Assistência ao parto e nascimento sob a ótica de puérperas atendidas em uma maternidade pública

Jocasta Maria Oliveira Morais, Sibele Lima da Costa Dantas, Bruna Silva do Nascimento Paz, Sabrina Maria de Matos Bezerra

Resumo


Objetivo: analisar a assistência ao parto e nascimento, sob a ótica de puérperas atendidas em uma maternidade pública. Método: estudo de natureza qualitativa, descritivo, realizado com dez puérperas no centro obstétrico de uma instituição pública da cidade de Russas, Ceará, Brasil. Os dados foram coletados a partir de entrevistas gravadas, transcritas e analisadas mediante a técnica do discurso do sujeito coletivo. Resultados: da análise emergiram três ideias centrais: falta de assistência humanizada e suas limitações; insatisfação com o atendimento prestado; e informação dos benefícios do parto normal. Considerações finais: essa investigação aponta a necessidade de refletir acerca das políticas e práticas em saúde direcionadas para a assistência ao parto e nascimento e a forma como os diferentes atores se inserem nesta dinâmica, entendendo os limites e as potencialidades da atenção em saúde a esse grupo em destaque.

Palavras-chave


Humanização da assistência; Parto; Período pós-parto

Referências


Velho MB, Santos EKA, Brüggemann OM, Camargo VC. Vivência do parto normal ou cesáreo: revisão integrativa sobre a percepção de mulheres. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2012 abr-jun [acesso em 2017 jul 16];21(2):458-66. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v21n2/a26v21n2.pdf. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072012000200026.

Matos GC, Escobal AP, Soares MC, Härter J, Gozales RIC. A trajetória histórica das políticas de atenção ao parto no Brasil: uma revisão integrativa. Rev Enferm UFPE On Line. [Internet]. 2013 mar [acesso em 2017 jul 16];7(Esp):870-8. Disponível em: http://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/download/11552/13485. doi: 10.5205/reuol.3934-31164-1-SM.0703esp201307.

Sousa AMM, Souza KV, Rezende EM, Martins EF, Campos D, Lansky S. Práticas na assistência ao parto em maternidades com inserção de enfermeiras obstétricas, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2016 abr-jun [acesso em 2017 jul 16];20(2):324-31. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v20n2/1414-8145-ean-20-02-0324.pdf. doi: 10.5935/1414-8145.20160044.

Stancato K, Vergílio MSTG, Bosco CS. Avaliação da estrutura e assistência em sala de pré-parto, parto e pós-parto imediato-PPP de um hospital universitário. Cienc Cuid Saúde [Internet]. 2011 jul-set [acesso em 2017 jul 21];10(3):541-8. Disponível em:

http://eduem.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/download/12656/pdf. doi: 10.4025/cienccuidsaude.v10i3.12656.

Santos RB, Ramos KS. Sistematização da Assistência de enfermagem em centro obstétrico. Rev Bras Enferm [Internet]. 2012 jan-fev [acesso em 2017 jul 21];65(1):13-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v65n1/02.pdf.

Ribeiro JF, Lima MR, Cunha SV, Luz VLES, Coêlho DM, Feitosa VC, et al. Percepção das puérperas sobre a assistência à saúde em um centro de parto normal. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2015 jul-set [acesso em 2017 jul 16];5(3):521-30. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/14471/pdf. doi: 10.5902/2179769214471.

Figueiredo MZA, Chiari BM, Goulart BNG. Discurso do Sujeito Coletivo: uma breve introdução à ferramenta de pesquisa qualiquantitativa. Distúrb Comun [Internet]. 2013 abr [acesso em 2017 ago 02];25(1):129-36. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/dic/article/download/14931/11139.

Lima PVSF, Soares ML, Fróes GDR, Machado JR, Santos SM, Alves, et al. Liga de humanização do parto e nascimento da Universidade de Brasília: relato de experiência. Rev Eletrônica Gest Saúde [Internet]. 2015 [acesso em 2017 ago 02];6(3):2783-98. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/3260.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Gravidez, parto e nascimento com saúde, qualidade de vida e bem-estar. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013. 19p.

Silva SPC, Prates RCG, Campelo BQA. Parto normal ou cesariana? Fatores que influenciam na escolha da gestante. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2014 jan-mar [acesso em 2017 jul 21];4(1):1-9. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/8861. doi: http://dx.doi.org/10.5902/217976928861.

Santos GS, Souza JLO, Almeida LS, Gusmão MH. A importância do enfermeiro no atendimento humanizado no pré-parto. Diálogos Ciênc [Internet]. 2012 set [acesso em 2017 jul 21];10(31):224-8. Disponível em: http://dialogos.ftc.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=323&Itemid=15. doi: 10.7447/dc.2012.025.

Almeida OSC, Gama ER, Bahiana PM. Humanização do parto: a atuação dos enfermeiros. Rev Enferm Contemp [Internet]. 2015 jan-jun [acesso em 2017 jul 21];4(1):79-90. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/enfermagem/article/view/456. doi: 10.17267/2317-3378rec.v4i1.456.

Valente A. As outras dores do parto. Centro Universitário de Volta Redonda [Internet]. 2015 [acesso em 2016 dez 17]. Disponível em: http://www.unifoa.edu.br/divulgacao-cientifica/noticias/as-outras-dores-do-parto.

Malheiros PA, Alves VH, Rangel TSA, Vargens OMC. Parto e nascimento: saberes e práticas humanizadas. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2012 abr-jun [acesso em 2016 dez 02];21(2):329-37.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769228225

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.