Percepção dos enfermeiros das unidades de maternidade e pediatria acerca do cuidado paterno

Bruna Silveira de Almeida, Bárbara Tarouco da Silva, Juliane Portella Ribeiro, Adriane Maria Netto de Oliveira

Resumo


Doi: 10.5902/2179769213589

Objetivo: conhecer a percepção dos enfermeiros das unidades de maternidade e pediatria em relação ao cuidado paterno na família contemporânea. Método: estudo exploratório com abordagem qualitativa. Os participantes foram enfermeiros atuantes nas unidades de maternidade e pediatria de um hospital universitário localizado no extremo sul do Rio Grande do Sul. Para a produção dos dados realizaram-se entrevistas semiestruturadas. Os dados foram submetidos à técnica de análise textual discursiva. Resultados: emergiram duas categorias: “Cuidado paterno na família contemporânea” e “Assistência de enfermagem: fatores que influenciam a participação do homem no cuidado dos filhos”. Conclusões: os entrevistados evidenciaram o distanciamento entre o preconizado pelas políticas públicas e literatura científica com a realidade nas instituições de saúde. Descritores: Paternidade; enfermagem; enfermagem familiar; relações pai-filho


Palavras-chave


Paternidade; Enfermagem; Enfermagem familiar; Relações Pai-Filho.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769213589



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.