Saberes e práticas dos profissionais de saúde na atenção à pessoa com Diabetes Mellitus

Priscila Juceli Romanoski, Denise Maria Guerreiro Vieira da Silva, Julia Estela Willrich Böell, Maria Elena Echevarria Guanilo, Francieli Lohn da Rocha, Thais Silva Pereira Campos

Resumo


Objetivo: compreender os saberes e as práticas dos profissionais de saúde na atenção primária em relação ao atendimento à pessoa com Diabetes Mellitus (DM) e suas complicações. Método: exploratório descritivo qualitativo, conduzido em cinco centros de saúde do município de Florianópolis, Santa Catarina. Realizada entrevista semiestruturada com 22 profissionais de saúde vinculados à Estratégia Saúde da Família e ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família, entre dezembro de 2014 a maio de 2015. Os resultados foram analisados na perspectiva de análise de conteúdo convencional. Resultados: o saber dos profissionais configura-se no atendimento integral e humanizado, com foco na qualidade de vida. Suas práticas assistenciais se distanciam desses saberes quando a pessoa já apresenta a doença. Conclusões: apesar de os participantes manifestarem saberes convergentes com as políticas públicas, a prática clínica desenvolvida na assistência à pessoa com DM exige reflexão e estruturação, a fim de retardar ou evitar complicações.


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Profissionais de Saúde; Doença Crônica; Políticas Públicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769230931

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.