Manejo clínico da amamentação: atuação do enfermeiro na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal

Suzana de Souza Baptista, Valdecyr Herdy Alves, Rosangela de Mattos Pereira de Souza, Diego Pereira Rodrigues, Amanda Fernandes do Nascimento da Cruz, Maria Bertilla Lutterbach Riker Branco

Resumo


Doi: 10.5902/2179769214687

Objetivo: compreender o manejo clínico da amamentação realizado pelos enfermeiros na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense. Método: estudo descritivo, exploratório, com abordagem qualitativa, mediante entrevista semiestruturada com 11 enfermeiras atuantes da referida Unidade, cujos depoimentos foram submetidos à análise de conteúdo na modalidade temática. Resultados: foram obtidas duas categorias: as estratégias de orientação dos enfermeiros no manejo clínico da amamentação na UTI Neonatal; e Rede de promoção e apoio à nutriz na alta hospitalar: um caminho para o sucesso da amamentação. Ambas enfocam as orientações como estratégia para o incentivo e apoio ao aleitamento materno. Considerações finais: o enfermeiro capacitado e sensibilizado com a prática do manejo clínico da amamentação, contribui para o apoio ao aleitamento materno e o enfrentamento ao desmame precoce.


Palavras-chave


Aleitamento materno; Leite humano; Saúde da mulher; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769214687



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.