhos “Ditos” Bibliométricos Publicados no Enanpad entre 2000 e 2011. Anais do EnANPAD: Rio de Janeiro, 2012.

TEIXEIRA, M. L. M.; IWAMOTO, H. M.; MEDEIROS, A. L. Bibliometric studies (?) In Administration: discussing the transposition of purpose. Administração-Ensino e Pesquisa, v. 14, n. 3, p. 423-452, 2013.

THANUSKODI, S. Journal of Social Sciences: A Bibliometric Study, Journal of Social Sciences, 2010, v. 24:2, p. 77-80, DOI: 10.1080/09718923.2010.11892847.

TREINTA, F. T. et al. Metodologia de pesquisa bibliográfica com a utilização de método multicritério de apoio à decisão. Prod., São Paulo, v. 24, n. 3. 2014.

WORD CLOUDS. Disponível em: . Acesso em: 01/07/2019.

VANTI, N. A. P. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da informação, v. 31, n. 2, p. 152-162, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5902/2317175840482

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.