Vulnerabilidade natural à contaminação do aquífero Alter do Chão na área urbana de Manaus, Amazonas, Brasil

Miqueias Lima Duarte, Heron Salazar Costa, Tatiana Acácio da Silva, Mariano Vieira dos Santos

Resumo


A utilização dos recursos hídricos subterrâneos cresce em função do crescimento populacional e da atividade produtiva, aumentando a demanda por água de qualidade, ao mesmo tempo em que crescem os riscos de sua contaminação. O presente estudo avaliou a vulnerabilidade à contaminação do aquífero Alter do Chão na área urbana do município de Manaus, com a aplicação do método GOD (Groundwater occurrence Overall Lithology of the unsaturated zone, Depth of the water table). O emprego do método possibilitou o mapeamento de áreas diferenciadas nas três classes de vulnerabilidade. A baixa vulnerabilidade à contaminação foi predominante (0,41%), seguida pela média vulnerabilidade (0,35%) e alta vulnerabilidade à contaminação (0,24%). A distribuição das classes de alta vulnerabilidade na área de estudo é motivo de preocupação, pelo potencial de contaminação associado o atual uso e ocupação do solo, também em função da direção do fluxo subterrâneo.



Palavras-chave


Aquífero alter do chão; Método GOD; Fragilidade ambiental

Texto completo:

HTML PDF

Referências


ABDELMADJID, B.; OMAR, S. Assessment of groundwater pollution by nitrates using intrinsic vulnerability methods: A case study of the Nil valley groundwater (Jijel, North-East Algeria). academicJornals. v. 7. n. 10. p. 949-960. 2013.

AGUIAR, C. J. B.; MOURÃO, M. A. A. Projeto Rede Integrada de Monitoramento das Águas Subterrâneas: relatório diagnóstico Aquífero Alter do Chão no Estado do Amazonas. Belo Horizonte: CPRM – Serviço Geológico do Brasil, p. 1-30. 2012.

ALLER, L.; BENNET, T.; LEHR, J. H.; PETTY, R. J. DRASTIC: a standardized system for evaluating groundwater pollution potencial using hydrogeologic settings. (U.S. EPA Report 600/2-85/018). 1987.

ANA – Agência Nacional de Águas, 2019. Sistema de Aquíferos. Disponível em: http://metadados.ana.gov.br/geonetwork/srv/pt/metadata.show?id=150&currTab=simple, Acessado em: 01/01/2019.

ANA. 2010. Atlas Brasil. Abastecimento Urbano de Água: panorama nacional/Agência Nacional de Águas. Engecorps/Cobrape – Brasília. p. 72.

AZEVEDO, R. P. Uso de água subterrânea em sistemas de abastecimento público de comunidades na várzea da Amazônia central. Acta Amazonica. v.36. n. 3. p. 313-320. 2006.

BAALOUSHA, H. Assessment of a groundwater quality monitoring network using vulnerability mapping and geostatistics: A case study from Heretaunga Plains, New Zealand. Agricultural Water Management. v. 97. p. 240–246. 2010.

BARCHA, S. F. Aspectos geológicos e províncias hidrogeológicas da Formação Bauru na região norte-ocidental do Estado de São Paulo. Tese (Livre Docência) -Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, São José do Rio Preto, 1980. p. 209.

BORBA, W. F.; KEMERICH, P. D. C.; FILHO, L. L. D. V.; PRETTO, P. R. P.; FLORES, C. E. B; FRANÇA, J. R; HINTEHOLZ, D. Vulnerabilidade do aquífero à contaminação no município de Seberi/RS. Revista Monografias Ambientais. v. 14. p. 2960-2966. 2014.

CARVALHO, C. M.; ROCHA, N. S.; NUNES, D, S; CRUZ, R, C. Avaliação da vulnerabilidade ao risco de contaminação dos recursos hídricos subterrâneos do município de Piratini-RS. Revista Monografias Ambientais. v. 13. p. 3977-3985. 2014.

COSTA, A. M. R.; WAICHMAN, A.; SANTOS, E. E. A. Uso e qualidade da água subterrânea na cidade de Manaus. In: SUPLEMENTO –XIII Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas. Cuiabá/MT. p. 1-18. 2014.

COSTA, M. S. B.; PINTO, V. A. B.; SOARES, C. B. S. S. Análise do desmatamento nas zonas leste, norte e oeste da área urbana de Manaus/AM. IV Simpósio Brasileiro de Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação. Recife/PE, p. 001 – 009. 2012.

COSTA, T. A. C. R.; OLIVEIRA, B. O. S.; VALENTE, K. S. Avaliação da qualidade de águas de poços cacimbas e rasos no município de Humaitá-AM. Revista EDUCAmazônia. v. 20, n. 1, p.157-172. 2018.

CPRM – Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, 2019. Disponível em: http://geosgb.cprm.gov.br/, Acesso em: 04/01/2019.

CUNHA P. R. C.; GONCALVES J. H. M. Bacia do Amazonas. Boletim de Geociências da PETROBRÁS. v. 15, n. 2, p. 227-251. 2007.

CUTRIM, A. O.; CAMPOS, J. E. G. Avaliação da vulnerabilidade e perigo à contaminação do Aquífero Furnas na cidade de Rondonópolis (MT) com aplicação dos métodos GOD e POSH. Revista Geociências, v. 29, n. 3. 2010.

DUARTE, M. L.; LOCATELLI, M.; SILVA FILHO, E. P. Vulnerabilidade à contaminação do aquífero Alter do Chão em sua área de afloramento no município de Itacoatiara/AM. ACTA Geográfica. v.12, n.30, p 90-107. 2018.

DUARTE, M. L.; LOCATELLI, M.; SILVA, T. A.; SILVA FILHO, E. P. Vulnerabilidade à contaminação das águas subterrâneas do sistema de aquífero Içá/Fraturado Norte na área urbana do município de Porto Velho/Rondônia. REA – Revista de estudos ambientais. v.19, n. 2, p.40-54. 2017.

DUARTE, M. L.; ZANCHI, F. B.; NEVES, J. R. D.; COSTA, S. C; JORDÃO, W. H. C. Vulnerabilidade à contaminação das águas subterrâneas no município de Humaitá, Amazonas, Brasil. Revista Ambiente & Água. v. 11. n. 2. p. 402-413. 2016.

FERON, G. L.; REGINATO, P. A. R. Avaliação da vulnerabilidade de aquíferos localizados na região central de Canoas - RS. Revista Águas Subterrâneas, v. 28. p. 1-13. 2014.

FOSTER, S; HIRATA, R. Groundwater pollution risk assessment: a methodology using available data. WHO/PAHO/HPECEPIS, Lima, (Relatório Técnico). p. 81. 1988.

FOSTER, S.; HIRATA, R; GOMES, D.; D’ELIA, M; PARIS, M. Proteção da Qualidade da Água Subterrânea: um guia para empresas de abastecimento de água, órgãos municipais e agências ambientais. São Paulo, Servemar, p.15-81. 2016.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica. 2018. Amazonas, Manaus: Estimativa da população 2018. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/am/manaus/panorama, Acesso em: 08/01/2019.

IMPLURB - Instituto Municipal de Planejamento Urbano. 2018. Planejamento Urbano/Mapas Temáticos. Disponível em: http://implurb.manaus.am.gov.br/mapas-tematicos/ Acesso em: 10/02/2018.

INSAF, S.; BABIKER.; MOHAMED, A. A. M.; HIYAMA, T.; KATO, K. A GIS-based DRASTIC model for assessing aquifer vulnerability in Kakamigahara Heights, Gifu Prefecture, central Japan. Hydrospheric Atmospheric Research Center. v. 345. p. 127-140. 2005.

JÚNIOR, L. C. P.; SOARES, H. L. T.; CASTRO, S. S. Vulnerabilidade natural e risco de contaminação do aquífero Bauru no município de Rio Verde – GO. Revista Águas Subterrâneas. v. 29, n. 2. p. 129-145. 2015.

MAIA, M. A. M. Geodiversidade do estado do Amazonas/Organização técnica Maria Adelaide Mansini Maia [et al]; CPRM - Serviço Geológico do Brasil – Manaus. p. 59-71. 2010.

MEIRA, J. C. R.; DE-CAMPOS, A. B.; PEREIRA, L. C. Vulnerabilidade natural e perigo à contaminação de zona de recarga do aquífero Guarani. Águas Subterrâneas. v. 28, n. 1, p. 31-46. 2014.

OLIVEIRA A. I. L.; FRANÇA-ROCHA W. J. S. A. Modelagem da vulnerabilidade à contaminação de aquíferos livres em regiões hidrográficas do semiárido baiano explorada pela agroindústria. In: XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto – SBSR, Foz do Iguaçu PR, Brasil. Anais... p. 6214 – 6221. 2013.

RABELLO, R. P.; RODRIGUES, Z. A. L. Planejamento e sustentabilidade urbana: ações de proteção dos igarapés de Manaus. Revista Meio Ambiente e Sustentabilidade. v.3 n.2, p.80-101. 2013.

REGINATO, P. A.; AHLERT, S. Vulnerabilidade do sistema Aquífero Serra Geral na região norte do estado do Rio Grande do Sul. Revista Águas Subterrâneas. v. 27. p. 32-46. 2013.

RIBEIRO, D. M.; ROCHA, W. F.; GARCIA, A. J. V. Vulnerabilidade Natural à contaminação dos aquíferos da Sub-bacia do Rio Siriri, Sergipe. Revista Águas Subterrâneas, v. 25. N. 1, p. 91-102. 2011.

SANTANA, G. P.; BARRONCAS, P. S. R. Estudo de metais pesados (Co, Cu, Fe, Cr, Ni Mn, Pb, e Zn) na Bacia do Tarumã Manaus - (AM). Acta Amazonica. v. 37. p. 111-118. 2007.

SANTANA, G. P.; ZEFERINO, V. O. Avaliação da qualidade das águas subterrâneas usadas em escolas da rede estadual de ensino de Manaus. Caminhos de Geografia. v. 9, n. 25. p. 24-36. 2008.

SANTOS, R. A.; CRUZ, M. J. M.; NASCIMENTO, S. A. M. Avaliação da vulnerabilidade natural de aquíferos cársticos: Subsídios para uma gestão dos recursos hídricos subterrâneos. Cadernos de Geociências, n, 7. p. 54-62. 2010.

SIAGAS, Sistema de Informação de Águas Subterrâneas. 2019. Disponível em: http://siagasweb.cprm.gov.br, Acesso em: 10/01/2019.

SILVA, M. L.; BONOTTO, D. M. Caracterização hidrogeoquímica na Formação Alter do Chão, Município de Manaus (AM). 1º Joint World Congresso on Groundwater. 2000, Fortaleza. CDROM of the 1st Joint World Congress on Groundwater. São Paulo: ABAS, p. 1-20. 2000.

SILVÉRIO DA SILVA, J. L.; NASCIMENTO, L. M.; LOBLER C. A. Mapeamento das águas subterrâneas do município de Boa Vista do Cadeado/RS. Revista Monografias Ambientais. v. 14. p. 3061-374. 2014.

SOUZA L. S. B. Mapeamento de aquíferos da cidade de Manaus (AM) – utilizando perfilagem geofísica de poço e sondagem elétrica vertical. Revista Brasileira de Geofísica. v. 24 p. 443. 2006.

SRTM - Shuttle Radar Topography Mission. Disponível em: http://srtm.usgs.gov/data/obtainingdata.html, Acesso em: 20/02/1019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130837231

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.