Complicações vasculares e fatores relacionados a sua ocorrência após procedimentos hemodinâmicos percutâneos

Ana Carolina Pessoa Santos, Maria Letícia Bannwart Ambiel, Elaine Barros Ferreria, Priscilla Roberta Silva Rocha

Resumo


Objetivo: investigar as complicações vasculares em pacientes submetidos a procedimentos hemodinâmicos percutâneos e identificar fatores relacionados a sua ocorrência. Método: estudo retrospectivo em um hospital cardiológico, com pacientes que evoluíram com danos vasculares, entre janeiro de 2015 e dezembro de 2016. Os dados foram obtidos pela coleta em prontuários e analisados de forma descritiva e analítica. Resultados: foram incluídos 93 pacientes, a maioria idosos, do sexo masculino e portadores de hipertensão. A taxa de complicação vascular foi de 3%, o hematoma local foi o mais frequente (86%). O sexo feminino foi associado à ocorrência de danos vasculares mais graves como o hematoma retroperitoneal e o pseudoaneurisma (p=0,04). Conclusão: dentre as complicações vasculares, o hematoma foi o mais frequente e o sexo feminino foi fator preditor de risco, associado a injúrias mais graves.  Reconhecer os fatores preditores de risco auxilia a assistência direcionada às necessidades individuais do paciente.


Palavras-chave


Intervenção coronária percutânea; Complicações; Hematoma; Enfermagem Cardiovascular.

Referências


Mansur AP, Favarato D. Tendências da taxa de mortalidade por doenças cardiovasculares no Brasil, 1980-2012. Arq Bras Cardiol. 2016;107(1):20-5. doi: 10.5935/abc.20160077

Conejo F, Ribeiro HB, Spadaro AG, Godinho RR, Faig SM, Gabrilaitis C, et al. Segurança e preditores de sucesso da alta hospitalar no mesmo dia após intervenção coronária percutânea eletiva. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2015;23(1):42-7. doi: doi.org/10.1016/j.rbci.2015.01.001

Mennuni MG, Pagnotta PA, Stefanini GG. Coronary stents: the impact of technological advances on clinical outcomes. Ann Biomed Eng. 2015;44(2):488-96. doi:10.1007/s10439-015-1399-z

Sá CFR, Lobo JRP, Pereira AJM, Almeida MCC. Intervenção coronária percutânea: abordagem femoral vs. abordagem radial. Rev Cardiopulmonar [Internet]. 2015 [acesso em 2018 maio 05];26(1):25-30. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.11/2805

Aguiar BF, Rinaldi ECA, Cintho LMM, Martins CLS, Zimmerman MH. Importância dos cuidados de enfermagem no cateterismo cardíaco. Ciênc Cuid Saúde. 2016;15(3):460-5. doi: 10.4025/cienccuidsaude.v15i3.24894

Andrade PB, Rinaldi FS, Bienert IRC, Bergonso MH, Matos MPB, Ferreira CFBM, et al. Fatores de risco para complicações relacionadas ao acesso vascular em pacientes submetidos à estratégia invasiva precoce. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2015;23(4):242-6. doi: https://doi.org/10.1016/j.rbci.2016.12.001

Aoun J, Hattar L, Dgaily K, Wong G, Bhat T. Update on complications and their management during transradial cardiac catheterization. Expert Rev Cardiovasc Ther. 2019;17(10):741-5. doi: 10.1080/14779072.2019.1675510

Dal Piva C, Vaz E, Moraes MA, Goldmeyer S, Linch GFC, Souza EN. Desconfortos relatados pelos pacientes após cateterismo cardíaco pelas vias femoral ou radial. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2014;22(1):36-40. doi: 10.1590/0104-1843000000008

Paganin AC, Beghetto MG, Feijo MK, Matte R, Sauer JM, Rabelo-Silva ER. Vascular complications in patients who underwent endovascular cardiac procedures: multicenter cohort study. Rev Latinoam Enferm. 2018;26(e3060):1-7. doi: 10.1590/1518-8345.2672.3060

Córdova ESM, Santos LR, Toebe D, Moraes MAP, Souza EN. Incidence of hemorrhagic complications with use of a radial compression device: a cohort study. Rev Esc Enferm USP. 2018;52(e03410):1-6. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-220X2017041003410

Silva BSL, Mangione FM, Wili LF, Mauro MFZ, Cristóvão SAB, Mangione JA. Análise dos pacientes submetidos à intervenção coronária percutânea por via radial. Dados do Registro SAFIRA. J Transcatheter Interv;26(1):eA0018. doi: https://doi.org/10.31160/JOTCI2018;26(1)A0018

Cuschieri S. The STROBE guidelines. Saudi J Anaesth. 2019;13(Suppl 1):S31-4. doi: 10.4103/sja.SJA_543_18

Zanatta LG, Cardoso CO, Mota FM, Conti EP, Diehl D, Rodrigues APR, et al. Preditores e incidência de complicações vasculares após a realização de intervenções coronárias percutâneas: achados do registro IC-FUC. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2008;16(3):301-6. doi: https://doi.org/10.1590/S2179-83972008000300010

Brito Júnior FS, Magalhães MA, Nascimento TCDC, Amorim IMG, Almeida BO, Abizaid A, et al. Incidência e preditores contemporâneos de complicações vasculares após intervenção coronária percutânea. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2007;15(4):394-9. doi: https://doi.org/10.1590/S2179-83972007000400014

Matte R, Hilário TSM, Reich R, Aliti GB, Silva ERR. Redução do repouso de cinco para três horas não aumenta complicações após cateterismo cardíaco: the THREE CATH Trial. Rev Latinoam Enferm. 2016;24:e2797. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.0725.2796

Santos AFS, Silva IB, Carvalho SQS, Andrade Junior CV. Assistência de enfermagem a pacientes submetidos à angioplastia coronária: uma revisão de literatura. Ciênc Biol Saúde Unit [Internet]. 2017 [acesso em 2019 mar 10];4(1):191-201. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/index.php/fitsbiosaude/article/view/4063/2386

Reich R, Rabelo-Silva ER, Santos SM, Almeida MA. Complicações do acesso vascular em pacientes submetidos a procedimentos percutâneos em hemodinâmica: revisão de escopo. Rev Gaúcha Enferm. 2017;38(4):e68716. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1983-1447.2017.04.68716.

Régis AP, Rosa GCD, Lunelli T. Cuidados de enfermagem no cateterismo cardíaco e angioplastia coronariana: desenvolvimento de um instrumento. Rev Recien. 2017;7(21):3-20. Disponível em: https://www.recien.com.br/index.php/Recien/article/view/238

Zukowski CN, Wozniak I, Souza Filho NFS, Cordeiro EA, Rell A, Leal M, et al. Acesso radial vs. femoral em pacientes com idade avançada submetidos à intervenção coronária percutânea. Rev Bras Cardiol Invasiva. 2014;22(2):125-30. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-1843000000022

Leão AMO, Vilagra MM. Perfil dos pacientes submetidos à intervenção coronariana percutânea no serviço de hemodinâmica do hospital universitário sul fluminense, Vassouras-RJ. Rev Saúde (Vassouras). 2012;3(1):27-32. doi: https://doi.org/10.21727/rs.v3i1.78

Aguiar BF, Rinaldi ECA, Cintho LMM, Martins CLS, Zimmerman MH. Importance of nursing care in cardiac catheterization. Ciênc Cuid Saúde. 2016;15(3):460-5. doi: 10.4025/cienccuidsaude.v15i3.24894

Correia LCL, Ferreira F, Kalil F, Silva A, Pereira L, Carvalhal M, et al. Comparação entre os escores ACUITY e CRUSADE para predição de sangramento maior na síndrome coronariana aguda. Arq Bras Cardiol. 2015;105(1):20-7. doi: http://dx.doi.org/10.5935/abc.20150058

Vila KM, Rocha RG, Naves CBOC, Almeida LF, Marta CB, Oliveira CSR. Clinical-epidemiological profile of patients undergoing cardiac catheterization procedures at a university hospital in Rio de Janeiro State. Rev Pesq Cuid Fundam. 2019;11(4):894-9. doi: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i4.894-899

Kuhn OT, Bueno JFB, Loro MM, Kolankiewicz ACB, Winkelmann E, Rosanelli C. Perfil de pacientes submetidos à cateterismo cardíaco e angioplastia em um hospital geral. Rev Contexto Saúde. 2015;15(29): 4-14. doi: https://doi.org/10.21527/2176-7114.2015.29.4-14

Lima MSM, Dantas RAN, Mendes NPN, Alves LCM, Silva TTM, Brito AGR, et al. Clinical-epidemiological aspects of patients submitted to Percutaneous Coronary Intervention in a university hospital. Rev Bras Enferm. 2018;71(6):2883-90. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0012

Sociedade Brasileira de Cardiologia; Sociedade Brasileira de Hipertensão; Sociedade Brasileira de Nefrologia. 7ª diretriz brasileira de hipertensão arterial. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2016 [acesso em 2020 jul 15];107(3 Supl 3):1-103. Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2016/05_HIPERTENSAO_ARTERIAL.pdf

Serrano Júnior CV, Soeiro AM, Leal TCAT, Godoy LC, Biselli B, Hata LA, et al. Posicionamento sobre antiagregantes plaquetários e anticoagulantes em cardiologia - 2019. Arq Bras Cardiol [Internet]. 2019 [acesso em 2020 maio 27];113(1):111-34. Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/portal/abc/portugues/2019/v11301/posicionamento-sobre-antiagregantes-plaquetarios-e-anticoagulantes-em-cardiologia-2019.asp

Stolt M, Braun-Dullaeus R, Herold J. Do not underestimate the femoral pseudoaneurysm. Vasa. 2018;47(3):177-85. doi: 10.1024/0301-1526/a000691

D'Eça Júnior A, Brito MVB, Rodrigues LS, Martins RJS, Rabelo PC. Check list da visita pré-operatória de enfermagem: avaliação da qualidade dos dados. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2020 [cited 2020 May 27];10(22):1-13. Available from: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/36082/pdf_1




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769241286

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.