PERCEPÇÃO AMBIENTAL DE DOCENTES EM ESCOLA RURAL NO ESTADO DE SERGIPE

Cristiano Cunga Costa, Paulo Sergio Maroti

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/223613087485

A questão ambiental torna-se ainda mais presente a cada dia, diante da pressão humana sobre os recursos ambientais. Dessa maneira, torna-se necessário o estudo da percepção ambiental, como ferramenta de educação ambiental, favorecendo uma discussão sobre a temática ambiental de forma interdisciplinar. Para isso, foram entregues 2 folhas de papel branco, sendo solicitado o desenho da situação atual da barragem e como estaria a barragem daqui a 10 anos. Em seguida, no verso da folha, comentassem sobre os desenhos. Foram observados, como situação atual, mapas mentais com landmarks associados à irrigação, consumo doméstico, às atividades turísticas desenvolvida na barragem em bares e meios de transporte, com a presença de animais, sem vegetação ciliar, de água de coloração escura e sem infra-estrutura para atender a demanda de visitação. Com relação à situação da barragem daqui dez anos, observou-se landmarks tipicamente de um ambiente em harmonia com o ser humano. Observa-se uma água limpa, com peixes, vegetação ciliar e a figura humana unida em favor do meio ambiente. Por outro lado, nota-se landmarks com perfis pessimistas, devido ao uso abusivo dos recursos naturais, o descaso e a falta de consciência das pessoas, como possíveis causas do ambiente desequilibrado. Portanto, é evidente a preocupação com a barragem em estudo, tanto com a sua situação atual como também com sua situação futura, destacando-se a necessidade de adoção de estratégias de recuperação e preservação do recurso hídrico.


Palavras-chave


mapas mentais, landmarks, recurso hídrico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223613087485

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.