Acolhimento com classificação de risco na unidade de pronto atendimento: um relato de experiência

Maria Mônica Feitosa, Iasmim Caroline Gomes Silva, Rayane Teresa da Silva Costa, Itaisa Cardoso Fernandes de Andrade, Vinicius Lino de Souza Neto, Richardson Augusto Rosendo da Silva

Resumo


Objetivo: relatar a experiência de uma atividade prática de estudantes de enfermagem no processo de acolhimento com classificação de risco em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Método: trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, realizado em uma UPA, no Nordeste do Brasil, no mês de maio de 2014. Resultados: foi possível compreender o processo de trabalho do enfermeiro na unidade e desenvolver atividades de educação em saúde aos usuários quanto à dinâmica da unidade e à prática do acolhimento por classificação de risco. O desenvolvimento da ação se realizou de forma sistemática e humanizada, para diminuir o tempo de espera dos usuários. Entre as dificuldades encontradas estavam a superlotação, estrutura física incipiente, falta de recursos de materiais, entre outros. Conclusão: a vivência permitiu aos estudantes refletirem sobre a prática do acolhimento com classificação de risco e entender o papel do enfermeiro como agente transformador nesse processo.

Palavras-chave


Acolhimento; Enfermagem em emergência; Socorro de urgência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769217173



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.