Consulta de enfermagem no pré-natal: representações sociais de gestantes

Danyella Evans Barros Melo, Susanne Pinheiro Costa e Silva, Khesia Kelly Cardoso Matos, Victor Hugo Silva Martins

Resumo


Objetivo: analisar as representações sociais de gestantes acerca da consulta de enfermagem no pré-natal. Método: estudo qualitativo realizado com 30 gestantes acompanhadas por enfermeiros da Saúde da Família por meio de entrevistas semiestruturadas, processadas pelo software Iramuteq, com posterior Análise de Conteúdo. Resultados: o pré-natal representou momento importante para as participantes, especialmente por possibilitar entender as descobertas acerca da formação de um novo ser, destacando-se o diálogo e orientações perpassadas pelo enfermeiro. Permite, também, elucidar a evolução da gravidez por meio de exames rotineiros e complementares, dando-lhes segurança de um desfecho saudável. Considerações finais: esta investigação demonstrou que as entrevistadas objetivaram a figura do enfermeiro como alguém que lhes passa segurança, ancorando-se na ideia de que pondo em prática aquilo que lhes é orientado, a culminância se dará com o nascimento de um bebê saudável.

Palavras-chave


Estratégia Saúde da Família; Cuidado Pré-Natal; Assistência de Enfermagem; Enfermagem no Consultório; Gestantes

Referências


Silva LS, Pessoa FB, Pessoa DTC, Cunha VCM, Cunha CRM, Fernandes CKC. Análise das mudanças fisiológicas durante a gestação: desvendando mitos. Rev Eletrônica FMB [Internet]. 2015 [acesso em 2016 dez 01];8(2):1-16. Disponível em: http://revista.fmb.edu.br/index.php/fmb/article/view/11/8

Velho MTAC, Riesgo I, Zanardo CP, Freitas AP, Fonseca R. A reincidência da gestação na adolescência: estudo retrospectivo e prospectivo em região do sul do Brasil. Saúde e Pesqui. 2014;7(2):261-73.

Tomaschewski-Barlem JG, Bordignon SS, da Costa CFS, Costa CDO, Barlem ELD. Promovendo a autoestima na gestação: foco no acolhimento. Enferm Foco (Brasília) [Internet]. 2016 [acesso em 2016 dez 01];7(2):83-6. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/801/326

Ministério da Saúde (BR). Atenção ao pré-natal de baixo risco: série A: normas e manuais técnicos Cadernos de Atenção Básica, n° 32. Brasília (DF): Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica; 2012 [acesso em 2017 fev 20]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_32_prenatal.pdf

Assunção CS, Rizzo ER, Santos ME, Basílio MD, Messias CM, Carvalho JB. O enfermeiro no pré-natal: expectativas de gestantes. Rev Pesq Cuid Fundam [Internet]. 2019 [acesso em 2019 nov 26];11(3):576-81. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/ff7b/05e3fdc0f6d048ddedcffc4cc5fc6efd6ff9.pdf

Domingues RMSM, Dias MAB, Leal MC, Gama SGN, Theme-Filha MM, Torres JA, et al. Adequação da assistência pré-natal segundo as características maternas no Brasil. Rev Panam Salud Pública. 2015; 37:140-7.

Martinelli KG, Santos Neto ET, Gama SGN, Oliveira AE. Adequação do processo da assistência pré-natal segundo os critérios do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento e Rede Cegonha. Rev Bras Ginecol Obstet. 2014;36:56-64.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Portaria nº 1459, de 24 de junho de 2011. Institui no âmbito do SUS a Rede Cegonha [Internet]. Brasília (DF): Ministério da saúde; 2011 [acesso em 2017 fev 20]. Disponível em: http://www.ibfan.org.br/legislacao/pdf/doc-693.pdf

Rodrigues SCA, Silva KCO, Rodrigues APA, Ribeiro TCO. Ações educativas desenvolvidas pelo enfermeiro durante o pré-natal em uma Unidade Básica de Saúde. Rev Interdiscip [Internet]. 2015 [acesso em 2019 nov 26];8(2): 68-74. Disponível em: https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/731

Ramos ASMB, Almeida HFR, Souza IBJ, Araújo MCM, Pereira PSL, Fontenele R M. A assistência pré-natal prestada pelo enfermeiro sob a ótica das gestantes. Rev Interdiscip [Internet]. 2018 [acesso em 2019 nov 26];11(2):87-96. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6763719

Camargo BV, Schlösser A, Giacomozzi AI. Aspectos epistemológicos do paradigma das representações sociais. In: Medeiros ED, Araújo LF, Coutunho MPL, Araújo LS, organizadores. Representações sociais e práticas psicossociais [Internet]. Curitiba: CRV; 2018 [acesso em 2019 nov 26]. p. 47-60. Disponível em: http://www.europhd.net/sites/default/files/camargo_b._v._scholsser_a._giacomazzi_a._i._2018._aspectos_epistemologicos_do_paradigma_das_representacoes_sociais.pdf

Ferreira MA. Teoria das representações sociais e contribuições para as pesquisas do cuidado em saúde e de enfermagem. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2017 de fev 14];20(2):214-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v20n2/1414-8145-ean-20-02-0214.pdf

Ortiga EPF, Carvalho MDB, Pelloso SM. Percepção da assistência pré-natal de usuária do serviço público de saúde. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2015 [acesso em 2018 jan10];5(4):618-27. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/index.php/reufsm/article/view/13230

Martins QPM, Ferreira GSM, Aragão AEA, Gomes FMA, Araújo LM, Ferreira FIS. Conhecimentos de gestantes no pré-natal: evidências para o cuidado de enfermagem. Sanare (Sobral) [Internet]. 2015 [acesso em 2017 dez 22];14(02):65-71. Disponível em: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/viewFile/827/498

Minayo MCS. Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciênc Saúde Colet [Internet]. 2012 [acesso em 2019 dez 12];17(3):621-6. Disponível em: https://www.scielosp.org/scielo.php?pid=S1413-81232012000300007&script=sci_arttext&tlng=en

Kami MTM, Larocca LM, Chaves MMN, Lowen IMV, Souza VMP, Goto DYN. Trabalho no consultório na rua: uso do software IRAMUTEQ no apoio à pesquisa qualitativa. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2018 jan 10];20(3):e20160069. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452016000300213

Kronberger N, Wagner W. Palavras-chave em contexto: análise estatística de textos. In: Bauer MW, Gaskell G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis (RJ): Vozes; 2002. p. 416-41.

Coutinho MPL, Serafim RCNS, Araújo LS. A aplicabilidade de desenho-estória com tema no campo da pesquisa. In: Coutinho MPL, Saraiva ERA. Métodos de pesquisa em psicologia social: perspectivas qualitativas e quantitativas. João Pessoa (PB): Ed. Universitária; 2011. p. 205-50.

Corrêa MD, Tsunechiro MA, Lima MOP, Bonadio IS. Avaliação da assistência pré-natal em unidade com estratégia saúde da família. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2014 [acesso em 2017 dez 22];48(N Esp):24-32. Disponível em: http://www.journals.usp.br/reeusp/article/view/103025/101300

Nascimento VF, Silva JES, Borges AP, Terças ACP, Lemes AG, Silva RGM. Percepção de puérperas sobre as primeiras consultas de pré-natal no interior de Mato Grosso. Rev Enferm UFPI [Internet]. 2016 [acesso em 2017 dez 20];5(1):46-51. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/5050/pdf

Rodrigues IR, Rodrigues DP, Ferreira MA, Pereira MLD, Barbosa EMG. Elementos constituintes da consulta de enfermagem no pré-natal na ótica de gestantes. Rev RENE [Internet]. 2016 [acesso em 2018 fev 19];17(6):774-81. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/6492

Melo LPT, Pereira AMM, Rodrigues DP, Dantas SLC, Ferreira ALA, Fontenele FMC, et al . Representações de puérperas sobre o cuidado recebido no trabalho de parto e parto. Av Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2018 fev 22];36(1):22-30. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15446/av.enferm.v36n1.63993

Krause KMO, Alves GG, Gedrat DC, Martins MIM. Percepção das gestantes sobre o pré-natal em um centro de atendimento do interior do sul do Brasil. Aletheia [Internet]. 2017 [acesso em 2018 fev 15];50(1):21-37. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/aletheia/article/view/4159/2986

Silva MIC. Avaliação da assistência pré-natal e os desfechos materno e neonatal de adolescentes que pariram numa unidade de referência no Recife, PE, 2018 [dissertação]. Recife: Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães; 2018 [acesso em 2019 nov 26]. Mestrado Acadêmico em Saúde Pública. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33035

Araújo RB, Anjos MRR, Souza CLO, Rodrigues TS. Cuidados de Enfermagem no pré-natal de baixo risco na Estratégia de Saúde da Família: uma análise de periódicos nacionais. Rev Uningá [Internet]. 2019 [acesso em 2019 nov 26];56(S2):160-73. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/2419




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769237235

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.