Socialização organizacional em uma unidade industrial de aves – uia - no oeste do Paraná

Marcia Regina Alves, Rudinei Roberto Dupont, Silvana Freitas, Mariza Z. de C. Tomasetto

Resumo


O objetivo deste estudo foi verificar se o processo de socialização organizacional contribui para diminuir a rotatividade dos colaboradores em uma cooperativa agroindustrial no Oeste do Paraná. Para tal, utilizou-se o método de pesquisa exploratória e bibliográfica, e a técnica de coleta de dados por meio de entrevista e pesquisa documental. Os resultados da pesquisa indicam que o processo de socialização realizado na organização contribuiu para diminuir o índice de rotatividade no período analisado, demonstrando que esse procedimento de integração é eficaz para uma melhor adaptação do indivíduo à cultura organizacional e no desempenho das suas atividades.

Palavras-chave


Colaborador, Rotatividade, Socialização.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, L.C.G.; GARCIA, A.A. Gestão de pessoas. Edição compacta. São Paulo: Atlas, 2010.

BANOV, M. R. Mudanças organizacionais: o perfil da empresa e do colaborador.1. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

BACKER, B. Process Redesign: The Implementation Guide for Managers. Quality Progress, v. 30, n. 8, p. 174, 1997. Disponível em: http://search.proquest.com/openview/f7aa7ed46b10990c1b88a920f83d06af/1?pq-origsite=gscholar. Acesso em: 17 ago. 2016.

CAETANO, A.; VALA, J. Gestão de Recursos Humanos: Contextos, Processos e Técnicas. Lisboa: RH editora. 2002.

CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas: O novo papel dos recursos humanos nas organizações. 4. ed. São Paulo: Manole, 2014.

CHIAVENATO. Recursos Humanos: o capital humano das organizações. 9. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

CHIAVENATO. Gestão de pessoas: O novo papel dos recursos humanos nas organizações. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

GIL, A. C. Gestão de Pessoas: Enfoque nos Papéis Profissionais. 1. ed. 15. reimpr. São Paulo: Atlas, 2014.

GIL, A. C..Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HOFSTEDE, G. (1991). Culture and Organizations: Software of the mind. New York: McGrawHILL.

KOCHE, J. C. Fundamentos de metodologia científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. 14. ed. Petrópolis: Vozes,1997.

MESQUITA, Z.; GOERCK, S. Bem-Vindos ou Estranhos no Ninho? Considerações Sobre o Teor e o Processo de Integração de Novos Membros nas Organizações. In: Anais do EnANPAD, 2001.

MILKOVICH, G. T.; BOUDREAU, J. W. Administração de Recursos Humanos. São Paulo: Atlas, 2000.

MORGAN, G. Imagens da organização. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

OLIVEIRA, S.; ECCEL, C. S. Sociologia e cultura organizacional. In: PICCININI, V. C.; ALMEIDA, M. L., OLIVEIRA, S. R. Sociologia e administração. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS DO ESTADO DO PARANÁ – Sistema OCEPAR. Investimento: Região Oeste dribla crise e lidera geração de empregos no Paraná. Informe Paraná Cooperativo. 23 maio 2016. Disponível em: . Acesso em: 24 mai. 2016.

RIBEIRO, E. A. A perspectiva da entrevista na investigação qualitativa. Evidência: olhares e pesquisa em saberes educacionais, Araxá/MG, n. 04, p.129-148, maio de 2008.

ROBBINS, S. P. Comprometimento Organizacional. 2 ed. São Paulo: Pearson, 2007.

ROBBINS, S. P.. Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo: Saraiva, 2000.

SCHEIN, E. H. Coming to a New Awareness of Organizational Culture. Sloan Management Review, 25:2 (1984:Winter) p.3. Disponível em: https://becomingaleaderblog.files.wordpress.com/2015/11/coming-to-a-new-awareness-of-organizational-culture-schein-1984.pdf. Acesso em: 12 set. 2016.

SILVA, A. H.; FOSSÁ, M. I. T. O Processo de Socialização Organizacional como Estratégia de Integração Indivíduo e Organização. Reuna. Vol. 18. N. 4 (2013). Disponível em: http://revistas.una.br/index.php/reuna/article/view/558. Acesso em: 12 set. 2016.

SKRINJAR, R.; TRKMAN, P. (2013). Increasing process orientation with business process management: critical practices. International Journal of Information Management, 33(1), 48-60. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2016.

VAN MAANEN, J. (1996). Processando as pessoas: estratégias de socialização organizacional. In: FLEURY, M. T. L; FISCHER, R. M.Cultura e poder nas organizações. São Paulo: Atlas, 1996.

ZAVAREZE, T. E. Cultura Organizacional: uma revisão de literatura. Psicologia. com. pt–O Portal dos Psicólogos, v. 12, 2008.Disponível em: http://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0441.pdf. Acesso em: 16 set. 2016.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043225887

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103